Poder das Pessoas no Six Sigma: conheça os papéis

07 de setembro de 2016
Última modificação: 07 de setembro de 2016

Autor: Virgilio F. M. dos Santos
Categorias: Seis Sigma

Qual o poder das pessoas no Seis Sigma?

Poder das Pessoas no Six Sigma: neste artigo vamos focar sobre o “lado humano da mudança” no Six Sigma. Qualquer bom treinador de futebol lhe dirá que todo jogador deve ter um papel específico claramente definido, arcar com as consequências de não representa-lo e ser recompensado por representa-lo bem. O problema é: você deve saber qual é o seu negócio, ou seja, qual o seu papel no time.

Para começar um projeto Six Sigma, você precisa de apoio da Liderança Executiva, assim como o treinador de futebol precisa de apoio do dono da equipe. O poder das pessoas da Liderança Executiva tem de ser a força propulsora por trás da aceitação da filosofia do Six Sigma e inspirar a organização desde o primeiro dia. Se não estiver pronta para fazer o que é preciso para vencer, a equipe não estará.

De igual modo, se o CEO e sua equipe de direção não estiverem por trás do Six Sigma, ou não compreenderem como funciona, não dará certo. Mas se o entenderem e apoirarem, todas as outras pessoas verão isso como um sinal verde para seguir em frente. O famoso case de aplicação de Six Sigma na GE era liderado pelo famoso Jack Welch. Na Ford, pelo Jacques Nasser e na Caterpillar por Glen Barton.

Poder das Pessoas: quem é o Champion?

O Six Sigma é um movimento muito maior do que outros programas. Pode ser aplicado às áreas e serviços, produção e operacionais. A tudo, e colunas de direção a batatas fritas, aplica-se.

O poder das pessoas na implementação começará com o CEO indicando um dos seus executivos para supervisionar e dar apoio à missão por inteiro. Isso mostrará a todos que a empresa é séria. Poder ser um VP ou um diretor de produção ou marketing. A única condição é que seja alguém altamente invisível e influente. Esse executivo é chamado de Champion.

E o que faz o Champion?

É uma espécie de gerente geral do projeto. Ele começa escolhendo quem fará parte da equipe do projeto. Os escolhidos costumam ser as pessoas mais importantes da empresa. Por exemplo, quando chega o momento do Champion Executivo escolher os Champions de Desenvolvimento e do Projeto, ele escolhe um dos níveis mais altos da empresa.

Champion Executivo e Desenvolvimento

O Champion do Desenvolvimento oferece liderança e compromisso e trabalham para implementar o Six Sigma em toda a empresa. O Champion do Projeto supervisiona os Black Belts e seus projetos. Ele os ajuda removendo obstáculos corporativos, criando sistemas de apoio e certificando-se de que terão dinheiro para realizar seu trabalho. Também os ajudam a escolher seus projetos de melhoria, a avaliar o que a organização pode fazer e a realizar o benchmarking de seus produtos e serviços. Portanto, o Champion do Projeto escolhe, avalia e ajuda os Black Belts a executar seus projetos. São a base para o sucesso, sem a qual ele não ocorrerá. E é por esse motivo que o Champion Executivo escolhe os melhores entre os melhores para realizar essas tarefas. O poder das pessoas da equipe depende deles.

O trabalho do Champion do Projeto, por sua vez, é supervisionar, apoiar e financiar os projetos Six Sigma e o pessoal necessário para realizar as tarefas. Isso permite às pessoas concentrar-se apenas no projeto. Os Champion são fundamentais para facilitarem as coisas para os gerentes de projetos. Sem eles, o risco de o andamento do projeto não sair como o combinado é grande.

Quem é o Master Black Belt?

Além dos “Campeões”, quando uma empresa decide implantar o Six Sigma, ele lança mão dos Master Black Belts. Este papel é representado por consultores externos que agem como especialistas Six Sigma. Nós, da FM2S participamos de vários projetos como Master Black Belts. Neste papel, ensinamos os pontos principais do Six Sigma para os candidatos ao Black Belt em toda a empresa. No final, ajudamos os Champion a escolher bons projetos e pessoas para dirigi-los.

Nós treinamos as pessoas que farão o trabalho diário do Six Sigma e mostramos o progresso da empresa nos projetos. Os Master Black Belts são os principais responsáveis por gerar mudanças fundamentais e duradouras no modo como a empresa opera, do topo para a base. E para fazer tudo isso, é fundamental ter a capacidade de escolher os projetos certos e as pessoas certas, e ensiná-las, treiná-las e monitorá-las.

Por ser um papel bastante técnico, nós começamos fazendo-o. Com o passar do tempo, quando a empresa consegue formar um time forte na área, eles assumem nossa função e tornam-se Master Black Belts da empresa. Nossa função é trabalhar com os patrocinadores (Champion) para escolhermos os projetos e as pessoas que trabalharão nele. Então, treinamos todos para que sejam bem-sucedidos.

Quem é o Black Belt?

Importância vital para o projeto. São verdadeiros líderes do Six Sigma. O maior erro que uma empresa pode cometer é nomear como Black Belt um funcionário não comprometido. Isto garante o fracasso do Six Sigma.

Para tornar-se um Black Belt, precisamos de pessoas com considerável inteligência e bastante determinação para pensar “diferente” de como todos pensam. Os Black Belts devem ter competência administrativa e técnica, uma combinação que nem todos apresentam, e capacidade de entusiasmar os funcionários da linha de frente e inspirar confiança na alta administração. Eles transformam a visão do Six Sigma em realidade, colocando as pessoas para trabalhar.

Depois de escolhidos, os Black Belts têm de se empenhar, enfrentar situações difíceis com decisões e sentimento de responsabilidade. Além disso, ajudam a obter dinheiro para o projeto, destinando os recursos para os lugares certos.

Resumindo o Poder das Pessoas

Resumindo os papéis:

  • Executivos e Champion: preocupam-se com o que é feito.
  • Master Black Belt: como as coisas serão feitas.
  • Black Belt: foco tático em como as coisas estão sendo feitas.

Nos próximos posts, retomaremos o tema. Agora, espero que tenham gostado e aprendido um pouco mais sobre o Six Sigma, esta metodologia que tanto acreditamos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *