Motivação: A chave para conseguir bons resultados

Motivação-a-chave-para-bon-resultados
19 de maio de 2021
Última modificação: 16 de julho de 2021

Autor: Paulo Oliveira
Categorias: Blog, Gestão de Equipes, Liderança

Mantenha seu time motivado, pois a motivação é a chave para sucesso de seus liderados. Neste artigo, vamos analisar as principais teorias, estratégias e ferramentas que você pode usar para ajudar seu pessoal a se manter entusiasmado com seu trabalho.

Incentive sua equipe a voar alto

Seu pessoal pode ter todo o conhecimento do mundo, mas, se não estiver motivado, é improvável que alcance seu verdadeiro potencial.

Por outro lado, o trabalho parece fácil quando as pessoas estão motivadas.

Pessoas motivadas têm uma visão positiva, estão entusiasmadas com o que estão fazendo e sabem que estão investindo seu tempo em algo que realmente vale a pena. Em suma, as pessoas motivadas gostam de seus empregos e têm um bom desempenho.

Todos os líderes eficazes desejam que suas organizações estejam repletas de pessoas nesse estado de espírito. É por isso que é vital que você, como líder e gerente, mantenha sua equipe motivada e inspirada. Mas é claro que isso pode ser mais fácil de falar do que fazer!

O que é motivação ?

Na psicologia, motivação é a força propulsora (desejo) por trás de todas as ações de um organismo. Ou seja, um processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços de uma pessoa para o alcance de determinada meta.

Elementos da motivação

Figura 1: elementos da motivação

Do mesmo modo que é mostrado na Figura 1, há três elementos básicos para sustentar a motivação, sendo eles a persistência, intensidade e direção. Sendo assim, podemos afirmar que a ausência de algum desses fatores trará redução na motivação, pois todos passos estão interligados em um ciclo.

Dessa forma, concluímos que pessoas motivadas tendem a se manter na realização da tarefa até que seus objetivos sejam atingidos. Mas apenas uma alta intensidade não levará a resultados favoráveis de desempenho profissional, a menos se for canalizada em uma direção favorável à organização.

Tipos de motivação

O tipo de motivação mais fácil de se analisar, ao menos superficialmente, é aquele baseado em necessidades fisiológicas óbvias. Porém neste artigo não iremos falar sobre este modelo de motivação e sim sobre como motivar o seu time.

Dessa forma, é correto afirmar que existem dois tipos principais de motivação – extrínseca e intrínseca.

Motivação extrínseca

Este tipo de motivação é utilizado quando você usa fatores externos para encorajar sua equipe a fazer o que você quer. Como exemplo de aumentos salariais, folgas, verificações de bônus e a ameaça de perda do emprego, sendo alguns positivos, outros nem tanto.

Motivação intrínseca

Neste caso, a motivação é interna, ou seja, consiste em ter um desejo pessoal de superar um desafio, de produzir um trabalho de alta qualidade ou de interagir com membros da equipe de quem você gosta e confia. Pessoas intrinsecamente motivadas obtêm grande satisfação e prazer com o que fazem.

Qual escolher entre eles?

Cada membro da equipe é diferente e provavelmente terá motivadores diferentes. Portanto, é importante conhecer seu pessoal, descobrir o que os motiva e encontrar uma boa mistura de motivadores extrínsecos e intrínsecos, para que você possa motivá-los com sucesso.

Motivação no local de trabalho

Você não pode controlar diretamente o interesse de uma pessoa em seu trabalho. É claro que um indivíduo tem alguma responsabilidade por se motivar, mas você pode encorajar esse processo criando um ambiente que o ajude a se tornar mais intrinsecamente motivado. Indivíduos, equipes e até organizações inteiras podem colher as recompensas.

Pessoas motivadas são altamente adaptáveis, especialmente quando se trata de mudanças, e têm uma atitude positiva no trabalho. Eles ajudam a difundir a boa reputação de uma organização, reduzir as taxas de absenteísmo e melhorar o desempenho e o lucro. Eles também trabalham duro para atingir seus objetivos e trabalham com um senso de urgência maior do que pessoas desmotivadas.

Motivação na gestão

Como gerente, você pode usar as etapas e estratégias a seguir para criar um ambiente motivador para sua equipe.

Passo 1: Verifique suas suposições

Você pode não perceber, mas seu estilo de gestão é fortemente influenciado pelo que você acredita sobre seu pessoal.

Por exemplo, você acha que os membros da sua equipe não gostam de trabalhar e precisam de supervisão contínua? Ou você acredita que eles ficam felizes em fazer seu trabalho e provavelmente terão mais responsabilidade e liberdade?

Essas duas crenças fundamentais formam a espinha dorsal do conceito de motivação de equipe, Teoria X e Teoria Y.

Os gerentes da Teoria X são líderes autocráticos, Ou seja, são autoritários e presumem que precisam supervisionar as pessoas constantemente. Eles acreditam que os membros de sua equipe não querem ou precisam de responsabilidade e que devem motivar as pessoas extrinsecamente para produzir resultados.

Os gerentes da Teoria Y acreditam que os membros de sua equipe desejam mais responsabilidade e devem ajudar a tomar decisões. Eles presumem que todos têm algo valioso a oferecer.

Em suma, suas crenças sobre a motivação dos membros da equipe afetam a maneira como você se comporta em relação a eles. Portanto, é importante pensar cuidadosamente sobre como você vê seu pessoal e explorar o que você acredita que realmente os motiva. (Pode ajudar pensar sobre isso de sua própria perspectiva – você prefere que seu próprio chefe gerencie você usando a Teoria X ou a Teoria Y? E por quanto tempo você permaneceria trabalhando para um gerente da Teoria X?)

Etapa 2: Elimine a Insatisfação e Crie satisfação

O psicólogo Fredrick Herzberg disse que você pode motivar sua equipe eliminando elementos de insatisfação no trabalho, criando condições para a satisfação dentro dele.

Em sua Teoria da Motivação-Higiene, ele observou como as causas da insatisfação geralmente surgem de políticas irritantes da empresa, supervisão intrusiva ou falta de segurança no emprego, entre outros. Se você não resolver esses problemas, as pessoas não ficarão satisfeitas no trabalho e motivá-las será difícil, senão impossível.

Depois de remover os elementos de insatisfação com o trabalho, você pode começar a fornecer satisfação. As fontes de satisfação no trabalho incluem oportunidades claras de avanço / promoção, um maior senso de responsabilidade, programas de treinamento e desenvolvimento contínuos ou simplesmente um sentimento de trabalhar com propósito.

Dessa forma, uma estratégia interessante para motivá los é trabalhar com capacitação, por meio de programas de treinamento. Pois um grande fator para a insatisfação das pessoas é não se sentir preparada para aplicar suas atividades.

Etapa 3: Personalize sua abordagem motivacional

Lembre-se de que sua equipe é composta por indivíduos que têm suas próprias circunstâncias, origens e experiências únicas. Consequentemente, cada pessoa pode ser impulsionada por diferentes fatores motivacionais e ser mais ou menos adepta da automotivação. Por isso, ao fazer um esforço para entender cada membro da equipe, você pode ajudá-los a se manterem motivados.

comunicação

Existem várias ferramentas e estratégias que você pode usar para adaptar sua abordagem à motivação, sendo que nem todas são completamente consistentes umas com as outras. No entanto, é importante lembrar que cada indivíduo e cada situação são diferentes, portanto, certifique-se de escolher a teoria ou modelo que melhor se adapta às suas circunstâncias.

Teorias de motivação

Vamos explorar as teorias com mais detalhes:

A Teoria dos Três Fatores de Sirota

Esta teoria argumenta que existem três fatores cruciais que motivam seu pessoal. Estes são Equidade / Justiça, Realização e Camaradagem. Você pode ajudar a garantir que os membros de sua equipe permaneçam motivados e positivos incorporando cada um desses fatores em seu trabalho.

Teroia da equidade

Figura 2: Teoria da equidade

A Teoria da Motivação Humana de McClelland

McClelland acreditava que todos nós temos três motivadores diferentes, a necessidade de Conquista, Afiliação e Poder, com um deles sendo dominante. Se você estruturar seus motivadores e estilo de liderança em torno do condutor dominante de um membro da equipe, seus esforços deverão produzir bons resultados.

A hierarquia de necessidades de Maslow

Esta teoria identifica cinco necessidades que todos nós temos, da mais básica à mais complexa. Estes são fisiológicos (corporais, segurança e amor). Além das de pertencimento (auto-estima e autorrealização) . A hierarquia de Maslow é geralmente apresentada em uma pirâmide, no qual você coloca as necessidades básicas na parte inferior, porque você precisa atendê-las antes de poder lidar com qualquer uma das mais complexas. De acordo com essa abordagem, você pode motivar sua equipe abordando todos os níveis.

hierarquia-de-necessidades-de-Maslow

Figura 3: hierarquia de necessidades de Maslow

A Teoria do Progresso de Amabile e Kramer

A teoria do progresso destaca como progredir e alcançar pequenas “vitórias” pode ser motivador.  Dessa forma, Amabile e Kramer sugerem seis coisas que você pode fornecer, sendo elas metas e objetivos claros, autonomia, recursos, tempo, suporte e a capacidade de aprender com o fracasso – que dão às pessoas a melhor chance de fazer um progresso reconhecível e significativo no trabalho.

Teoria da Expectativa

Você  pode usar a Teoria da Expectativa  para criar um ambiente de trabalho forte e motivador, onde o alto desempenho é padrão. Ele esclarece a relação entre esforço e resultado, e você pode usá-lo para adaptar recompensas motivacionais às preferências dos indivíduos.

Efeito Pigmalião

No efeito de Pigmalião suas expectativas podem afetar o desempenho dos membros de sua equipe. Por exemplo, quando você duvida que alguém terá sucesso, você pode fazê-lo se sentir desvalorizado e minar sua autoconfiança. Assim, o efeito Pigmalião é útil porque reforça a ideia de que você pode incentivar as pessoas a ter um melhor desempenho no trabalho tendo e comunicando grandes expectativas em relação a elas.

Recompensa financeira

Obviamente, o dinheiro importa, e Noções básicas sobre a compensação estratégica pode ajudá-lo a estruturar as recompensas extrínsecas de sua equipe. Por isso, você pode recompensar as pessoas com aumentos de base, desempenho ou remuneração por desempenho de grupo. Desse modo, é possível afirmar que entender as diferenças entre elas e seus benefícios inerentes pode ajudá-lo a estruturar a compensação financeira de uma forma mais motivadora.

Etapa 4: Use a liderança transformacional

A motivação é vital no local de trabalho. Por isso após de usar as abordagens motivacionais que discutimos acima, você precisa dar o próximo passo para se tornar um líder inspirador e transformador.

Ao adotar esse estilo de liderança, pode motivar e elevar sua equipe a novas alturas e ajudá-la a realizar coisas extraordinárias. Os líderes transformacionais esperam grandes coisas dos membros de sua equipe e, em troca, despertam sentimentos de confiança e lealdade.

Para se tornar um líder transformador, você precisa criar uma visão atraente e inspiradora de um futuro significativo, encorajar as pessoas a aceitar essa visão, gerenciar sua entrega e continuar a construir relacionamentos de confiança com os membros de sua equipe. Reserve um tempo para desenvolver suas próprias habilidades de liderança e concentre-se em seu próprio desenvolvimento pessoal, para que possa se tornar um modelo inspirador para seu pessoal.

Conclusão

Em síntese, como gerente, sua meta é manter os membros da equipe motivados e entusiasmados com o trabalho. Por isso é importante encontrar um equilíbrio entre os motivadores extrínsecos, como aumentos salariais e mudanças nas condições de trabalho, e os motivadores intrínsecos, como atribuir às pessoas tarefas de que gostam.

Primeiramente, analise suas próprias suposições sobre seu pessoal. Pois é importante lembrar que eles provavelmente responderão mais positivamente quando você usar um estilo participativo de gestão, onde eles têm responsabilidades e podem tomar suas próprias decisões.

Trabalho em equipe

Leia Mais

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *