Trabalho Remoto nas Empresas: como funciona e qual sua importância?

Trabalho Remoto
08 de dezembro de 2018
Última modificação: 08 de dezembro de 2018

Autor: Virgilio Marques Dos Santos
Categorias: Blog, Carreira

O crescimento do trabalho remoto e sua importância nas empresas

Mais de 43% da força de trabalho dos EUA é de trabalhadores remotos, pelo menos em algum período do dia. Além disso, o trabalho remoto é um regime preferencial para muitos trabalhadores das grandes cidades, principalmente por conta do tempo gasto com o deslocamento.

Você pode trabalhar no conforto de sua casa e ter mais flexibilidade do que alguém que trabalha em um escritório comum, mas ainda assim desfrutar dos benefícios de um trabalhador contratado ou prestador de serviço, diferentemente dos freelancers.

Algumas empresas já perceberam essa tendência. Elas sabem que, ao permitir a flexibilidade e a autonomia do trabalho remoto, ajudam a criar trabalhadores mais felizes. Dessa forma, algumas companhias estão dobrando o acesso a processos remotos de trabalho e trazendo sua força de trabalho de volta ao escritório por alguma parte do tempo.

Evidentemente, a ideia de trabalho remoto não atrai todos os indivíduos e corporações, em parte devido a alguns equívocos persistentes sobre esse tipo de arranjo. Aqui estão cinco erros comuns que ocorrem com empregadores e empregados neste regime de trabalho.

Os trabalhadores remotos não fazem parte da cultura da empresa ou da equipe

Empresas como o Facebook e o Google trabalharam arduamente para criar ambientes de trabalho que construam uma cultura específica de empresa. Seus funcionários têm acesso a serviços de alimentação, academias e todo tipo de recreação no ambiente de trabalho. Tudo isso é para fomentar a camaradagem e a formação de equipes.

Entretanto, a cultura que funciona para essas companhias pode não ser a melhor para todas as empresas. Também é bem possível construir uma cultura corporativa excelente e motivar as pessoas a se preocuparem com o sucesso de um negócio, permitindo que as pessoas trabalhem remotamente.

Por exemplo, o HelpScout, uma empresa integralmente remota, registra 81% de pontuação de engajamento entre seus funcionários. Um número consideravelmente maior do que a maioria das empresas tradicionais consegue atingir.

O ponto principal a ser lembrado é o seguinte: alguém pode ser um colaborador valioso para uma empresa e ter pouco desejo de participar das atividades regulares de construção de equipes, ou de atividades sociais com colegas de trabalho no local. Porém, permitir que esses funcionários trabalhem da maneira adequada a eles aumenta sua moral e desempenho.

O trabalho remoto leva a menos oportunidades de carreira e crescimento

Certamente existem certos caminhos de carreira onde o trabalho remoto pode ser um obstáculo. Supervisores e executivos de equipe geralmente precisam estar fisicamente disponíveis para realizar seu trabalho com eficiência. Ainda assim, muitas vezes há outras funções para os funcionários remotos alcançarem o sucesso e crescerem profissionalmente. Pense em crescimento horizontal, que pressupõe alavancar e melhorar o conjunto de habilidades que você já tem para assumir novas responsabilidades dentro da mesma função.

A chave aqui é criar expectativas claras e comunicá-las aos seus colegas. Em alguns casos, como envolvendo a promoção de um engenheiro que decidiu trabalhar de casa, seu supervisor deve informá-lo se essa decisão pode afetar o recebimento de uma promoção para a gerência.

Trabalho remoto significa chances de problemas de comunicação

Não há absolutamente nenhuma razão ou desculpa para o trabalho remoto levar a problemas de comunicação. A maioria dos problemas de comunicação que as equipes locais e remotas enfrentam podem ser resolvidos por meio dessas dicas:

  • Centralize emails, mensagens e alertas em uma única ferramenta. Faça com que todos usem as mesmas ferramentas para a comunicação da empresa
  • Mantenha os membros mais antigos atualizados e a par das inovações da empresa
  • Explore novas tecnologias para melhorar a comunicação entre seus funcionários
  • Organize reuniões pessoalmente somente quando e onde elas forem necessárias

As reuniões da equipe podem ser realizadas usando ferramentas virtuais como o Skype ou o Slack. Bate-papo e e-mail permitem a comunicação quase instantânea entre duas ou mais pessoas.

Qual deve ser a disponibilidade dos funcionários remotos?

Alguns trabalhadores acreditam que devem estar disponíveis todos os dias da semana, o tempo todo; quase como uma forma de pagamento por trabalhar remotamente. Alguns chefes concordam com essa ideia e pedem aos funcionários remotos que trabalhem em horários que nem sempre são razoáveis.

Uma coisa é pedir a um funcionário remoto que tenha alguma disponibilidade após o expediente. Afinal, eles não gastam tempo de locomoção ao escritório como outros funcionários. Outra coisa é pedir a um funcionário remoto que permaneça ligado 24 horas por dia.

A melhor solução aqui é a comunicação clara das expectativas. Quanto menos suposições sobre horários de trabalho e disponibilidade, melhor.

Qual a produtividade do funcionário remoto?

Alguns gerentes se perguntam: se eu não puder supervisioná-los, os funcionários ficarão na tarefa? Como será a produtividade desses funcionários? De acordo com um estudo publicado na Harvard Business Review, a produtividade dos funcionários não se comporta da maneira esperada pelos líderes. Em vez disso, a produtividade aumenta com o trabalho remoto.

Escritórios também podem ser lugares barulhentos e distrativos. Uma pessoa falando ao telefone pode estar fazendo seu trabalho, mas também está distraindo outro funcionário que está tentando resolver um problema complexo ou engajado em uma leitura cuidadosa. Trabalhadores remotos podem, frequentemente, evitar esse tipo de situação. Eles podem permanecer na tarefa por mais tempo e não precisam dividir sua atenção com distrações do ambiente de trabalho.

O trabalho remoto pode não ser viável em todas as situações. Ainda assim, muitas das “razões” usadas para criticar esta prática são simplesmente baseadas em falsidades. Se você está em dúvida sobre o trabalho remoto, certifique-se de que sua decisão final seja motivada por fatos.

Se você é um funcionário remoto, ou considera se tornar um, guarde essa dica!

Cerque-se de pessoas e interações para manter contato e ter apoio, evitando a solidão.

Para pessoas extrovertidos, trabalhar em casa pode ser particularmente difícil. Ainda assim, os introvertidos também podem achar que ficar sozinho durante grandes partes do dia é difícil. Não surpreendentemente, cerca de um quinto dos trabalhadores à distância dizem que se sentem solitários, de acordo com o relatório da Buffer sobre o trabalho remoto.

Fazer parte de uma comunidade, mesmo que virtual, ajuda a controlar e reduzir a ansiedade. Os trabalhadores remotos devem buscar ao contato com outros trabalhadores construindo um sistema de apoio entre colegas, amigos e familiares.

Outra maneira de estimular relações interpessoais é trabalhar, ocasionalmente, em um café, ou em um espaço de trabalho comunitário que reúna outros funcionários remotos. Você conhecerá pessoas que pensam da mesma maneira e se sentirá parte de uma comunidade de trabalhadores que passam pelas mesmas situações que você, mesmo que todos estejam trabalhando em tarefas distintas para diferentes empresas.

As estatísticas indicam que o trabalho remoto está crescendo, portanto, preparar-se hoje ajudará você a navegar no mundo do trabalho a distância no próximo mês ou no próximo ano. Quanto mais você planeja ficar em casa em período integral ou parcial, melhor será a sua experiência com o trabalho a distância.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *