Por que Recursos Humanos (RH) é tão importante?

recursos humanos
14 de agosto de 2019
Última modificação: 14 de agosto de 2019

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Carreira, Liderança, Melhoria de Processos

Por que Recursos Humanos (RH) é tão importante?

À medida que as empresas crescem, pode tornar-se difícil equilibrar coisas como benefícios de funcionários, preocupações com folha de pagamento e conflitos entre escritórios. Por fim, a empresa atinge massa crítica e a administração precisa decidir se deve ou não colocar os Recursos Humanos (RH) na folha de pagamento.

O problema é que, para muitos negócios focados na produtividade, o valor do RH nem sempre é aparente. Muitas vezes, as empresas podem ver que precisam, mas não sabem se contratar um profissional de recursos humanos (ou terceirizar para uma empresa de RH) trará um ROI positivo. Muitos optam por não colocar em campo uma equipe de RH e, em seguida, descobrem que suas preocupações só se tornam mais graves à medida que a empresa aumenta de tamanho.

Quão importante é o RH para o seu negócio? Os recursos humanos podem ajudar sua empresa a ser mais lucrativa?

O que o RH realmente faz?

Muitos departamentos de RH alcançam o sucesso tratando os funcionários da empresa como seus clientes. Reenquadrar a relação entre RH e funcionário dessa maneira ajuda a manter a perspectiva sobre o objetivo final do RH: ajudar os funcionários a fazer o melhor em seus trabalhos. O trabalho do RH é transformar funcionários em potencial e atuais em membros leais e dedicados da empresa.

A seguir, seis funções básicas desempenhadas por departamentos de RH:

  • Rastrear candidatos e contratar de forma estratégica – fornecer à empresa talentos qualificados e confiáveis
  • Gerenciar benefícios e tempo de folga – gerenciar agendamentos, folgas e benefícios como seguro de saúde
  • Treinamento de gerentes e funcionários – ajudar a elevar a força de trabalho, capacitar gerentes a serem melhores líderes e treinar funcionários para ter um conjunto de habilidades mais profundo e abrangente
  • Simplificar o processo de integração –  é responsabilidade do RH facilitar a integração
  • Resolver conflitos entre escritórios – mediar conflitos entre funcionários e entre funcionários e administradores
  • Lidar com questões legais – garantir que as leis trabalhistas estão sendo seguidas e por lidar com as queixas de discriminação e assédio.

Por que as funções de recursos humanos são importantes?

Qual a importância das funções de RH? Vamos dar uma olhada na importância de cada função separadamente.

Rastrear candidatos e contratar estrategicamente

O processo de recrutamento é difícil. Pode levar muito tempo para ir do anúncio inicial de emprego até a contratação para atingir o pico de produtividade. Muitos gerentes não têm tempo suficiente em sua programação para dar a contratação da atenção que merecem, muitas vezes resultando em decisões de contratação menos do que estelares, processos de integração sem brilho e altos níveis de frustração para gerentes e novos contratados. Os profissionais de RH ajudam a lidar com esse processo, facilitando a localização de talentos de qualidade, contratando o candidato certo e agilizando o processo rapidamente.

Gerenciar benefícios e tempo fora

A compensação não é o único critério pelo qual os funcionários atuais e futuros medem um trabalho. Os benefícios e o tempo de folga também são considerações sérias e são essenciais para garantir o envolvimento em sua força de trabalho. Sem um profissional que entenda como priorizar os benefícios, esses detalhes importantes raramente obtêm o foco e a estratégia de que precisam.

Empregar profissionais de RH significa ter alguém para negociar com empresas de seguro de saúde. Alguém que possa notificá-lo se algum de seus funcionários estiver fazendo uso excessivo (ou subutilizado) de seus dias de férias/doença ao longo do tempo. Alguém para ajustar os benefícios e criar programas de incentivo para manter os ânimos elevados e alguém que possa promover o conhecimento e o uso dos benefícios que sua organização oferece.

Treinamento de gerentes e funcionários

Mais da metade do problema de engajamento dos funcionários é a disponibilidade (ou falta dela) de progressão e desenvolvimento na empresa. A maioria dos profissionais quer mobilidade ascendente: desafios adicionais, responsabilidade adicional e acréscimos ao seu salário. Quando eles sentem que nunca serão reconhecidos ou apreciados por seus esforços ou talento, o engajamento cai drasticamente e os funcionários começam a pensar em sair.

Ter profissionais de RH que podem ajudar os funcionários e gerentes a desenvolver suas habilidades vira a maré nessa luta. O treinamento e o desenvolvimento de funcionários ajudam os funcionários a se qualificarem para cargos mais avançados e o treinamento e desenvolvimento de RH para gerentes significa que eles serão mais capazes de obter o melhor trabalho de suas equipes.

Simplificar o processo de integração

Apenas 32% das organizações têm programas de integração formais e mais da metade dos funcionários afirma que eles poderiam fazer seu trabalho melhor se tivessem um treinamento melhor. Integração é a chave. Os funcionários que estão “altamente satisfeitos” com a experiência de integração da empresa têm duas vezes mais chances de se sentirem confortáveis ​​no primeiro ano com a empresa.

Uma equipe de RH pode ajudar a criar um processo de integração mais envolvente e mais eficaz. Além disso, eles podem criar uma integração específica para o trabalho em questão, para que seus funcionários não ingressem nos 36% de funcionários que não recebem treinamento relevante.

Resolver conflitos entre escritórios

As disputas no local de trabalho podem ser muito difíceis de navegar e nem se espera que os funcionários nem os gerentes saibam como chegar a uma solução pacífica sem treinamento adequado. E, vamos encarar, treinar todos os funcionários extensivamente na resolução de conflitos nem sempre é uma solução viável.

As equipes de RH que treinaram na resolução de conflitos estão preparadas para lidar com as dificuldades do conflito interpessoal e treinar um único departamento é muito mais fácil (e menos dispendioso) do que treinar toda uma organização.

Lidar com questões legais

Sem um profissional de RH dedicado, pode ser difícil acompanhar todas as leis e regulamentações aplicáveis ​​e garantir que a empresa esteja no caminho certo. Além disso, sem nenhum profissional de RH para recorrer quando há um problema, os problemas podem não ser resolvidos até se tornarem litígios.

Como faço para calcular o ROI do RH?

Como você mede algo tão abstrato quanto o impacto dos recursos humanos na sua empresa? Há vários indicadores-chave de desempenho que você pode avaliar para ter uma ideia do tipo de retorno que recebe dos seus esforços de RH. Vamos começar com dois KPIs fáceis: taxas de rotatividade e absentismo.

Taxas de rotatividade

Se seus esforços de RH estão funcionando, suas taxas de rotatividade devem estar diminuindo. Ou, no mínimo, elas não deveriam estar piorando. Medir suas taxas de rotatividade envolve usar uma equação simples para ver qual porcentagem de sua força de trabalho ou equipe entregou em um determinado período de tempo.

Absentismo

Tenha em mente que o absenteísmo geralmente se refere a ausências não planejadas (em outras palavras, os dias de férias pagos planejados não contam). Taxa de ausência = Total de dias de trabalho ausentes ÷ (Número de dias úteis no ano x Média da população de funcionários da empresa)

Quais as consequências de não ter um RH na sua empresa?

O desprezo de implementar uma estratégia de RH pode ter consequências graves, incluindo as seguintes:

Práticas de contratação inadequadas

Sem o gerenciamento de recursos humanos, é provável que você esteja usando algum tipo de anúncio de emprego. E é provável também que você não esteja dando à entrevista e ao processo de contratação a atenção que precisa, o que resulta em não atrair o talento certo e não contratar os funcionários certos. E nenhuma empresa pode pagar por más contratações.

Gestão deficiente de benefícios

Sem uma equipe de RH, você corre o duplo risco de ser menos competitivo na área de benefícios e estar fora de conformidade com os benefícios que realmente oferece. Isso é mais do que simplesmente um problema legal ou orçamentário, especialmente porque a maioria dos funcionários teria benefícios adicionais em relação a um aumento de salário, tanto entre a Geração X (84%) quanto na geração Y (89%).

Pobre comprometimento com sua organização

Assim como os profissionais estão à procura de benefícios importantes, como cobertura adaptável dos serviços de saúde e agendamento flexível, eles também buscam oportunidades de progresso. Sem um profissional de RH para garantir que eles recebam o treinamento e a orientação necessários para se prepararem para o avanço, eles têm a mesma probabilidade de não abandonar o navio.

Má percepção da sua organização

Na maioria das vezes, a falta de um processo de integração não é prejudicada, a menos que haja alguém especificamente designado para a tarefa e, sem profissionais de RH, raramente há alguém na empresa que tenha tempo para se dedicar à integração.

Ambiente de trabalho tóxico

Ambientes de trabalho tóxicos são problemas reais. Eles podem prejudicar seriamente sua saúde. Da força de trabalho como um todo, 74% estão dispostos a começar a procurar novos empregos e 32% já estão fazendo isso. Sem uma estratégia de RH para ajudar a melhorar a cultura da empresa e moderar os conflitos no escritório, as taxas de desligamento e desligamento dos funcionários continuarão altas.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *