Green Belt: 35 coisas que você deve saber

o que um green belt deve saber?
02 de setembro de 2021
Última modificação: 16 de setembro de 2021

Autor: Ana Delforno
Categorias: Seis Sigma

Green Belt é a certificação mais conhecida do Lean Seis Sigma. Nela, são abordados conceitos fundamentais para melhoria de processos nas empresas. Dessa forma, o profissional torna-se apto a transformar uma grande quantidade de dados em informações relevantes para a tomada de decisão.

A partir disso, consegue analisar criticamente os processos, eliminando desperdícios para aumentar a eficiência. Portanto, ao certificar-se em Green Belt, passa a ser reconhecido pela excelência. A seguir, veja 35 pontos que você precisa saber se busca mais informações sobre a certificação.

Ainda não possui certificação Lean Seis Sigma e não sabe por onde começar? Você pode iniciar no nível White Belt. Aprenda a estruturar projetos de baixa complexidade, desenvolvendo e implementando soluções para problemas. Confira nosso curso gratuito de Certificação White Belt FM2S:

White belt

O que um Green Belt deve saber?

  1. De acordo com Dick Costolo, diretor recente do Twitter, o tipo de habilidades para resolver problemas que você ganha com o Green Belt é o que as empresas de ponta de hoje mais valorizam nos futuros funcionários.
  2. Green Belts lideram Projetos Seis Sigma em tempo parcial. Portanto, geralmente 25 a 50 por cento do seu tempo é gasto em projetos Seis Sigma.
  3. Essa é a certificação mais procurada em todos os níveis de “Belt” do Lean Six Sigma.
  4. O Lean Six Sigma segue o ditado, “criatividade antes do dinheiro”. Dessa forma, o Green Belt fornece as ferramentas e técnicas para apoiar a criatividade que as organizações precisam desesperadamente para aumentar o lucro e reduzir custos.
  5. Trabalhar em um projeto do Green Belt leva a uma exposição valiosa tanto para as pessoas quanto para os processos dentro da organização, o que aumenta sua compreensão dos negócios e fornece conexões valiosas.
  6. As ferramentas Lean Seis Sigma sozinhas não sustentam a mudança – é sobre pessoas também. Dessa forma, você aprende a implementar mudanças bem sucedidas, colaborando com as pessoas certas e tratando-as com respeito.
  7. O currículo de treinamento Six Sigma Green Belt varia de empresa para empresa.
  8. Uma pessoa boa não consegue trabalhar bem com um processo ruim. E o Green Belt se concentra em consertar o processo, sem culpar as pessoas que trabalham no processo.
  9. Se você não usar suas novas habilidades dentro de 40 dias, é provável que você as esqueça – use ou perca!
  10. Você não precisa de um projeto Green Belt para aplicar as ferramentas e conceitos.
  11. Treinamento Lean Seis Sigma Green Belt é reconhecido por organizações em todo o mundo.
  12. As ferramentas e técnicas mais básicas são frequentemente as mais poderosas – as melhorias no processo de fabricação não precisam ser complicadas.
  13. Você pode obter um aumento de produtividade de 15% apenas aplicando a técnica “5S” em qualquer área de trabalho.
  14. Criar um mapa de processo básico de qualquer processo revela imediatamente pontos problemáticos e oportunidades de melhoria.
  15. Seja na fabricação ou no serviço; Vendas, Marketing, Finanças ou o back office, virtualmente todas as áreas de todos os setores podem aproveitar e se beneficiar da condução de melhorias no processo Lean Seis Sigma.
  16. Ser certificado por uma organização externa é geralmente mais reconhecido do que ser certificado internamente.
  17. Pesquisas mostram que responder às perguntas e respostas dentro do Green Belt e, em seguida, fazer o Exame de Certificação, na verdade, torna você mais inteligente .
  18. Ter uma Certificação Green Belt distingue você de outros candidatos a emprego em termos de gerenciamento de processos e habilidades para solução de problemas. Além disso, coloca você em uma posição melhor para o avanço, uma vez contratado.
  19. Embora o conteúdo das ofertas do Green Belt Lean Seis Sigma possa variar, a estrutura segue o mesmo método DMAIC: Definir, Medir, Analisar, Melhorar e Controlar.
  20. O Green Belt promove uma aliança com um especialista no assunto das Finanças. Dessa forma, este apoio essencial verifica a economia e a redução de custos alcançada por cada projeto.
  21. As ferramentas de treinamento do Green Belt não são apenas para o local de trabalho – você também pode aplicá-las em sua vida pessoal.
  22. O treinamento Green Belt aparece cada vez mais nas vagas de emprego à medida que a resolução de problemas cresce como um conjunto de habilidades desejado.
  23. O treinamento on-line do Green Belt permite intervalos individuais entre os tópicos e, de acordo com o recente livro How We Learn,  isso resulta em aprendizado aprimorado.
  24. Os Green Belts não precisam necessariamente saber como usar todas as ferramentas do kit de ferramentas Lean Seis Sigma.
  25. Green Belts são capazes de criar um histograma e gráfico de pareto, além é claro, de saber a diferença entre os dois.
  26. Os conceitos e ferramentas de treinamento fornecem a base para as atividades colaborativas da equipe e isso leva ao envolvimento essencial. Portanto, significa que você não precisa fazer todo o trabalho sozinho.
  27. Conduzir um projeto de Green Belt com uma equipe multifuncional permite que você pratique suas habilidades de facilitação, que são altamente valiosas e exigidas da maioria dos líderes.
  28. Ao fazer o Green Belt e conduzir um projeto, é uma boa ideia conectar-se com outras pessoas que estão fazendo a mesma coisa – mesmo que elas não estejam na sua linha de negócios, elas podem ser placas de som e oferecer exemplos de novas ferramentas e conceitos.
  29. As melhores reuniões de equipe para os Green Belts e suas equipes são reuniões regulares de equipe. Dessa forma, se você sabe que vai se reunir toda terça às 10h, é uma oportunidade de colaboração e um prazo automático para entregas.
  30. Devem ter um plano de comunicação sólido que é revisto em cada reunião para garantir a informação certa sobre o projeto na caixa de e-mail das partes interessadas.
  31. O Green Belt vem com modelos fáceis de usar que facilitam a documentação essencial do projeto. Dessa forma, isso facilita a atualização do Project Champion!
  32. Treinamento Lean Six Sigma Green Belt pode ajudá-lo a economizar dinheiro em casa. Portanto, use-o para reduzir a conta de eletricidade, reduzir o desperdício de alimentos e reduzir compras e contas desnecessárias.
  33. Adicionar o projeto Green Belt as suas atribuições e tarefas do dia-a-dia irão aumentar o seu trabalho. Mas lembre-se: a produtividade e os benefícios que você ganhará com seu projeto, tornarão a sua vida muito mais fácil.
  34. Os requisitos de certificação variam de empresa para empresa. Requisitos típicos incluem: conclusão do treinamento, aprovação de um teste escrito ou on-line e conclusão de um projeto.
  35. Lean não é sobre eliminar pessoas, é sobre a eliminação de resíduos. As pessoas não são um desperdício, mas muitas vezes perdem tempo em atividades que não agregam valor ao cliente.

Neste vídeo, Murilo Ferreira – diretor de Educação na FM2S, destaca quais são os três principais pontos que um Green Belt tem que saber:

Se interessou pelo assunto? Confira mais conteúdos:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *