Seis Sigma em finanças: quais são seus benefícios?

seis sigma
25 de agosto de 2021
Última modificação: 15 de setembro de 2021

Autor: Paulo Oliveira
Categorias: Seis Sigma

O ambiente financeiro internacional está mais interconectado do que nunca, com os efeitos das políticas monetárias instáveis ​​ou inconsistentes sendo sentidos muito além de uma única organização. Na economia globalizada, os problemas operacionais e de política nas organizações financeiras podem ter graves consequências econômicas em todo o mundo. Pensando nisso, o Seis Sigma é uma metodologia já difundida que traz diversos benefícios para os negócios, inclusive para área de finanças.

À medida que esses efeitos em cascata tornam-se cada vez mais perceptíveis, a capacidade de analisar criticamente e melhorar os processos de uma organização é uma habilidade de carreira cada vez mais valiosa. Embora técnicas de gerenciamento como Lean Seis Sigma tenham raízes na manufatura, existem inúmeras aplicações para finanças e contabilidade, que podem ajudar a corrigir ineficiências operacionais e minimizar os riscos em uma organização.

Por que o Seis Sigma é importante para finanças?

O Seis Sigma é uma metodologia de melhoria contínua que visa eliminar o que não agrega valor dentro de um negócio. Por mais que tenha raízes na manufatura, traz diversos benefícios para o setor de finanças, por exemplo: identificar problemas no fluxo de trabalho que pesam na contenção de gastos.

Cada vez mais, organizações estão buscando profissionais que tenham afinidade com dados e atuem como agentes de melhoria, por isso, as certificações Seis Sigma são um passo na carreira para quem busca destaque no mercado de trabalho.

Comece o curso de White Belt gratuito FM2S e entenda como a metodologia pode ajudar você a otimizar seu setor:

White belt

Quais são os benefícios do Seis Sigma em Finanças?

A aplicação dos princípios de Lean Seis Sigma em finanças pode criar vantagens competitivas para organizações em quase todos os setores:

  • Redução de erros
  • Identificação de problemas
  • Melhorias através de roteiros

Quais são os exemplos de Seis Sigma em Finanças?

Dessa forma, os exemplos destacados a seguir oferecem uma visão detalhada de como essa metodologia e suas ferramentas podem ser usadas para fazer mais do que simplificar as operações – também podem melhorar a cultura de toda a organização.

Como o Lean Seis Sigma reduz o erro em finanças?

Permite operações mais eficientes em departamentos que não estão totalmente focados na manufatura. Um estudo de caso sobre aplicação de Lean Seis Sigma em finanças, feito pelas universidades de Seattle e Zayed, descobriu que erros de faturamento resultaram em contas de clientes sendo cobradas menos do que o valor devido em aproximadamente 60% do tempo. Porém, após a aplicação do Lean Seis Sigma, a organização quase eliminou esse problema.

Como o Lean Seis Sigma ajuda a identificar os problemas em finanças?

Um dos pontos fortes é a utilização de métodos quantitativos para identificar os principais pontos de impacto (KPI). Depois que os problemas de eficiência forem identificados, o Lean Seis Sigma pode ser usado para resolver esses problemas de maneira discreta e específica.

Quais são os roteiros de melhoria aplicados em Lean Seis Sigma?

A principal ferramenta para identificar KPIs ou problemas associados no Lean Seis Sigma são os roteiros de melhoria. Ao definir os limites e as necessidades do processo atual, os profissionais podem identificar problemas com os procedimentos existentes e usar essas descobertas para melhorá-los ou remover processos que não estão gerando valor.

Assim, o roteiro utilizado é conhecido como DMAIC, na qual é um acrônimo para  Definir, Medir, Analisar, Melhorar e Controlar. O emparelhamento do DMAIC com essas estratégias de Lean Seis Sigma oferece uma maneira poderosa de analisar e melhorar objetivamente as operações dentro de uma organização.

Quais são os exemplos de Seis Sigma em contabilidade?

Ao aplicar Lean Seis Sigma em contabilidade, por exemplo, o departamento de contas a pagar é uma área-chave de oportunidade. Imagine que uma empresa precise processar um volume maior de faturas. A metodologia serve para definir as diretrizes para o processamento bem-sucedido de uma fatura preenchida, medir a taxa de sucesso atual com base nessas diretrizes e analisar os dados coletados para identificar onde e como o desperdício está ocorrendo.

Os resultados podem mostrar que, embora as faturas sejam concluídas em tempo hábil, o tempo de espera para os gerentes aprovarem os pagamentos é muito longo. Uma vez que um gargalo tenha sido identificado, o processo de aprovação pode ser aprimorado para controlar o sucesso futuro do processo.

Quais são os exemplos de Lean Seis Sigma em finanças?

Já para a aplicação na área de finanças, os processos associados a empréstimos são uma boa oportunidade. Por exemplo, um banco que deseja agilizar suas operações de processamento de crédito pode começar rastreando todos os empréstimos processados ​​por três meses. Os fatores importantes a serem considerados nesse exercício são o tempo e o esforço necessários para processar totalmente o crédito.

A alta variação na quantidade de tempo necessária para concluir essas tarefas é um sinal de que melhorias de eficiência podem ser feitas. A partir daí, o Lean Seis Sigma pode ser usado para construir um mapa de processo que identifica todas as etapas, bem como os relacionamentos entre elas.

As áreas comuns para melhorias relacionadas ao processamento de empréstimos incluem a redução da quantidade de dados processados ​​manualmente e a padronização de como os dados do solicitante do empréstimo são coletados e armazenados.

Como é a Melhoria contínua em Lean Seis Sigma?

Lean Seis Sigma é uma metodologia de melhoria contínua, portanto, este treinamento continua a ser mesmo depois de sua introdução inicial. Assim, ao implementar o processo DMAIC, as organizações são capazes de aplicá-lo na criação de novos fluxos de trabalho e processos, além de melhorar os existentes.

Embora a aplicação inicial da metodologia muitas vezes se concentre diretamente em melhorias de produtos e processos específicos, empresas como uma empresa de rede que  produziu resultados que vão muito além de seu trabalho diário.

Além disso, estudos que analisaram os efeitos de longo prazo da aplicação de Lean Seis Sigma em grandes empresas, encontraram melhorias em muitas áreas de negócios. Por exemplo, durante a reestruturação da Capital One, um estudo identificou os seguintes benefícios impulsionados pelo Lean Seis Sigma:

  • Redução na taxa de erros de digitação;
  • Aumento da satisfação do cliente;
  • Maior adesão dos funcionários às ferramentas LSS, como DMAIC.

Como aplicar o Lean Seis Sigma em finanças?

Apesar da estrutura poderosa de melhoria oferecida pelo Lean Seis Sigma. O aproveitamento eficaz de ferramentas como mapeamento de processos geralmente requer uma mudança de cultura nas organizações que as adotam.

Desse modo, uma das principais características de alavancar com sucesso Lean Seis Sigma em finanças e contabilidade é a capacidade de dar um passo atrás e olhar para os processos existentes objetivamente para reconhecer que, mesmo que um processo já exista por décadas, pode não ser a maneira mais eficiente de fazer as coisas.

Primeiro passo

Primeiro passo para aplicação de um processo de melhoria é identificar os principais gargalos em seus processos. Assim, reconhecer como os processos internos do departamento podem impactar outras partes interessadas dentro e fora de uma organização, passa ser fundamental para aplicação dar certo.

Uma ferramenta boa para analisar desconexões em seus processos é o SIPOC. Nele você vê quem é seu cliente e fornecedor, vê o passo a passo do seu processo. Fora as entradas e saídas para obtenção do seu produto. Assim, após fazer um SIPOC você vai entender melhor as dores de sua empresa.

Segundo passo

Em seguida, depois de descobrir o que é preciso melhorar, você deve investir em profissionais com a certificação Green e Black Belt. Com intuito de esses profissionais conduzirem seu projeto com maestria. Desse modo, um ótimo lugar para se certificar ou certificar seus empregados é a FM2S, empresa que já emitiu mais de 37 mil certificados para os seus mais de 80 mil alunos.

Terceiro passo

Um projeto de Lean Seis Sigma baseia-se em melhoria contínua. Assim, para dar certo é necessário constância para obtenção de resultados a longo prazo.

Por que aprender Lean Seis Sigma?

A aplicação de Seis Sigma em finanças oferece benefícios ao gerenciar processos existentes, bem como ao buscar inovação. A metodologia se expandiu muito além do setor de manufatura e agora é usada em praticamente todos os setores.

Desse modo, independente do setor em que você trabalhe, certificar-se é um ótimo caminho para acelerar sua carreira. Além de trazer melhorias constantes para sua organização, podendo até elevar seus salários.

Leia mais no blog:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *