Linguagem corporal em filmes: como elas podem te ajudar

Linguagem corporal
04 de junho de 2021
Última modificação: 28 de setembro de 2021

Autor: Paulo Oliveira
Categorias: Carreira

Você sabe o que é linguagem corporal ?

Geralmente nos preocupamos muito com as palavras que devemos utilizar em nossa comunicação e esquecemos que se comunicar vai muito além disso.

A forma como nos comunicamos com as palavras já tem um força considerável como o próprio Alvo Dumbledore, um dos maiores magos que já existiram – na saga Harry Potter. Disse: ” Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remediá-los.”

Além disso, podemos levar esta reflexão para outras formas de comunicação. Como exemplo de sinais não verbais, postura e até mesmo o tom da voz.

Dessa forma, neste artigo definimos o que é a linguagem corporal – e como você pode interpretá-la para entender e se comunicar com as pessoas de maneira mais eficaz.

O que é linguagem corporal?

Simplificando, a linguagem corporal é o elemento não falado de comunicação que usamos para revelar nossos verdadeiros sentimentos e emoções.

É a expressão facial relaxada que se abre em um sorriso genuíno – com a boca voltada para cima e os olhos enrugados. Pode ser uma inclinação da cabeça que mostra que você está ouvindo, sentado ou em pé para transmitir interesse ou direcionando a atenção com gestos manuais. Também pode ser tomar cuidado para evitar uma postura defensiva, com os braços cruzados ou bater os pés inquietos.

Linguagem corporal em filmes

Filmes, séries e livros sempre buscam conectar o espectador com os personagens. Dessa forma, uma das estratégias para fazer a conexão é a linguagem corporal, pois ela transmite o psicológico do personagem e a forma que ele reage a situações.

Por isso, neste artigo utilizaremos alguns exemplos de filmes, com o intuito de fazer você entender a importância da linguagem corporal e associá-la a momentos vistos na telinha ou literatura.

Exemplo simples de linguagem corporal

Voltando a falar de Alvo Dumbledore, podemos citar o trecho do livro “Harry Potter e a pedra filosofal” no qual o diretor de Hogwarts recebe os alunos na escola. No trecho a escritora da obra, J.K Rowlling, descreve a cena da seguinte forma:

“Alvo Dumbledore se levantara. Sorria radiante para os estudantes, os braços bem abertos, como se nada no mundo pudesse ter-lhe agradado mais do que vê-los todos reunidos ali.”

Neste momento Dumbledore não diz nenhuma palavra, mas se comunica com alunos  através de seus movimentos e expressões. Ou seja, de sua linguagem corporal.

Por exemplo, ao sorrir, ato que Dumbledore sempre faz em seus diálogos, o mago transmite empatia e benevolência aos alunos. Já os braços abertos  revelam que ele não tem nada a esconder, sendo um sinal de credibilidade e de sinceridade. Dessa forma, o gesto de abrir os braços transmite calma (paciência) , segurança e confiança e pode ser utilizado também durante uma reunião ou entrevista.

Utilidade de saber linguagem corporal

Quando você pode “ler” sinais como esses, pode entender a mensagem completa do que alguém está lhe dizendo. Você estará mais ciente das reações das pessoas ao que você diz e faz. E você poderá ajustar sua linguagem corporal para parecer mais positiva, envolvente e acessível.

A ciência da linguagem corporal

Você provavelmente já ouviu a estatística de que apenas 7% de uma mensagem é transmitida por meio de palavras e os outros 93% vêm da comunicação não verbal.

comunicacao-assertiva

Outro dado importante de ressaltar é número de gestos que os palestrantes mais vistos no Tdex London têm em relação aos menos vistos. Enquanto os palestrantes com menos visitas fazem 272 gestos com as mãos, os mais famosos realizam 465. Dessa forma, esses dados apenas demonstram a importância da linguagem corporal.

Quer aprender melhor como se comunicar? baixe nosso e-book e assista o vídeo a seguir sobre os princípios da cominação assertiva

Como ler a linguagem corporal

Estar ciente da linguagem corporal dos outros significa que você pode captar questões não faladas ou emoções negativas. Aqui estão alguns sinais não-verbais a serem observados.

Exemplos de linguagem corporal em conversa

As conversas difíceis são um fato desagradável da vida. Talvez você esteja lidando com um cliente rude, dando feedback negativo a um funcionário ou negociando um contrato.

Situações como essas costumam ser complicadas por sentimentos de nervosismo, estresse ou mesmo raiva. E, embora possamos tentar escondê-las, essas emoções costumam transparecer em nossa linguagem corporal.

Comportamento de desinteresse

Se alguém está exibindo um ou mais dos seguintes comportamentos, provavelmente estará desinteressado ou infeliz.

  • Braços cruzados na frente do corpo.
  • Expressão facial mínima ou tensa.
  • O corpo se afastou de você.
  • Olhos baixos, mantendo pouco contato.

Estar ciente desses sinais pode ajudá-lo a ajustar o que você diz – e como você o diz. Dessa forma, você pode fazer a outra pessoa se sentir mais à vontade e aberto à persuasão.

Por exemplo, inspirado pelas aventuras de Arsène Lupin, o ladrão gentil  Assane Diop, da série Lupin do Netflix, utiliza da linguagem corporal na maioria de seus golpes. Dessa forma, em um golpe Assane Diop precisa convencer uma senhora que é policial. Nesta situação ele se mantém sempre positivo sorrindo, com a postura ereta e quando sentado permanecia com as mãos em cima dos joelhos e cabeça erguida olhando diretamente nos olhos da senhora.

Esta postura ajudou Assane em seu golpe e pode ajuda-lo a ser mais persuasivo em uma reunião ou negociação.

A linguagem corporal de um público entediado

Ao fazer uma apresentação você deseja que as pessoas ao seu redor estejam totalmente engajadas. Por isso, aqui estão alguns indicadores claros de que eles podem estar entediados com o que você está dizendo.

  • Sentados curvados, com a cabeça baixa.
  • Olhando para outra coisa ou para o espaço.
  • Mexer-se, mexer nas roupas ou mexer com canetas e telefones.
  • Escrever ou rabiscar.

Seguindo o exemplo de filmes, em Shrek 2 quando Fiona, Shrek e Burro vão para o reino de tão tão distante, o casal de ogros se demonstram cabisbaixos olhando pro nada, enquanto o Burro tenta se distrair de alguma forma ou fica perguntando se “Já chegou”, claramente entediado.

Todos nós já passamos por uma situação parecida em alguma reunião maçante ou apresentação que não era de nosso interesse, onde ficávamos nos perguntando “já acabou”. Porém, pior do que estar nesse tipo de apresentação, é quando você esta apresentando e as pessoas se sentem dessa forma.

Recuperando as pessoas entediadas

Uma forma reconquistar as pessoas fazendo-lhes uma pergunta direta ou convidando-as a contribuir com uma ideia. Deixar que os colaboradores se sintam parte de sua apresentação, faz eles ficarem mais interessados no que você diz.

Análise da linguagem corporal – projetando positividade

Muitos personagens de filmes projetam positividade em suas ações. Neste post mesmo citamos o fato do Dumbledore sempre sorrir para transmitir empatia e Assane Diop que usa seu sorriso para persuadir.

Siga o exemplo de Dumbledore inspire pessoas se comunicando. Para isso baixe nosso e-book de comunicação para inspirar.
comunicação para inspirar

Desse modo, se espelhando nesses personagens fica evidente que a linguagem corporal positiva apoia seus pontos, ajuda a transmitir ideias com mais clareza e evita o envio de mensagens confusas. 

Por isso, citaremos abaixo algumas posturas básicas que você pode adotar para projetar autoconfiança e abertura.

Linguagem corporal para uma boa primeira impressão

Essas dicas podem ajudá-lo a ajustar sua linguagem corporal para que você faça um ótimo primeira impressão.

  • Tenha uma postura aberta. Fique relaxado, mas não relaxe! Sente-se ou fique em pé e coloque as mãos ao lado do corpo. Evite ficar com as mãos nos quadris, pois isso pode comunicar agressão ou desejo de dominar.
  • Use um aperto de mão firme. Mas não se empolgue! Você não quer que isso se torne estranho, agressivo ou doloroso para a outra pessoa.
  • Mantenha um bom contato visual. Tente manter o olhar da outra pessoa por alguns segundos de cada vez. Isso vai mostrar a eles que você é sincero e comprometido. Mas evite transformá-lo em um concurso de encarar! 

Evite tocar em seu rosto. Se o fizer enquanto responde às perguntas, pode ser visto como um sinal de desonestidade. Embora nem sempre seja esse o caso, você deve evitar mexer no cabelo ou coçar o nariz, para transmitir confiabilidade.

Exemplos de linguagem corporal para uma fala pública eficaz

Uma  linguagem corporal positiva pode ajudá-lo a envolver as pessoas, mascarar os nervos de  apresentação  e projetar confiança quando você fala em público.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a fazer isso:

  • Tenha uma postura positiva. Sente-se ou fique em pé, com os ombros para trás e os braços estendidos ao longo do corpo ou à sua frente. Não fique tentado a colocar as mãos nos bolsos ou desleixo, pois isso fará com que você pareça desinteressado.
  • Mantenha a cabeça erguida. Sua cabeça deve estar ereta e nivelada. Inclinar-se muito para a frente ou para trás pode fazer você parecer agressivo ou arrogante.
  • Pratique e aperfeiçoe sua postura. Fique de pé relaxado, com o peso distribuído uniformemente. Mantenha um pé ligeiramente à frente do outro para ajudar a manter a postura.
  • Use gestos com as mãos abertas. Abra as mãos, à sua frente, com as palmas voltadas ligeiramente para o público. Isso indica uma vontade de comunicar e compartilhar ideias . Mantenha os braços próximos ao corpo. Tome cuidado para evitar a super expressão, ou as pessoas podem se concentrar mais em suas mãos do que em suas ideias.

Dica:

Se você notar uma queda na concentração do público, incline-se ligeiramente para a frente enquanto fala. Isso sugere que você está confiando neles e ajudará a recuperar a atenção deles.

Linguagem corporal para entrevistas e negociações

A linguagem corporal também pode ajudá-lo a manter a calma em situações onde as emoções estão em alta, como uma negociação, avaliação de desempenho   ou entrevista. Siga estas sugestões para neutralizar a tensão e mostrar abertura:

  • Use o espelhamento. Se puder, espelhe sutilmente a linguagem corporal da pessoa com quem está falando. Isso fará com que eles se sintam mais à vontade, e podem construir relacionamento. Mas não copie todos os seus gestos ou você os deixará desconfortáveis.
  • Relaxe seu corpo. Mantenha a aparência de calma mantendo as mãos imóveis e respirando lentamente.
  • Pareça interessado. Se você fizer uma pergunta complexa, não há problema em tocar rapidamente sua bochecha ou acariciar o queixo. Mostra que você está refletindo sobre sua resposta.

 Dica:

A especialista em linguagem corporal Amy Cuddy recomenda fazer uma “pose de poder” por dois minutos, em particular, antes de uma situação estressante. Ele engana os níveis de hormônio do seu corpo para que você se sinta mais confiante e menos estressado.

Linguagem corporal virtual

Você também pode aplicar muito da orientação da linguagem corporal acima às vídeo chamadas. Você terá apenas um pouco menos de espaço – e corpo – para trabalhar! Aqui estão algumas maneiras de mostrar seu entusiasmo e ajudar a fazer com que os participantes da chamada se sintam confortáveis ​​e receptivos às suas ideias:

  • Prepare a câmera da maneira certa. Isso significa que você está perto o suficiente para mostrar interesse, mas não muito perto para invadir o espaço virtual das pessoas. E deixe espaço para gestos sem bater na tela!
  • Organize seu espaço de trabalho ou encontre uma área tranquila para sua vídeo chamada. Assim, você minimiza suas distrações e dos participantes.
  • Mantenha contato visual. Olhe para a câmera como se estivesse olhando nos olhos de alguém. Se for uma chamada em grupo, olhar os participantes ao redor permitirá que você olhe sem olhar.
  • Use expressões faciais. Seu rosto está à frente e no centro em uma vídeo chamada, então mantenha um leve sorriso durante todo o tempo. Levante as sobrancelhas para mostrar envolvimento e evite franzir a testa.

Como você usa sua linguagem corporal?

As dicas fornecidas neste artigo são um bom guia geral para interpretar a linguagem corporal, mas não se aplicam a todos.

Por exemplo, as pessoas podem ter uma experiência cultural diferente da sua e gestos positivos em um país podem ser negativos em outros.

Portanto, reflita sobre como você usa sua linguagem corporal – e evite fazer suposições! Se você está recebendo sinais mistos de alguém, pergunte o que está pensando. Afinal, interpretar a linguagem corporal deve ser um complemento para falar e ouvir com atenção, não um substituto para isso.

Pontos principais

A linguagem corporal é a gama de sinais não-verbais que você usa para comunicar seus sentimentos e intenções. Isso inclui sua postura, expressões faciais e gestos com as mãos.

Sua capacidade de compreender e interpretar a linguagem corporal pode ajudá-lo a captar questões não faladas ou sentimentos negativos nos outros.

Você também pode usar a linguagem corporal de maneira positiva para dar mais força às suas mensagens verbais.

Leia Mais

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *