O que fazer em momentos de crise? Confira dicas valiosas

o que fazer em momentos de crise
03 de maio de 2020
Última modificação: 03 de maio de 2020

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Liderança

Você certamente já se perguntou o que fazer em um momento de crise. Afinal, nesses momentos se testam a liderança e a cultura de uma organização. Muitos novos valores são formados sob pressão e os funcionários ganham novas perspectivas sobre sua organização e sua liderança. Por isso, como se trata de um momento de tanto instabilidade, a comunicação é a chave do que fazer em momentos de crise: para manter a equipe motivada e produtiva, mesmo que imersa em um contexto de enorme distração.

O que fazer no momento de crise atual?

Sabemos muito bem que a pandemia do COVID-19 não é minha primeira crise (também) financeira que enfrentamos. Por isso, mantenha em mente que não importa quão bem você administre um negócio, forças externas irão testá-lo, assim como sua cultura e sua determinação. Os líderes estão constantemente processando o futuro, enquanto os funcionários mantêm-se em expectativa, observando seus líderes: se estão confiantes e com que clareza veem a situação. O que os colaboradores buscam – e do que precisam, primeiramente – é combustível emocional e uma certa segurança de que tudo ficará bem.

Por isso sua atuação como líder e sua capacidade de entrar em contato com sua equipe não depende apenas do que você diz. No final das contas, sua mensagem é fortemente influenciada por sua interatividade, pelos meios de comunicação escolhidos e pelo quanto você é dedicado à sua missão e valores maiores.

Se você se encaixa no perfil de um líder preocupado em dar o seu melhor nos piores momentos, não deixe de dar uma olhada nos cursos focados em carreira e liderança da FM2S.

Não deixe que a crise se torne uma catástrofe

Uma das questões mais importantes e que exigem maior atenção em uma crise é a comunicação, tanto dentro da sua organização quanto com o mundo exterior. Especialistas em RP e planejamento de crises geralmente concordam que informar as pessoas com rapidez e honestidade é uma atitude sábia, ainda mais porque, hoje em dia, a desinformação pode circular o globo em segundos, graças à internet e às mídias sociais.

Assim, ter um plano robusto de gerenciamento de crises, respaldado por uma estratégia de comunicação eficaz, pode ser a diferença entre recuperar-se da adversidade com sua reputação intacta ou fazê-la desmoronar de vez.

5 Técnicas para motivar sua equipe em momentos de crise

A seguir são apresentadas cinco técnicas de comunicação que com certeza te ajudarão a criar confiança com seus funcionários, conectar-se com eles e motivá-los durante períodos de alta pressão.

1. Explore suas possibilidades de canais de comunicação

Não é novidade para ninguém que a comunicação é a chave de muitos dos problemas – ouso dizer – humanos. Portanto, em uma situação de isolamento social somada a tal momento de desenvolvimento tecnológico, você não tem nada a perder aproveitando diversos suportes para se comunicar com seus funcionários. Inclusive em suporte audiovisual, demonstrando maior proximidade com os colaboradores.

2. Ouça ativamente

 Mas só falar não é o que basta: deixe seus funcionários fazerem perguntas. Afinal, não basta simplesmente se comunicar no sentido de transmitir uma mensagem: é preciso também ouvir ativamente. Mesmo que você ache que sabe quais perguntas estão na mente de seus funcionários, dê-lhes o espaço para se manifestarem – isso faz toda a diferença.

3. Conte histórias

As histórias, ou simplesmente o compartilhamento de experiências e a retomada do espírito de grupo, não apenas ajudam as pessoas a se sentirem pertencentes a algo, mas também as motivam. Afinal a comunicação ocorre sutilmente e é através de ações silenciosas que se manifestam significado e valor. “Gostaria de saber se esse produto teria entrado no mercado tão rapidamente sem as histórias de resiliência naquela segunda-feira. Aquela semana foi uma das nossas melhores horas.” Esse é um belo exemplo de uma experiência marcante que, se retomada, gera união na equipe e a motiva.

4. Alavancar símbolos

Esteja atento a novos símbolos que possam assumir um significado poderoso nesta temporada. Uma boa forma de identifica-los é, novamente, manter contato com os colaboradores – especialmente por chamada de vídeo.

5. Recomunicar a visão

Uma visão forte e consistente da empresa ajuda os membros da sua equipe a sentirem que estão criando algo excelente e caminhando em direção ao seu objetivo. Se você foi bom em estabelecer uma visão e acha que ela permanecerá a mesma do outro lado da crise, relembre seus colaboradores da longa jornada já percorrida. Felizmente, você ainda os está levando ao mesmo lugar, mas também está navegando na adversidade de um desvio inesperado.

Como líder, quando você declara e reafirma sua visão, fornece estabilidade e constrói confiança – os dois principais fatores para inspirar e motivar as pessoas. Liderar não é para os medrosos. Como você aparece e se comunica pode dissipar a ansiedade e ajudar sua equipe a estar mais conectada ao objetivo da sua empresa e entre si. Também pode ajudá-los a serem produtivos ao chegar lá.

Como manter a calma em uma crise

A palavra “crise” evoca imagens de inundações, tempestades e incêndios florestais, ou talvez um colapso bancário ou ultraje terrorista. Porém, em termos comerciais, ele pode ser usado para inúmeras situações, desde um recall urgente de produtos ou reclamações de fraude, até um colapso do mercado.

No nível local, uma crise pode ser desencadeada ao deixar membros importantes da sua equipe em licença médica ao mesmo tempo ou por rumores de demissões ou grandes mudanças. Esses podem ser problemas mundanos em termos globais, mas podem impactar criticamente sua equipe ou organização.

Você precisa ser organizado e rápido em resposta a uma crise. Mas, acima de tudo, você precisa manter a calma. Sei muito bem: não é fácil manter a calma quando as coisas dão errado, mas aqui você descobre como chegar cada vez mais perto dela. Para começar, observamos as crises em dois estágios: antes que entrem em erupção e enquanto estão acontecendo.

Como lidar com a crise enquanto ela acontece?

Estabelecer as bases para uma crise teórica é uma coisa, mas lidar com a realidade de uma é outra coisa completamente diferente. Portanto você precisa de uma série de habilidades e técnicas pessoais sólidas para ajudá-lo e nós vamos ajudar você com isso! A seguir você encontra quatro dicas preciosas:

1. Gerencie seus sentimentos

Quando ocorre uma crise, você pode sentir uma forte adrenalina ao tentar fazer um balanço do que aconteceu. Portanto, antes de entrar em ação ou tomar qualquer decisão instintiva, reserve um tempo para reunir seus pensamentos e dar uma olhada objetiva em sua situação. Respire fundo!

Acalme sua mente e seu corpo com técnicas de relaxamento físico, como respiração profunda, relaxamento dos músculos e centralização, aproveitando o pensamento positivo com afirmações.

2. Coloque seus planos em prática

Se você possui um plano de crise, agora é a hora de testá-lo em uma situação real. Pode haver estações de pânico ao seu redor, mas este é o momento para você (e sua equipe de crise) mover seus sistemas para o modo de “emergência controlada”. Concentre-se em gerenciar as coisas que você pode controlar. Além disso, não se esqueça: em momentos de crise, não desperdice energia e esforço tentando mudar coisas que você não pode controlar.

3. Apoie as pessoas ao seu redor

Você provavelmente estará lidando com pessoas preocupadas e emocionalmente sensíveis em momentos de crise, então faça o seu melhor para permanecer positivo e confiante. Os membros de sua equipe receberão e se animarão com a presença tranquilizadora de alguém organizado, preparado e decisivo.

Lembre-se de que, embora seja necessário ser assertivo e forte, além de exigir ações imediatas dos membros de sua equipe para resolver uma crise o mais rapidamente possível, tente permanecer empático e consciente de seus medos e preocupações. As pessoas que pensam que precisam lidar com uma crise por conta própria têm menos probabilidade de fazê-lo com eficiência do que aquelas que sabem que são apoiadas, por isso mostre que você defenderá sua equipe.

Para alavancar o Trabalho em Equipe em direção às alturas, confira nosso E-book sobre o tema.

4. Proteja-se de comportamentos negativos

Quando as águas agitam, algumas pessoas tendem a buscar refúgio em comportamentos egoístas que podem piorar a situação. Proteja-se desses comportamentos, tanto em sua equipe quanto em suas próprias ações. Esses incluem:

  • Abandonar a equipe pensando no próprio bem estar;
  • “Calar a boca” e esquecer os princípios de uma comunicação eficaz;
  • Culpar os outros;
  • Esquecer procedimentos ou processos por estar em estado de pânico.

Em vez disso, esteja disponível e contribua de todo o coração para atender às necessidades imediatas da sua equipe ou organização. E seja flexível – para lidar com momentos de crise, esteja preparado para ir além do que você normalmente oferece.

Conclusão

Crises podem explodir repentinamente: eles podem acontecer devido a erros que você ou sua organização cometeram ou podem ser causados ​​por eventos inteiramente fora do seu controle, sejam econômicos, políticos ou naturais. Como uma emergência sanitária, assim como é o caso do coronavírus atualmente.

Qualquer que seja a situação, permanecer calmo e sob controle é essencial para sua sobrevivência e sucesso. Seja você um líder, gerente ou membro da equipe. Além disso, vale lembrar que é muito válido que você se prepare antes de uma crise, colocando as pessoas e os sistemas em seus devidos lugares, abraçando a incerteza, planejando riscos, comunicando-se, cuidando de si mesmo e criando confiança e lealdade dentro de sua equipe.

Por fim, eis o que você pode fazer em momentos de crise: gerenciando seus sentimentos, colocando seus planos em prática, apoiando aqueles que o rodeiam e se protegendo dos comportamentos negativos.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 7 =