Gerente: quem é esse profissional e qual a sua função?

Gerente
18 de junho de 2017
Última modificação: 06 de agosto de 2021

Autor: Virgilio Marques Dos Santos
Categorias: Blog, Carreira

O planejamento estratégico de uma empresa deve visar seu crescimento, competitividade e consolidação no mercado. Aí entra o gerente. Seu papel é controlar e auxiliar o andamento desse planejamento, seja em parte da empresa ou nela toda. Entenda neste artigo, mais sobre as responsabilidades do gerente e a importância desse profissional dentro das organizações.

O que é um gerente? 

Um gerente é uma pessoa responsável por fazer com que os aspectos técnicos, operacionais e de planejamento fluam com organização e assertividade no dia a dia de um setor ou uma empresa. Ou seja, esse profissional representa, na maioria das vezes, os interesses e a imagem do dono do negócio. Afinal, assume funções e responsabilidades muito similares.

Um gerente deve se manter envolvido nas atividades, projetos e processos cotidianos. Seja como membro da equipe, ou como orientador das tarefas. Portanto, é necessário também saber delegar.

Seu objetivo central é zelar pela imagem e funcionamento da empresa, através da criação valor em todas as etapas e manutenção da melhoria e aprimoramento de processos.

Quais as funções de um gerente?

Peter Drucker, um intelectual austríaco, desenvolveu o primeiro conceito sobre a função de um gerente. Seu conceito vem da percepção de que o cargo é fundamentado em cinco tarefas básicas. São elas:

  • Definir objetivos: Estabelecer metas para o grupo decide como o trabalho precisa ser feito e quais esforços serão necessários para alcançar os objetivos da empresa;
  • Organizar: Divida o trabalho em atividades gerenciáveis e selecione as pessoas para realizar as tarefas que precisam ser feitas;
  • Motivar e se comunicar: A função “integradora” do gerente, cria uma equipe engajada e instruída sobre as propostas e valores da organização;
  • Desenvolver pessoas: Em uma economia do conhecimento, as pessoas são o bem mais importante da empresa, e cabe ao gerente desenvolver esse recurso
  • Medir: Estabeleça metas e critérios apropriados, e analise, avalie e interprete o desempenho.

As atribuições desse profissional foram alteradas e aprimoradas com o tempo, e necessidades da posição. Contudo, podemos dizer que, atualmente, um gerente pode, e deve, exercer diversas funções. Desde o controle e instrução da equipe até a administração do negócio e seus aspectos financeiros

Em resumo, pode-se concluir que o gerente é responsável por quase todo o “organismo” da empresa. O funcionamento  correto se dá através de sua presença e execução assertiva de suas tarefas.

Os diferentes tipos:

Idealmente, cada profissional que atinge o cargo na gerência de uma empresa é alocado para um expertise específico, gerando assim os diferentes tipos de gerente.

Dentre os tipos mais comuns, temos:

Administrativo: Suas atividades englobam a organização e sistematização de informações e procedimentos cotidianos. Esse profissional coordena as funções administrativas, conduz reuniões, além de analisar e elaborar relatórios;

Comercial: Também chamado gerente de vendas, coordena toda a equipe de vendas e atividades desse setor. Elabora planos de estratégias de venda para alavancar os lucros e, junto do gerente financeiro, trabalha com orçamentos e operações de capital, bem como, análise de clientes e concorrentes;

De Recursos Humanos: Tem como função, atender a todos os departamentos em conjunto. Da sua estruturação, retenção e finalização de contratos. A gestão de pessoas, treinamentos e análises de performance são, também, tarefas chave do profissional nessa posição. Em suma, é o profissional que se concentra primariamente na mão de obra;

Financeiro: Junto do profissional no cargo de gerente comercial é responsável pela saúde financeira da empresa. Suas tarefas englobam o gerenciamento do fluxo de caixa, gestão de tributos e contas a pagar e receber, bem como controle e movimentações de recursos monetários;

De Produção: É o profissional responsável pelo acompanhamento e monitoramento do cumprimento das metas produtivas. O gerente de produção deve mapear os padrões de qualidade, e coordenar as linhas, custos, equipe e recursos desse setor;

De Marketing: O gerente de marketing deve estruturar e manter o departamento e sua equipe alinhados às expectativas e identidade da empresa. Para isso, deve realizar pesquisas de mercado, conhecer o público alvo e nortear as principais estratégias de vendas e parcerias.

A importância do gerente

A necessidade de possuir um profissional qualificado na posição de gerência pode significar, por exemplo, que a empresa cresceu e o dono já não consegue controlar tudo sozinho, que o plano de negócios é muito escalável e é imprescindível dividir responsabilidades e coordenação, ou que os profissionais presentes na organização não dispõe do conjunto “expertise + competências de gestão”. 

Em todos os casos, o desenvolvimento dessas organizações se dá a partir dos processos e habilidades gerenciais executados por esse profissional. Portanto, O cargo deve ser ocupado por alguém ágil, qualificado, organizado, comprometido e de confiança.

Quais as competências fundamentais?

Os gerentes precisam desenvolver e aperfeiçoar as seguintes habilidades:

  • Liderança: Seja capaz de estabelecer prioridades e motivar os membros da sua equipe. Isso envolve autoconsciência, autogestão, conscientização social e gerenciamento de relacionamento. Ou seja, haja como uma fonte de energia, empatia e confiança. Líderes efetivos trabalham diariamente para desenvolver membros da equipe, utilize-se de feedbacks positivos, feedbacks construtivos e treinamentos.
  • Comunicação: Torne-se um estudante da comunicação efetiva em todas as suas aplicações, incluindo p2p, grupo pequeno, grupo grande, e-mail e redes sociais. Além disso, perceba que o aspecto mais importante da comunicação é ouvir.
  • Colaboração: Sirva como modelo para trabalhar em conjunto. Apoie, por exemplo, esforços multifacetados e comportamentos colaborativos para definir o exemplo para os membros da sua equipe.
  • Pensamento crítico: Entenda onde e como seus projetos se encaixam na imagem maior para melhorar sua eficácia. Revise as prioridades à luz de metas maiores. E então, transforme esse entendimento em metas e objetivos significativos para os membros da sua equipe.
  • Finanças: Aprenda a linguagem dos números. Entenda como os fundos da empresa são investidos e garanta que um bom retorno para a empresa. Embora você não precise ser um contador para ser gerente, é imperativo que você aprenda e aplique o básico, que você aprende em nosso Green Belt e Black Belt.
  • Gerenciamento de projetos: Tudo o que fazemos é novo em uma organização é criado sob a forma de projetos. Portanto, entenda e alavanque as práticas formais de gerenciamento de projetos para assegurar a conclusão atempada e o controle adequado das iniciativas.

A diferença entre o gerente, gestor,  líder e administrador

O gerente executa papéis mais administrativos e de planejamento estratégico da empresa. Ou seja, analisa e convive com os planos maiores e estruturais do negócio. O gestor, por sua vez, trabalha junto da equipe, instruindo e acompanhando processos, enquanto delega tarefas e entrega feedbacks. Administradores são pessoas que atuam com visão analítica sobre os recursos, mercado, economia e concorrência. 

Contudo, todos assumem papéis de líderes ao longo do seu tempo na empresa. E por isso, devem possuir e desenvolver habilidades profissionais necessárias a um líder.

Como planejar sua carreira de gerente?

O trabalho de gestão é dividido em atividades de planejamento, liderança, organização e controle, e o trabalho de um gerente engloba todas essas áreas. Portanto, qualquer pessoa que aspire a  gestão como uma carreira, deve desenvolver e exibir fortes habilidades técnicas e funcionais.

Em resumo, para ocupar um cargo de gerência, você deve possuir todas competências fundamentais. Afinal, o gerente influência no rendimento da empresa. 

Mapeie, portanto, suas competências e alinhe-se aos principais requisitos da empresa. Além disso, lembre-se de que os melhores gerentes entendem que seu papel é sobre sua equipe e o desempenho de sua equipe e não sobre si mesmos.

Confira a trajetória do Braulio Truite. Na live que fizemos com ele, conhecemos sua jornada até se tornar Gerente de Fábrica de uma indústria nacional de grande porte.

Execute suas tarefas com comprometimento e busque sempre identificar possibilidades de melhoria da organização. Norteie seu trabalho por esses dois fatores e, assim, seu valor será reconhecido e recompensado. Como carreira, a área de gerência é simultaneamente, desafiadora e emocionante.

Gostou desse conteúdo? Então faça parte da Assinatura FM2S e tenha acesso a cursos, materiais e grupos exclusivos que te ajudarão a planejar e impulsionar ainda mais sua carreira! Clique no banner abaixo e confira:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *