Quais competências são essenciais e sua equipe deveria possuir?

competências
18 de agosto de 2019
Última modificação: 18 de agosto de 2019

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Carreira, Gestão de Equipes, Liderança

Quais competências são essenciais e sua equipe deveria possuir?

O conceito de competências como fatores de recrutamento, seleção, contratação e avaliação do desempenho dos funcionários tornou-se muito popular não apenas entre os profissionais de RH, mas também nos escalões gerenciais. No entanto, em mais de três décadas, desde que se tornou um chavão, muitos ainda não estão familiarizados com os detalhes do conceito. Mais ainda, com sua aplicação e utilidade apropriadas.

A competência ainda é igualada ou definida como habilidades, capacidade de executar, capacidade de desempenho e conhecimento. Como tal, o termo foi usado livremente. Embora isso não tenha muita importância quando usado casualmente para significar habilidades físicas e mentais, importa quando usado na análise de trabalho para descrever os requisitos de trabalho e os padrões de desempenho. A competência exige mais do que habilidades e conhecimento. Requer a atitude correta e apropriada que eventualmente se traduz em comportamento.

Competência é a soma total de habilidades, conhecimentos e atitudes, manifestada no comportamento do funcionário. É o “meio” para alcançar os “fins”.

Para os gerentes, as competências são vitais se querem um melhor desempenho em seus funcionários. Seja durante as fases de recrutamento e seleção ou enquanto já estiver a bordo, as competências devem ser identificadas e estudadas. Deve-se ter sempre em mente que as competências exigidas de cada cargo diferem umas das outras. Na análise de tarefas e redação de descrições de cargos, guias rápidos podem facilitar a tarefa. Os seguintes fatores devem ser considerados na determinação das competências apropriadas:

  • Nível de tomada de decisão, responsabilidades e autoridades
  • Nível de interação entre pessoal interno
  • Nível de contato com o cliente e interação entre ações
  • Nível de habilidades físicas e aptitudinais e conhecimento

Muitos estudos foram realizados sobre a questão da competência para cargos gerenciais e de supervisão e eles são categorizados e classificados em:

  • Competências administrativas;
  • Competências de comunicação;
  • Competências de supervisão e;
  • Competências cognitivas

Essas competências foram consideradas as mais importantes ou vitais para a eficácia gerencial e de supervisão.

Para os funcionários de base, o nível de competências físicas e aptidárias formam a maior parte em consideração. Isso se deve à falta ou ausência de tarefas de tomada de decisão que envolvem recursos físicos e de recursos humanos significativos da empresa. Em muitos casos, seus trabalhos envolvem rotinas, manuais e manuais. Comum a todos os trabalhos na categoria de classificação são as competências que melhoram o relacionamento interpessoal, as habilidades físicas e o conhecimento do trabalho.

À medida que sobem os níveis mais elevados de posições organizacionais, as responsabilidades aumentam em escopo, as autoridades aumentam e a gestão de pessoas se torna mais exigente. Como consequência, as competências terão que mudar ou o mix terá que ser alterado para se ajustar aos requisitos do trabalho.Em detalhe, essas competências seriam as seguintes:

Competências Administrativas que envolvem “gestão do trabalho” e isso inclui mais especificamente:

Competências de Comunicação que compreendem:

  • Ouvindo e organizando
  • Clareza da comunicação
  • Obtenção de informações objetivas

Equipes de Supervisão ou Construção de Competências que englobam:

  • Treinamento, mentoring e delegação
  • Avaliação de funcionários e desempenho
  • Assessoria e disciplina

E Competências Cognitivas que envolvem:

  • Identificação e solução de problemas
  • Avaliação de riscos e tomada de decisões
  • Pensando claramente e analiticamente

1. Gestão do tempo e definição de prioridades

Atravessando todos os níveis de posição, o gerenciamento de tempo é considerado uma competência necessária que deve ser possuída por todos. É a capacidade de gerir tanto o seu tempo como os dos outros. Inclui a autodisciplina, controlando as interrupções moldando o comportamento de outras pessoas que têm prioridades variadas e sendo eficiente em termos de tempo e tempo eficiente.

2. Objetivos e definição de padrões

Estabelecer metas e padrões geralmente são competências exigidas de cargos gerenciais e de supervisão. Trata-se da capacidade de determinar atividades e projetos em direção a metas e padrões mensuráveis, estabelecendo-os em colaboração com os outros, de modo a chegar a um entendimento claro e a gerar comprometimento.

3. Planejamento de trabalho e agendamento

Essa competência deve ser possuída por funcionários gerenciais e de supervisão e por aqueles que estão envolvidos na produção. Trata-se de controlar atribuições e processos de mão de obra usando as principais ferramentas e técnicas de gerenciamento. Isso inclui as seguintes habilidades: analisar tarefas complexas e dividi-las em unidades gerenciáveis, selecionar e gerenciar recursos apropriados às tarefas, usar sistemas e técnicas para planejar e agendar o trabalho e definir pontos de controle e controles para monitorar o progresso.

4. Escutar e organizar

É sobre a capacidade de compreender, organizar e analisar o que se está ouvindo para decidir o que pensar e fazer em resposta a uma mensagem. Essas competências são apropriadas para funcionários que lidam com clientes e aqueles que trabalham em equipe, seja como líder ou como membro. Especificamente, elas incluem habilidades como identificar e testar inferências e suposições, superar barreiras para uma escuta eficaz, resumir e reorganizar uma mensagem para a recordação e reter o julgamento que pode influenciar as respostas a uma mensagem.

5. Clareza da Comunicação

Dar informações claras é uma competência que deve ser exigida dos funcionários gerenciais e de supervisão. Seja verbalmente ou por escrito, as mensagens transmitidas ao público (pessoal interno ou clientes) devem ser claras e concisas e devem atingir os objetivos. As habilidades consistiriam em a) superar as barreiras físicas, psicológicas e semânticas nas interações com os outros; b) manter o alvo e evitar as digressões; c) usar persuasão de forma eficaz; e d) manter um clima de benefício mútuo e confiança.

6. Obtendo informações objetivas

Para cargos que envolvem gestão substancial de pessoas, obter informações objetivas é um requisito essencial de competência para garantir a justiça. Essa competência é sobre a capacidade de usar perguntas, investigações e técnicas de entrevista para obter informações imparciais e interpretá-las adequadamente. Ele considera tais habilidades como: usar perguntas diretivas, não-diretivas, projetivas e refletivas de maneira eficaz, empregando a técnica de sondagem do funil, usando métodos de sondagem para obter informações adicionais, reconhecendo significados latentes e subjacentes, confirmando a compreensão e obtendo concordância.

7. Treinamento, mentoring e delegação

Essas competências também devem ser exigidas dos supervisores e gerentes. Elas envolvem a capacidade de desenvolver pessoas sob eles para atingir níveis mais elevados de excelência. As habilidades podem consistir em coaching, aconselhamento, transferência de conhecimento e habilidades e ensino e identificação de funcionários onde as tarefas podem ser transferidas com confiança e segurança.

8. Avaliando funcionários e desempenho

A capacidade de realizar uma avaliação de desempenho construtiva envolvendo avaliação conjunta do desempenho passado, acordo sobre as expectativas futuras são competências gerenciais e de supervisão. As habilidades consistiriam na capacidade de desenvolver parâmetros de avaliação, benchmarking e confronto face a face com os funcionários sendo avaliados sem qualquer preconceito e hesitação.

9. Assessoria e disciplina

A capacidade de aconselhar e aconselhar também impor disciplina de maneira positiva são competências exigidas de cargos gerenciais e de supervisão que lidam com grande número de funcionários. Isso é restaurar, dentro da faixa aceitável de padrões, o desempenho dos funcionários, mantendo o respeito e a confiança. Envolve também a capacidade de impor penalidades e sanções com firmeza e determinação em casos apropriados.

10. Identificação e solução de problemas

A identificação do problema e a obtenção de soluções abrangem funções organizacionais e cargos. É sobre a capacidade de identificar barreiras que impedem alcançar metas e padrões. Também envolve a aplicação de conjuntos sistemáticos de procedimentos para eliminar e reduzir as origens e causas do problema. Requer habilidades como distinguir entre problemas, sintomas e indicadores, insumos e resultados, reunir e avaliar evidências relacionadas a causas, e traçar uma matriz de decisão e eventualmente escolher e recomendar as melhores opções.

11. Avaliação de riscos e tomada de decisões

A avaliação dos riscos e a tomada de decisões são competências exigidas de posições gerenciais mais altas em que a tomada de decisões pode envolver o comprometimento de recursos e processos da empresa, o que poderia ter implicações em toda a organização. A avaliação de riscos e tomada de decisões envolve a capacidade de construir uma matriz de decisão que ajuda a identificar e avaliar alternativas e opções, identificar limites e riscos a serem considerados, atribuir pesos a cada opção e escolher melhor opção para alcançar os objetivos e padrões desejados.

12. Pensando claramente e analiticamente

A capacidade de aplicar um pensamento claro e lógico é uma competência necessária para posições de supervisão e gerenciais. As competências incluem habilidades como determinar premissas válidas que chegam a conclusões lógicas a partir delas, separando fatos de boatos, suposições injustificadas e falsas inferências, aplicando apropriadamente a lógica indutiva e dedutiva, eliminando falácias lógicas, premissas inválidas e conclusões baseadas em informações insuficientes.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − dois =