Carreira na Logística: como é trabalhar na área?
Supply Chain

25 de setembro de 2020

Última atualização: 04 de julho de 2023

Carreira na Logística: como é trabalhar na área?

A logística é uma área que muitos desconhecem, ainda que saibam minimamente o que significa e como funciona. A carreira de um profissional de logística pode envolver o gerenciamento, controle, análise e distribuição de diversos itens em situações e setores totalmente distintos. Por isso, uma carreira logística requer muito conhecimento e o desenvolvimento de habilidades particulares. Confira nesse artigo tudo o que você precisa saber para entender sobre a área, principais cargos e suas remunerações.

ebook carreira profissional logística

Como a logística funciona?

A logística é um processo que envolve o planejamento e execução eficiente de etapas como o armazenamento e transporte de mercadorias. Seu objetivo é atender aos requisitos do consumidor da maneira mais ágil, oportuna e econômica, do ponto de origem ao ponto de consumo final.

Existem empresas que focam seus negócios na “infraestrutura” da logística, ou seja, cuidam majoritariamente de transporte ou armazenamento de insumos. Outras, mais comuns, mantém departamentos de logística internos, focando apenas no estoque e inventário da organização e seus recursos, não necessariamente envolvendo as etapas de transporte. Nesses casos é bastante comum estabelecer contratos com as empresas especializadas para assumir essas etapas, o que acaba gerando uma alta variação nos cargos de uma pessoa que tem interesse na carreira logística.

Qual é o objetivo de uma carreira logística?

O conceito é básico e lógico, para que a empresa consiga aumentar indicadores como produtividade e eficiência na entrega - sempre evitando gastos desnecessários e desperdícios produtivos - são necessários profissionais capacitados à frente da administração logística. São eles que conduzem o melhor uso e trajeto de recursos no dia a dia, mantendo a visão de médio e longo prazo.

A carreira logística possibilita a atuação do profissional em setores de controle, estoque, planejamento de movimentação (interna de insumos e externa para varejo). Somado a isso, o profissional também assume a imagem de ponte entre organização, fornecedores e clientes. 

Um bom profissional de logística pode surgir de várias áreas como administração, engenharias, marketing ou economia. Contudo, há empresas que optam por profissionais provenientes de uma graduação específica em logística (em alguns casos também é possível que o profissional seja alguém com nível técnico ou tecnólogo). Isso porque os cursos de logística possuem um caminho de conhecimento planejado para a área, associando importantes noções de mercado, tecnologias e informações chave. 

De um ponto de vista mais amplo, analisando a competitividade mercadológica, empresas com melhores operações logísticas conquistam diferencial de mercado, capaz de fidelizar clientes e reter negócios muito mais facilmente. O simples fato de receber seu produto com rapidez gera alta confiabilidade para a organização.

Quais são as principais áreas de atuação?

Como dissemos, a flexibilidade da área permite que diferentes níveis e setores de atuação surjam. Entenda os principais:

Planejamento de Estoque e Demanda:

A área mais difundida entre os profissionais de logística - e a que pessoas de fora possuem uma maior noção sobre. Através do planejamento de estoque e demanda, o profissional utiliza-se de conceitos estatísticos conectados a ferramentas digitais, seu dia a dia consiste em desenvolver e analisar previsões de negócios, reduzir custos, monitorar a qualidade e eficácia dos serviços da empresa etc. A carreira logística desse profissional está bastante ligada a vendas, produção e entregas. Ferramentas ERP são suas maiores aliadas.

Rotas e Transportes:

O profissional logístico que assume essa área deve garantir que insumos cheguem ao destino, todo o percurso é imaginado e analisado para que qualquer desperdício ou contratempo seja mitigado. Seu foco é a otimização do tempo e redução de custos com transporte, seja através de caminhões, carros, trens, aviões ou navios. A rota mais adequada deve ser sempre a utilizada, para o bem da empresa e para gerar qualidade e valor ao cliente.

Prevenção de perdas: 

Essa área evita que produtos em todas as etapas sejam inutilizados, causando prejuízos para a organização. O profissional cuida para que procedimentos necessários a armazenamento e transporte dos insumos cumpram sua meta de resultar na entrega de um produto de qualidade para o cliente final.

É uma área de alta pertinência em empresas que armazenam e movimentam perecíveis, como supermercados, por exemplo. 

Controle de Logística:

Está responsabilizado pela organização, implantação e monitoramento das etapas de cada processo logístico da empresa. Também auxilia na definição de indicadores de performance, compara e acompanha custos de mercado e parâmetros internos de produtividade e eficácia. 

O dia a dia do controlador logístico se trata da tomada de decisões que geram informações importantíssimas para as demais áreas da empresa. Os dados coletados pelo controle são integrados ao cotidiano dos departamentos jurídico, financeiro e comercial, geralmente através de sistemas de gestão ERP ou SAP.

Competências e habilidades exigidas na área

O profissional que está em busca de uma melhor carreira logística precisa atender aos requisitos do mercado. Esses requisitos são essenciais para que sua carreira continue evoluindo e atinja o planejamento do indivíduo. 

No geral, o profissional de logística precisa ser flexível, possuir pensamento lógico e estar sempre em busca de produtividade sem prejuízos. Quando às competências, aqui estão listadas as mais importantes:

  • Fluência em outras línguas (inglês e português são essenciais, idiomas adicionais são um total diferencial);
  • Conhecimentos sólidos em sistemas de gestão;
  • Agilidade em cálculos estatísticos;
  • Capacidade de gerenciar projetos e grandes processos;
  • Conhecer todas as etapas de uma cadeia produtiva (principalmente da empresa em que trabalha ou deseja trabalhar);
  • Buscar uma ou mais especializações;
  • Desenvolver uma postura de liderança;
  • Ser proativo.

Qual é a faixa salarial dos profissionais em logística?

Outro ponto importante para se situar na carreira logística e determinar qual seu foco é a perspectiva salarial de cada cargo. Como todas as demais profissões, os salários sofrem variação para cada empresa, área, cidade e estado. 

Para profissionais em início de carreira que alcançam cargos mais voltados para a operação, os salários costumam iniciar em R$ 1.000,00. Podendo atingir uma média de até R$ 3.000,00 após evolução na empresa. 

Confira os principais cargos da área logística e seus respectivos salários (dados disponíveis no Glassdoor): 

  • Analistas de logística: R$ 2.702 ― R$ 6.533;
  • Compradores especialistas: R$ 3.605 ― R$ 12.446;
  • Controller: R$ 3.944 ― R$ 15.869;
  • Coordenador de comércio exterior: R$ 4.168 ― R$ 14.077;
  • Coordenador de logística: R$ 2.438 — R$ 10.213;
  • Gerente de Supply Chain: R$ 4.015 ― R$ 24.603.

Leia mais:

Equipe FM2S

Equipe FM2S

Blog realizado por um membro da equipe FM2S.