Planejamento Estratégico Pessoal: uma ferramenta para mudar sua vida

planejamento estratégico pessoal
17 de outubro de 2019
Última modificação: 17 de outubro de 2019

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Carreira

Planejamento Estratégico Pessoal: uma ferramenta para mudar sua vida

Se imagine daqui alguns anos, o que você vê? Em meio a uma sociedade que requer cada vez mais esforço, dedicação e uma prática eficiente e eficaz perante as pressões familiares, profissionais, sociais, econômicas e também pessoais, torna-se um desafio o alcance de um Planejamento Estratégico Pessoal condizente aos objetivos e metas do indivíduo.

Planejar a carreira e a vida pessoal atualmente tem sido uma tarefa fundamental independente da área em que atue, pois com as constantes mudanças do mercado, possuir a garantia de um emprego estável é uma ilusão. O momento mostra o quanto é importante realizar um planejamento de carreira, seja para quem está entrando no mercado de trabalho, como para quem já possui uma carreira e deseja manter o nível de atratividade de seu currículo.

Na vida pessoal a constatação se expressa através de conquistas e realizações, mobilização para atingir sucesso e construir o seu futuro, por meio de um comportamento proativo, considerando seu ambiente atual e futuro. Um bom planejamento estratégico, faz análises da situação atual, do ambiente, define objetivos e estratégias, e faz implementação da estratégia com monitoramento e controle.

Além disso, organiza as atividades entre urgentes e não urgentes, importantes e não importantes, que também fazem parte de um planejamento indispensável no que se refere a discriminar e executar as tarefas de maneira a focar prioridades.

O  que é Planejamento Estratégico Pessoal?

Planejamento Estratégico Pessoal é um processo que propõe à formulação de objetivos, planejamento de ações e sua execução, levando em conta as condições da pessoa, tanto individualmente como socialmente, visando sua evolução. São estabelecidas regras básicas que a pessoa deve respeitar para que todo o processo seja coerente e sustentável.

O planejamento estratégico pessoal possibilita melhores decisões, com um estilo de vida com maior qualidade, otimização do tempo, melhora dos relacionamentos, estabilidade financeira e até uma melhora de saúde.

Assim como uma empresa, o primeiro passo para a elaboração de um planejamento estratégico pessoal é a definição da missão, visão e dos valores.

  • Missão é o que dá sentido à existência de algo.
  • Visão é o alcance do nosso discernimento e da nossa inteligência.
  • Valores são os princípios e crenças em que acreditamos.

Por que fazer um Planejamento Estratégico Pessoal?

Mudanças recentes no mundo corporativo interferem cada vez mais na vida privada das pessoas. Para ilustrar, vemos o advento do Empreendedorismo, Micro empreendimentos Individuais e Home Offices que tem importantes papeis na integração dos mundos corporativo e doméstico.

Uma das mais importantes descobertas da psicologia é o fato de que seres humanos são muito ruins ao preverem sentimentos futuros. Diversas pesquisas ao redor do mundo provam que nós não sabemos o que queremos. Logo concluímos que parte da nossa infelicidade está ligada às nossas expectativas.

Nós vivemos ansiosos esperando pelo futuro, no entanto, como somos ruins em prever o que estamos buscando, quando o futuro chega e o resultado não é como esperávamos, nos frustramos e continuamos a esperar outras coisas. E a vida se torna uma eterna busca pela felicidade, que parece nunca nos alcançar.

Quem nunca sonhou em possuir coisas, fazer uma viagem, comprar um carro bonito e potente, apartamento na praia, viver com mais conforto, ser feliz, etc, etc, etc. E existe uma forma de fazer com que nossos sonhos se aproximem da nossa realidade, e tudo começa com planejamento!

Com o Planejamento Estratégico Pessoal, não se pretende adivinhar o futuro, até porque somos péssimos nisso. No entanto, o modelo de Planejamento Estratégico Pessoal largamente utilizado nas grandes empresas, visa que a pessoa possa se beneficiar com as ferramentas, aplicando-as para planejar melhor sua vida e alcançar os seus objetivos, buscando adequar ao seu estilo/personalidade. O foco é traçar objetivos futuros viáveis e propor ações para alcançá-los.

Pirâmide de Maslow

A teoria de Maslow diz muito sobre o comportamento e as motivações humanas. Segundo o psicólogo, desde quando nascemos, a satisfação das nossas necessidades é o que nos motiva. Ela sugere uma hierarquia que demonstra que para chegar ao topo, o ser humano escala cinco degraus, das necessidades mais básicas as mais complexas, até atingir o ápice da sua realização pessoal.

Como pai da psicologia humanista, Maslow focava em pesquisar sobre o que fazia as pessoas serem felizes e como elas alcançavam esse objetivo. Com essa perspectiva, ele acreditava que todo ser humano tem um desejo inato de buscar a auto realização (ou seja, o topo da pirâmide).

A maior parte das pessoas que apresentam problemas de produtividade, performance ou continuidade tem deficiências em algumas áreas na base da pirâmide. Pense como “base da pirâmide” as características que compõe a postura mental e a atitude. Se estes dois fatores estiverem bem equilibrados, todo o resto se desenrola como consequência natural.

Neste ponto é oportuno considerarmos o primeiro elemento da resiliência: a introspecção. A vida inevitavelmente tem montanhas e cabe a nós escalarmos.

Elaborando o Planejamento Estratégico Pessoal

Caso não esteja familiarizado com as ferramentas do Planejamento Estratégico Empresarial, nós iremos apresentá-las agora:

  • Declare a sua Missão: Constituir e manter um círculo de contatos forte e solidário, garantir o desenvolvimento profissional, promover a amizade, buscar o desenvolvimento dos negócios e na sociedade, agregando cada vez mais valor com minhas ações.
  • Declare a sua visão: Seja o melhor profissional que puder ser, seja uma pessoa mais completa e atuante em sua área e na sociedade.
  • Desenvolva suas Estratégias: Para criar a estratégia a ser seguida, previamente deverá ser elaborada uma Análise Situacional (Ambientes Externos e Internos) e uma Análise SWOT (do inglês Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças).

Estabelecer as estratégias, talvez seja o momento mais “complicado” do Planejamento. É importante repensar as pequenas coisas que muitas vezes nós mesmos colocamos como obstáculos.

Estabeleça seus Objetivos, Princípios e um Plano de Ação

Nesse momento é que você utilizará a missão, ela irá facilitar a compreensão das necessidades pessoais e profissionais, descobrindo onde deve ser concentrado os esforços, fazendo que se torne uma pessoa eficaz, na medida em que atua na hora certa em coisas que agreguem valor.

Os objetivos e os princípios serão a alavanca para melhorar os pontos fortes, explorando os pontos fracos para converter as ameaças em oportunidades.

Assim você deverá conduzir o plano e executar as ações de forma firme e sensata.

Estabeleça itens de controle

Indicadores para medir nosso progresso são sempre uma boa ideia, alguns deles podem ser:

  • O ambiente a sua volta;
  • As pessoas ao seu redor;
  • Sua saúde;
  • Seu grau de felicidade;
  • Número de pessoas de contato direto;
  • Dias de férias com a família;
  • Horas de entretenimento; horas de treinamento e  etc

O seu documento de Planejamento Estratégico Pessoal deve ser o norte, onde a missão deve ser estabelecida e guiada pelas crenças implícitas na visão.

Isso deve acontecer de tal forma que permitam um duradouro desenvolvimento e sucesso nos negócios e na vida pessoal, resultando em recompensas advindas da nova postura e atitude, que podem ser: mais dinheiro e sucesso nos negócios, satisfação, realização pessoal e felicidade!

Importância do Planejamento Estratégico Pessoal

Diante do cenário de falta de tempo, de falta de limites entre trabalho, lazer e estudos, de trabalho compulsivo, e, consequentemente, de estresse, um Planejamento Estratégico Pessoal e uma boa autogestão se fazem indispensáveis, para que o indivíduo não se perca ante as múltiplas atividades que requerem sua dedicação.

E tente não sucumbir à desorganização, à preocupação excessiva, à ansiedade patológica e ao desespero. O Planejamento Estratégico Pessoal, se mostra como recurso valoroso à sua implementação na vida pessoal; tendo objetivos e metas claras, apresenta-se como um instrumento propiciador de organização.

Estratégia é ver o que há de futuro no presente. O termo estratégia causa insegurança às pessoas ou, no mínimo dúvidas de como colocar a teoria em ação. Mas, vamos por partes: Planejamento Estratégico Pessoal está diretamente ligado ao que você deseja da vida, é o imaginar-se onde estará daqui a um tempo.

Sempre que alguém nos pergunta sobre o futuro a resposta não sai na hora. Ficamos um tempo pensando se o que vamos falar é mesmo o que está em nosso pensamento e em nosso coração. Se o Planejamento Estratégico Pessoal estiver alinhado à nossa missão de vida, aos nossos valores e às nossas escolhas, tudo bem. Se não, nos deixa a sensação de que vamos nos arrepender depois se fizermos algo errado ou inadequado. Mas qual a melhor opção?

  • Planejamento: Para tudo na vida é preciso ter planejamento.
  • Ação: saber o que fazer em cada etapa.

A questão é que em geral, as pessoas não querem pensar, querem as coisas prontas.

Não se pode gerir o que não se consegue medir, portanto, faça um levantamento do seu banco de dados, entenda o que quer, aonde quer chegar e de que maneira, identifique que tipo de profissional você é, quais os seus diferenciais competitivos, o que outras pessoas estão fazendo e você não.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *