Inteligência emocional: 5 princípios para sua liderança

07 de maio de 2021
Última modificação: 07 de maio de 2021

Autor: Paulo Oliveira
Categorias: Blog, Gestão de Equipes, Liderança

Como está sua inteligência emocional? Aliás, você sabe o que é inteligência emocional?

Se a resposta para as perguntas acima forem não, nós iremos te ajudar neste artigo.

Antes de explicar sobre inteligência emocional, vamos falar de liderança. Desse modo, quando você pensa em um “líder perfeito”, o que vem à mente?

Você pode imaginar alguém que nunca deixa seu temperamento sair do controle, não importa os problemas que esteja enfrentando com muita autoconfiança. Ou você pode pensar em alguém que tem total confiança de sua equipe, ouve sua equipe, é fácil de falar e sempre toma decisões cuidadosas e informadas.

Em ambas situações, as qualidades citadas são de alguém com um alto grau de inteligência emocional.

Dessa forma, neste artigo veremos por que a inteligência emocional é tão importante para os líderes e como você, como líder, pode melhorar a sua.

O que é inteligência emocional?

Inteligência emocional ou IE é a capacidade de compreender e gerenciar suas próprias emoções e as das pessoas ao seu redor. Pessoas com um alto grau de inteligência emocional sabem o que estão sentindo, o que suas emoções significam e como essas emoções podem afetar outras pessoas.

Para os líderes, ter inteligência emocional é essencial para o sucesso. Afinal, quem tem mais probabilidade de ter sucesso, um líder que grita com sua equipe quando está sob estresse ou um líder que permanece no controle e avalia a situação com calma e paciência?

De acordo com Daniel Goleman , um psicólogo americano que ajudou a popularizar a inteligência emocional, existem cinco elementos-chave para isso:

  1. Autoconsciência.
  2. Autorregulação.
  3. Motivação.
  4. Empatia.
  5. Habilidades sociais.

Quanto mais você, como líder, administrar cada uma dessas áreas, maior será sua inteligência emocional. Portanto, vamos examinar cada elemento com mais detalhes e examinar como você pode crescer como líder.

5 princípios da inteligência Emocional para a liderança

Conforme dito anteriormente, a inteligência emocional é uma qualidade essencial para se tornar um bom líder. Portanto, conhecer os 5 princípios da inteligência emocional é um primeiro passo para aplicá – los.

  1. Autoconsciência

    Mais primeiramente, o que é ser autoconsciente?

    Ser autoconsciente é sempre saber como se sente e saber como suas emoções e ações podem afetar as pessoas ao seu redor. Ou seja, ser autoconsciente quando você está em uma posição de liderança também significa ter uma imagem clara de seus pontos fortes e fracos , e isso significa se comportar com humildade .

    Então, o que você pode fazer para melhorar sua autoconsciência?

    • Em primeiro lugar, mantenha um diário – os diários ajudam a melhorar sua autoconsciência. Dessa forma, se você passar apenas alguns minutos por dia anotando seus pensamentos, isso pode levá-lo a um grau mais alto de autoconsciência.
    • Em seguida desacelere – quando você sentir raiva ou outras emoções fortes, desacelere para examinar o porquê. Lembre-se de que, independentemente da situação, você sempre pode escolher como reage a ela. (Nosso artigo sobre como gerenciar suas emoções no trabalho  irá ajudá-lo a entender o que suas emoções estão lhe dizendo.)
  2. Autorregulação

    Líderes que se regulam com eficácia raramente atacam verbalmente os outros, tomam decisões precipitadas ou emocionais, estereotipam as pessoas ou comprometem seus valores. Assim, a autorregulação consiste em permanecer no controle.

    Este elemento de inteligência emocional, de acordo com Goleman, também abrange a flexibilidade e o compromisso do líder com a responsabilidade pessoal .

    Então, como você pode melhorar sua capacidade de autorregulação?

    • Conheça os seus valores – Você tem uma ideia clara de onde você absolutamente não fará concessões? Você sabe quais valores são mais importantes para você? Passe algum tempo examinando seu “código de ética”. Se você sabe o que é mais importante para você, provavelmente não terá que pensar duas vezes ao enfrentar uma decisão moral ou ética – você fará a escolha certa.
    • Responsabilize-se – se você tende a culpar os outros quando algo dá errado, pare. Assuma o compromisso de admitir seus erros e enfrentar as consequências, sejam elas quais forem. Você provavelmente dormirá melhor à noite e rapidamente conquistará o respeito das pessoas ao seu redor.
    • Pratique estar calmo – da próxima vez que estiver em uma situação desafiadora, esteja atento a como você age. Você alivia seu estresse gritando com outra pessoa? Pratique exercícios de respiração profunda para se acalmar. Além disso, tente anotar todas as coisas negativas que deseja dizer e, em seguida, rasgue-o e jogue-o fora. Expressar essas emoções no papel (e não mostrá-las a ninguém!) É melhor do que expressá-las em voz alta para sua equipe. Além do mais, isso o ajuda a desafiar suas reações para garantir que sejam justas!
  3. Motivação

    Líderes motivados trabalham consistentemente em direção a seus objetivos e têm padrões extremamente elevados de qualidade de seu trabalho.

    Como você pode melhorar sua motivação?

    • Reveja por que você está fazendo seu trabalho – É fácil esquecer o que você realmente ama em sua carreira. Portanto, reserve um tempo para lembrar por que você queria este trabalho. Se você está infeliz em seu papel e está lutando para lembrar por que o queria, experimente os Cinco Porquês técnica para encontrar a raiz do problema. Começar pela raiz geralmente o ajuda a ver sua situação de uma nova maneira.
      Além disso, certifique-se de que suas declarações de metas sejam novas e estimulantes. Para saber mais sobre isso, consulte nosso artigo sobre Definição de metas.
    • Saiba onde você está – determine o quão motivado você está para liderar.
    • Tenha esperança e encontre algo bom – Líderes motivados geralmente são otimistas, independentemente dos problemas que enfrentam. Adotar essa mentalidade pode exigir prática, mas vale a pena o esforço.
      Assim, Cada vez que você enfrentar um desafio, ou mesmo um fracasso, tente encontrar pelo menos uma coisa boa sobre a situação. Pode ser algo pequeno, como um novo contato, ou algo com efeitos de longo prazo, como uma lição importante aprendida. Mas quase sempre há algo de positivo, se você procurar.
  4. Empatia

    Para os líderes, ter empatia é fundamental para gerenciar uma equipe ou organização de sucesso. Líderes com empatia têm a capacidade de se colocar na situação de outra pessoa. Eles ajudam a desenvolver as pessoas de sua equipe, desafiam outros que estão agindo de forma injusta, dão feedback construtivo e ouvem quem precisa.

    Se você deseja conquistar o respeito e a lealdade de sua equipe, mostre a eles que você se importa sendo empático.

    Como você pode melhorar sua empatia?

    • Coloque-se na posição de outra pessoa – É fácil apoiar seu próprio ponto de vista. Afinal, é seu! Mas reserve um tempo para olhar as situações da perspectiva de outras pessoas. Veja nosso artigo sobre posições perceptivas  para uma técnica útil para fazer isso.
    • Preste atenção à linguagem corporal – talvez, ao ouvir alguém, você cruze os braços, mova os pés para a frente e para trás ou morda o lábio. Esta linguagem corporal diz aos outros como você realmente se sente a respeito de uma situação, e a mensagem que está transmitindo não é positiva! Aprender a ler a linguagem corporal pode ser uma vantagem real em uma função de liderança, porque você será mais capaz de determinar como alguém realmente se sente. Isso lhe dá a oportunidade de responder apropriadamente.
    • Reaja aos sentimentos – você pede ao seu assistente para trabalhar até tarde – de novo. E embora ele concorde, você pode ouvir a decepção em sua voz. Portanto, responda abordando seus sentimentos. Diga a ele que você aprecia a disposição dele em trabalhar horas extras e que também está frustrado por trabalhar até tarde. Se possível, descubra uma maneira de as futuras madrugadas se tornarem menos problemáticas (por exemplo, dê-lhe folga nas manhãs de segunda-feira).
  5. Habilidades sociais

    Os líderes que se saem bem no elemento de habilidades sociais da inteligência emocional são ótimos comunicadores. Eles estão tão abertos para ouvir notícias ruins quanto boas, e são especialistas em fazer com que sua equipe os apoie e fique entusiasmado com uma nova missão ou projeto.

    Dessa forma, líderes com boas habilidades sociais também são bons em gerenciar mudanças e resolver conflitos diplomaticamente. Raramente ficam satisfeitos em deixar as coisas como estão, mas não se acomodam e obrigam os outros a fazer o trabalho: dão o exemplo com seu próprio comportamento.

    Então, como você pode desenvolver habilidades sociais?

    • Aprenda a resolução de conflitos – os líderes devem saber como resolver conflitos entre os membros de sua equipe, clientes ou fornecedores. Resolução de conflitos de aprendizagem  habilidades são vitais se você deseja ter sucesso.
    • Melhore suas habilidades de comunicação – Você se comunica bem? Nosso questionário de comunicação  o ajudará a responder a essa pergunta e fornecerá um feedback útil sobre o que você pode fazer para melhorar.
    • Aprenda a elogiar os outros – como líder, você pode inspirar a lealdade de sua equipe simplesmente elogiando quando é ganho. Aprender a elogiar os outros é uma arte, mas vale o esforço.

comunicação

5 Dicas de Livros sobre Inteligência emocional

Gostou de saber sobre inteligência emocional? Neste  tópico iremos trazer algumas dicas de escritores e livros para você entrar mais a fundo no assunto.

  • Daniel Goleman – A primeira dica não é um livro e sim um escritor, Daniel Goleman foi a grande referência deste artigo. Além de escritor Daniel era jornalista e psicólogo, sendo o pioneiro no assunto sobre inteligência emocional em seu livro, “Inteligência Emocional, 1995″. Mas se engana que Goleman parou por aí, ele escreveu mais livros sobre assunto, como ”Trabalhar com inteligência emocional, 2000”, “O que faz um líder?, 1998″ e muitos outros sobre emoções e trabalhos.
  • Inteligência Emocional 2.0 – Você Sabe Usar A Sua? – Livro de Travis Bradberry e Jean Greaves que trata da velocidade com que as informações circulam e a quantidade de dados que precisamos armazenar são variáveis absurdas.
  • Agilidade Emocional: abra sua mente, aceite as mudanças e prospere no trabalho e na vida. – Depois de estudar por mais de 20 anos as emoções e auto realização, Susan David descobriu que, por mais inteligentes ou criativas que as pessoas sejam, é a maneira como lidam com seu mundo que determina o quanto serão felizes e bem-sucedidas em todas as áreas da vida.
  • Inteligência Emocional No Trabalho – Hendrie Weisinger lançou um livro que mostra, em linguagem simples, como aplicar os conceitos revolucionários da inteligência emocional no campo das relações profissionais.
  • Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso Este livro de Carol Dweck, revela de forma brilhante como o sucesso pode ser alcançado pela maneira como lidamos com nossos objetivos.

Resumo

Em síntese, Para serem eficazes, os líderes devem ter uma compreensão sólida de como suas emoções e ações afetam as pessoas ao seu redor. Ou seja, quanto melhor um líder se relacionar e trabalhar com os outros, mais bem sucedido ele terá.

Leia mais

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *