Top 10 livros sobre Lean Manufacturing

11 de novembro de 2019
Última modificação: 11 de novembro de 2019

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Lean

10 Livros sobre Lean Manufacturing

Desde sua criação até hoje, a metodologia Lean teve diversas aplicações e, como cada vez mais pessoas vem buscando se especializar nesta e em outras ferramentas de qualidade, trouxemos aqui 10 livros sobre Lean. Estas ferramentas, por sua vez, vem auxiliando as empresas na redução de desperdícios, tornando-se grandes diferenciais para os profissionais que atuam no mercado de trabalho.

Existem muitos nomes que, ao longo do tempo, lapidaram os conceitos e aplicações do Lean, resultando no conceito que conhecemos atualmente. Estão entre eles, grandes nomes como: Jeffrey Liker, Mike Rother, James P. Womack, Daniel T. Jones e muitos outros.

A fim de colaborar com o aprofundamento de nossos conhecimentos, nesta seção, elencamos alguns títulos entre os mais citados pelos especialistas. A ideia é direcionar o aprendizado entre os grandes nomes do Lean, tanto atuais quanto mais antigos, que desenvolveram a metodologia. Isso foi o que nos motivou em definir 10 livros sobre Lean Manufacturing. Sem mais delongas, vamos a eles!

1.Toyota Way: 14 Princípios de Gestão do Maior Fabricante do mundo
14 Management Principles from the World’s Greatest Manufacturer (2003) – Jeffrey Liker

Não foram apenas os aspectos técnicos que levaram a Toyota a desenvolver um sistema de produção ágil nos processos, a baixos custos e de qualidade. Esta foi a razão pela qual muitas empresas falharam na tentativa de “reproduzir” esse sistema. Para isso, é necessária a compreensão de toda uma filosofia que levou o Lean ao sucesso e que está indexada nesse livro.

O Toyota Way foi o primeiro livro da literatura Lean a abordar de forma concisa os princípios do sucesso da Toyota. O autor concentra-se em definir 14 principais ideais de negócio e fundamentos de gerenciamento do “estilo Toyota”. Entre os tópicos abordados destacam-se a procura por alternativas de baixo custo, o extermínio de desperdícios de tempo e recursos além de produção em pequenas quantidades, entre outros.

2. A Mentalidade Enxuta nas Empresas: Elimine o Desperdício e Crie Riqueza
Lean Thinking: Banish Waste and Create Wealth in your Corporation (1996) – James P. Womack, Daniel T. Jones

Além de demonstrar ideias simples capazes de renovar a vida de qualquer empresa, este livro é tão mencionado entre os especialistas e está sempre entre os 10 livros sobre Lean. Lê-lo torna-se praticamente uma obrigação aos que desejam se aprofundar no assunto.

Consiste em uma literatura destinada aos leitores que desejam enxergar através da visão do cliente, abordando quanto o desperdício está atrelado ao dia a dia empresarial.

3. Toyota Kata: Gerenciando Pessoas Para Melhoria, Adaptabilidade e Resultados Excepcionais
Managing People for Improvement, Adaptiveness and Superior Results (2009) – Mike Rother

Este livro é destinado às pessoas que já iniciaram a sua jornada de aprendizado no Lean. Ele traduz o Lean em costumes e ações eficientes (aprimoramento e treinamento) que são praticáveis em toda hierarquia de uma empresa. Com foco no desenvolvimento das pessoas, o autor Rother converte falsas teorias de longa data sobre o Lean e suas ferramentas.

4. Gemba Kaizen: Uma Abordagem de Bom Senso à Estratégia de Melhoria
A Commonsense Approach to a Continuous Improvement Strategy (1997) – Masaaki Imai

O livro aborda um dos conceitos básicos do Lean: o Gemba. Definido com “lugar real”, Gemba Kaizen traduz o conceito de gerenciamento, que nasceu fora do Japão em 1980 e serviu de filosofia para organizações como a Toyota. Demonstra como executar melhorias em processos críticos mudando o foco que, ao invés de concentrar-se nas metas, dirige-se à melhoria contínua. Também inclui estudos de casos reais aplicados em várias indústrias.

5. A Máquina que Mudou o Mundo
The Machine that Changed the World (1990) – James P. Womack, Daniel T. Jones, Daniel Roos

Com um recorte ao final dos anos 80, início dos anos 90, este livro apresenta influências e conclusões sobre o sistema Lean. O contexto demonstra como o Lean foi aplicado à indústria automotiva. Foi publicado no ano em que a Toyota tinha metade do tamanho da General Motors. Está ranqueado entre os 10 livros sobre Lean e é considerado um clássico dessa literatura.

6. O Sistema de Produção Toyota: Além da Produção em Larga Escala
The Toyota Production System: Beyond Large-Scale Production (1988) – Taiichi Ohno 

Este livro compara a manutenção inteligente de estoques, ou seja, um estoque gerenciado, com grandes acúmulos ou excedentes de produção (superprodução). O autor define estes excedentes como “desperdícios”.

O autor também compara a mudança dos modelos de produção americano e japonês da época e a influência sindical na implementação do modelo Just-In-Time (JIT) nestas nações. No modelo americano houve uma forte resistência por parte dos operadores, que eram específicos em apenas uma função, necessitando de muitas pessoas na fábrica. Assim, houve demora na transição para o sistema JIT. Já no modelo japonês, a transição para o sistema JIT foi mais suave, embora também tenha existido uma resistência por parte dos operários.

Quanto ao sistema JIT, Sakichi Toyoda, antes de ser eleito presidente da Toyota, decidiu ir totalmente contracorrente aos meios de produção da época. Ao invés de produzir o máximo de carros com o mínimo de tempo possível e a baixos custos, determinou que a partir de então seria produzido apenas o necessário, quando necessário.

Aborda também outros conceitos da metodologia Lean aplicado ao negócio como a produção puxada, bem como utiliza do sistema Kanban, que colaborou em consolidar este título entre os 10 livros sobre Lean.

7. Lean Turnaround: A Grande Virada
The Lean Turnaround (2012) – Art Byrne, James P. Womack

Art Bryne começa afirmando ao leitor que, através da metodologia Lean, todo e qualquer negócio que não esteja estável pode ser revertido. Ele procura por outras metodologias que não as tradicionais, onde há uma busca pela melhora de indicadores a curto prazo.

Também aborda pontos como sua própria trajetória no Lean, os princípios dessa metodologia, como reorganizar a empresa em torno de novos fluxos de valores, funções da liderança, entre outros.

Assim, o livro serve de inspiração aos que desejam trabalhar com a metodologia Lean. Traz à tona diversos insights relacionados à esta metodologia ao longo de sua carreira e sua aplicação de ponta a ponta.

8. Aprendendo a Enxergar: Mapeando o Fluxo de Valor Para Agregar Valor e Eliminar o Desperdício
Learning to See: Value-Stream Mapping to Create Value and Eliminate Muda (1998) – Mike Rother, John Shook 

Participando da nossa seleção de 10 livros sobre Lean, este livro traz informações valiosas a respeito do mapeamento de fluxo de valor e suas ferramentas. Ele conta com um passo a passo que ensina qualquer pessoa como utilizar essa poderosa ferramenta aliada ao sistema Lean. Ou seja, fornece ao aprendiz visualmente todas as atividades envolvidas no fluxo de materiais e informações que agregam valor ao produto ou ao serviço. Este mapa estabelece um direcionamento nas medidas a serem tomadas para eliminar desperdícios, um dos focos do Lean.

9. Liderança Lean: Ferramentas de Gestão Para Sustentar a Cultura Lean
Creating a Lean Culture: Tools to Sustain Lean Conversions (2005) – David Mann 

O autor inicia sua abordagem com a definição do sistema de gerenciamento Lean, seus principais elementos e suas principais formas de controle. Mostra um guia prático de como implementar práticas que, muitas vezes são esquecidas, acarretando em péssimos resultados. Além de uma orientação crítica, o livro traz um questionário, importante para monitorar o progresso da implementação do sistema e avaliar as práticas que estão sendo realizadas.

10. A Meta: Um processo de Melhoria Contínua
The Goal: A Process of Ongoing Improvement (1984) – Eliyahu M. Goldratt

Os frequentes atrasos na entrega e na produção, bem como baixos lucros fizeram com que o gerente da fábrica, Alex Rogo, recebesse um ultimato do vice-presidente que estabelece um prazo de três meses para que Alex consiga salvar a fábrica. Para agravar ainda mais a situação, há um único modelo da máquina mais cara e mais produtiva da fábrica, que está com problema.

Assim, se desenrola este livro, contado na forma de um romance onde Rogo elenca três pilares para reverter a situação: a receita líquida, o inventário ou estoque e as despesas operacionais. A leitura é indicada a todos que desejam desenvolver um senso crítico com relação à metodologia Lean, ampliando sua capacidade de resolução de problemas, inteirando-se sobre o funcionamento das fábricas e sobre a Teoria das Restrições.

Espero que aproveitem as nossas dicas! Não deixem de conferir nossos conteúdos gratuitos no espaço Lean. Lá você tem acesso à outras postagens relacionadas ao tema, assuntos relacionados e vídeos. Confira também nossos materiais de apoio.

Quer saber mais sobre Lean?  Não deixe de conferir nossos cursos em nossa plataforma EAD. Se você não sabe por onde começar, conheça o curso gratuito de Introdução ao Lean.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *