Quais são as 100 coisas que todos os Green Belts devem saber?

100 coisas que todo Green Belt deve saber
08 de maio de 2017
Última modificação: 08 de maio de 2017

Autor: Virgilio Marques Dos Santos
Categorias: Blog, Seis Sigma

O que é um Especialista Green Belt?

Green Belts são funcionários de uma organização que foram treinados na metodologia de melhoria Six Sigma e lideraram uma equipe de melhoria de processos como parte de seu trabalho em tempo integral ou parcial. Um Green Belt não precisa saber tanto do Seis Sigma quanto um Black Belt ou um Master Black Belt. Mas há muitas coisas que um Green Belt deve saber. Esta lista ajudará.

Pegadinha do malandro. Não há 100 coisas que um Six Sigma Green Belt deve saber listadas nesse artigo. A beleza da sociedade em rede é que todos estão sempre dispostos a compartilhar pensamentos e experiências. Coletivamente, podemos chegar a 1000 coisas. O que você acha que um Green Belt deveria saber? Compartilhe conosco. Que outras “pérolas da sabedoria” devem ser compartilhadas com os Seis Sigma Green Belts?

Quais são os requisitos de Green Belts na sua organização que você acha que deve ser onipresente dentro da comunidade Six Sigma? O que não pode faltar num Green Belt que você entrevista?

Envie seus pensamentos nós, por meio do preenchimento do nosso formulário de contato ou colocando comentários aqui. Prometemos rever todas as respostas e se houver acordo suficiente, a sua ideia será adicionada à lista. Vamos fazer uma lista de 1000 em breve!

Quais são as coisas indispensáveis ao Green Belt?

  1. Green Belts lideram Projetos Seis Sigma em tempo parcial. Geralmente 25 a 50 por cento do seu tempo é gasto em projetos Seis Sigma.
  2. Seis Sigma vai se tornar uma “maneira de fazer negócios” para Green Belts.
  3. Green Belts são capazes de explicar por que a fórmula y = f (x) é importante para o seu processo e negócio.
  4. Tornar-se um Green Belt é uma oportunidade de dominar valiosas ferramentas e ganhar experiência.
  5. Green Belts que exibem a proeza dos métodos Seis Sigma e produzem benefícios significativos, são geralmente promovidos dentro das organizações.
  6. Ao contrário dos Black Belts, que normalmente conduzem projetos multifuncionais, os Green Belts geralmente trabalham em projetos dentro de sua própria área funcional.
  7. Green Belts recebe menos treinamento sobre os métodos, ferramentas e técnicas dos Seis Sigma do que os Black Belts. Geralmente recebem entre 40 e 80 horas, enquanto os Black Belts recebem mais de 160 horas.
  8. Six Sigma Green Belts são selecionados pela equipe de gerenciamento da organização.
  9. Green Belts são capazes de explicar o diagrama de Kano e como ele se relaciona com os clientes. Importante.
  10. Algumas organizações exigem que todos os funcionários isentos sejam “certificados” Green Belts antes da promoção. Outras, exigem que os funcionários pelo menos se submetam a treinamento.
  11. Green Belts pode ser treinado em sessões em sala de aula, completamente online, ou uma combinação dos dois (híbrido).
  12. O currículo de treinamento Six Sigma Green Belt varia de empresa para empresa.
  13. O desempenho do Green Belt é geralmente medido na avaliação anual do colaborador, embora algumas empresas possam fornecer incentivos adicionais para concluir um projeto ou se tornarem certificadas.
  14. Os requisitos de certificação Seis Sigma Green Belt variam de empresa para empresa. Requisitos típicos incluem: conclusão do treinamento, aprovação de um teste escrito ou on-line e conclusão de um projeto do Green Belt.
  15. A certificação Green Belt em uma empresa provavelmente não será reconhecida em outra empresa. Porém, se feita em uma instituição como a FM2S, o reconhecimento é mais amplo.
  16. Algumas empresas exigem que os Green Belts completem um projeto por ano para manter os requisitos de certificação.
  17. Green Belts são geralmente instruídos sobre a metodologia Six Sigma DMAIC e um conjunto limitado de ferramentas, incluindo análises estatísticas básicas. Estatísticas mais avançadas geralmente requerem suporte de um consultor Black Belt.
  18. Six Sigma Green Belts devem agendar reuniões regularmente com seu treinador Black Belt para analisar o progresso do projeto e procurar aconselhamento.
  19. As revisões das entregas do projeto ocorrem geralmente com a equipe de gerência da organização. Gostando ou não, isso pode implicar em elogios ou em “puxões de orelha”. Geralmente, pelo tipo de empresa, você recebera mais de um ou de outro.
  20. Green Belts são capazes de criar um histograma e gráfico de pareto, além é claro, de saber a diferença entre os dois.
  21. Adicionar o projeto Green Belt as suas atribuições e tarefas do dia-a-dia irão aumentar o seu trabalho. Mas lembre-se: a produtividade e os benefícios que você ganhará com seu projeto, tornarão a sua vida muito mais fácil. Você preferiria incendiar todos os dias ou começar a evitar que os incêndios ocorressem?
  22. Nem todo mundo em sua equipe Green Belt vai gostar do processo de melhoria Six Sigma. A mudança é muitas vezes difícil das pessoas abraçarem. Sua liderança vai desempenhar um papel crítico na formação da equipe e nos resultados do projeto.
  23. Gerenciando por dados é sempre defensável. “Instinto” não será valorizado no negócio por muito mais tempo. Os projetos Green Belt ajudam os funcionários a “ver a luz”.
  24. Se você ainda não lidou com as finanças no passado, seu projeto Green Belt é uma oportunidade para aprender equações básicas, necessárias para quantificar os benefícios do projeto e falar a linguagem da gerência (dinheiro).
  25. Os Six Sigma Green Belts não devem, necessariamente, saber como usar todas as ferramentas disponíveis. Eles devem, no entanto, saber da existência das ferramentas e ser capaz de pedir aos Black Belts para ajudar.
  26. Green Belts irão liderar o processo de coleta de dados de seu projeto e validar o sistema de medição.
  27. O Green Belt deve esperar para trabalhar e melhorar suas habilidades de facilitação da equipe.
  28. O Six Sigma Green Belt será capaz de calcular a média e o desvio padrão de seus conjuntos de dados do processo.
  29. O Six Sigma Green Belt será capaz de calcular a curto e longo prazo Sigma valor do processo do seu projeto.
  30. São selecionados porque eles são profissionais de negócios, não gurus da Qualidade ou gênios estatísticos.
  31. Saberão como executar testes estatísticos básicos usando um pacote de software estatístico como Minitab ou JMP.
  32. Serão capazes de desenvolver um Contrato de Melhora e um SIPOC para o seu projeto.
  33. Six Sigma Green Belts entenderão como criar um diagrama Causa E Efeito (Ishikawa) para identificar possíveis causas de defeitos de processo.
  34. Serão capazes de liderar sessões de brainstorming com sua equipe de projeto.
  35. Podem fazer seus líderes e colegas de trabalho orgulhosos, usando gráficos para mostrar a melhoria do processo em uma forma altamente visível e facilmente compreendida.
  36. Podem ajudar a ganhar apoio para Six Sigma, eliminando os defeitos que criam tantas dores de cabeça para seus gestores e colegas de trabalho.
  37. Podem ajudar a superar a resistência à mudança envolvendo seus colegas de trabalho e levando-os a soluções baseadas em dados.
  38. Só devem iniciar um projeto se houver patrocínio da alta gerência em garantir os recursos necessários.
  39. Devem ter um plano de comunicação sólido que é revisto em cada reunião para garantir a informação certa sobre o projeto na caixa de e-mail das partes interessadas.

Leia mais no blog:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 8 =