O poder do bom Logotipo: impacto direto sobre o cliente

30 de janeiro de 2020
Última modificação: 30 de janeiro de 2020

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog

O Logotipo: uma apresentação

Você percebeu que é capaz de identificar instantaneamente uma empresa olhando para o logotipo, mesmo que o nome dele não faça parte do logotipo? Talvez você tenha notado que pode adivinhar corretamente a natureza de uma empresa olhando para o logotipo pela primeira vez, mesmo que nunca tenha ouvido falar dela antes. Os símbolos são uma maneira sucinta e eficiente de comunicar informações sobre seus negócios. Logo, o logotipo é uma parte importante da marca da sua empresa, porque causa um impacto significativo na percepção pública da empresa. De fato, um logotipo é um dos investimentos de marca mais importantes que uma empresa pode fazer.

Por que o design de logotipo é importante?

Um logotipo pode ser descrito como o rosto de uma empresa. Muitas vezes, é a primeira coisa que um cliente em potencial notará sobre sua empresa. Um logotipo é muito mais do que apenas uma imagem: é um ponto de reconhecimento para os clientes e uma base importante para a marca da sua empresa. Costuma-se dizer que os clientes formam uma opinião sobre uma empresa em segundos. Assim, um logotipo bem projetado é uma maneira fácil de transmitir aos clientes em potencial que sua empresa é profissional, confiável e fornece produtos ou serviços de qualidade.

O poder de um bom logotipo

Pesquisas recentes descobriram que logotipos corporativos eficazes podem ter um considerável efeito positivo no comprometimento do cliente com a marca – e até no desempenho da empresa.

Pense em marcas lendárias como McDonald’s, Apple e Starbucks; uma das primeiras associações espontâneas costuma ser com o logotipo da marca: arcos dourados, maçã mordida ou sereia verde. E os dois touros vermelhos da Red Bull em frente a um sol amarelo a diferenciam de várias marcas concorrentes e representam a promessa da marca de fornecer energia.

Diferenciar sua marca das outras é fundamental para a sobrevivência dos negócios, assim como a comunicação dos benefícios da sua marca. Nesse sentido, pesquisas indicam que os logotipos de marcas oferecem um meio viável, embora muitas vezes negligenciado, para ajudar os gerentes de marca a realizar essas tarefas. Em resumo, um bom logotipo pode ser um sintetizador de uma marca que é prontamente usado pelos clientes para identificação, diferenciação e associações positivas.

Os dois lados do logotipo

Enquanto, por um lado, a facilidade de identificação oferecida por um logotipo (em outras palavras, facilitar a identificação de uma marca no mar de ofertas concorrentes) não tem impacto significativo no comprometimento do cliente e apenas um pequeno impacto no desempenho financeiro; por outro, quando expressam os benefícios simbólicos, funcionais ou sensoriais de uma marca, os logotipos têm um efeito positivo significativo no comprometimento do cliente com a marca – e, portanto, um impacto significativo no desempenho da empresa em termos de receita e lucro.

Considerando esse contexto, buscou-se responder às seguintes perguntas:

  • Quais são os benefícios importantes que os logotipos oferecem, além de facilitar a identificação da marca, e como eles podem influenciar o comprometimento da marca dos clientes e o desempenho da empresa?
  • Que tipo de logotipo fortalece, com mais eficiência, o comprometimento do cliente e o desempenho da empresa?
  • Os logotipos de marcas podem promover o crescimento da empresa? Especificamente, os logotipos da marca ajudam as extensões da marca a ter sucesso?

Um ponto de conexão

Ao longo da história, os logotipos têm sido uma parte importante dos rituais culturais e religiosos. Legiões romanas da antiga República Romana orgulhosamente carregavam padrões do SPQR (“para o senado e o povo de Roma”). Sob a constituição de Meiji, ninguém, exceto o Imperador do Japão, foi autorizado a usar o crisântemo ou selo imperial. A bandeira Jolly Roger (com caveira e ossos cruzados) que as tripulações dos navios asteavam para se identificar como piratas simbolizava a ferocidade e a vontade de lutar até o amargo fim.

Como representação visual de uma marca, os logotipos corporativos têm o potencial de comunicar e reforçar os principais valores e princípios de uma marca, que chamamos de benefícios simbólicos. Os logotipos, portanto, desempenham um papel crítico ao servir como um ponto de conexão entre uma empresa e seus clientes.

Exemplos da capacidade dos logotipos

Por exemplo, o logotipo de cavaleiro de polo da Polo Ralph Lauren transmite o estilo exclusivo e casual chique da marca. Enquanto isso o logotipo da Patagonia, Inc., com uma cadeia de montanhas no fundo do céu, ajuda a marca a comunicar sua conexão com o ambiente e robustez de espírito livre. O logotipo swoosh da Nike Inc. comunica visualmente atividade, fluxo e energia. Até a palavra “swoosh” significa mover-se ou emitir um som acelerado. O slogan “Just Do It!” Reforça ainda mais o pedido de ação da Nike. O logotipo da Apple Inc., a maçã mordida, comunica efetivamente uma empresa que é diferente e única e faz as coisas do seu jeito- e era um logotipo muito incomum e radicalmente diferente para uma empresa de alta tecnologia.

No entanto, surpreendentemente poucas empresas se concentram na oportunidade que os logotipos representam. Afinal, a maioria dos logotipos não consegue expressar visualmente os valores e princípios de uma marca.

Conforme os exemplos apresentados, conclui-se que os logotipos são capazes de comunicar e ressaltar os benefícios funcionais de uma marca. Apesar disso, é surpreendente como muitos logotipos podem ser desagradáveis. No entanto, também são capazes de oferecer diversão, apelo estético e prazer aos consumidores, que chamamos de benefícios sensoriais. Os logotipos esteticamente agradáveis ​​ou divertidos têm um impacto positivo no relacionamento com os clientes.

Logotipos visuais vs. logotipos de texto

Alguns logotipos consistem apenas no nome da marca. Pense na IBM ou Samsung. Outros logotipos usam o nome da marca em combinação com um símbolo visual exclusivo, como a Nike. Outros abandonam completamente o nome da marca e contam com um visual para seu logotipo, como a maçã da Apple ou a raposa estilizada do Mozilla Firefox.

A pesquisa revelou que símbolos visuais separados usados ​​como logotipos tendem a ser mais eficazes do que os nomes de marca na criação de um senso de conexão emocional com os consumidores. Isso pode não ser uma grande surpresa, porque os símbolos, há muito, são considerados mais eficazes do que as palavras como ferramentas de comunicação. Os símbolos superam melhor as barreiras linguísticas e são mais fáceis de interpretar do que as palavras. No entanto, apesar dos benefícios geralmente conhecidos de símbolos versus texto, surpreendentemente poucas empresas se beneficiam de símbolos visuais separados. Logotipos com símbolos visuais separados, portanto, representam uma oportunidade amplamente inexplorada para alcançar os consumidores.

A força do logotipo em casos de extensões de marca

Existe uma relação simbiótica crítica entre logotipos e extensões de marca. Primeiro, os logotipos de marcas podem oferecer uma importante vantagem estratégica. Isso facilita o sucesso de estender um nome de marca a outras categorias de produtos ou serviços. Depois de introduzidas com sucesso, as extensões da marca tornam seus logotipos mais visíveis e destacados, reforçando os principais benefícios da marca. De fato, os efeitos positivos dos logotipos das marcas no comprometimento do cliente e no desempenho da empresa são mais fortes quando as empresas estendem suas marcas com os mesmos logotipos.

Liberando o poder dos logotipos de marcas

O ponto não é que ótimos logotipos são essenciais para o sucesso de uma marca. Até porque uma empresa pode se sair bem apesar de ter um logotipo aparentemente fraco – que não é esteticamente atraente ou divertido, não comunica os benefícios da marca, nem expressa seus principais valores. Além disso, não necessariamente os próprios logotipos da marca criam automaticamente associações positivas consideráveis entre uma marca e os consumidores.

Essas associações devem ser criadas para uma marca por meio de marketing, com slogans e publicidade. No entanto, uma vez criadas essas associações, os logotipos das marcas podem reforçá-las ainda mais. Afinal, os logotipos de marcas gerenciadas com eficiência podem ajudar as empresas a construir um compromisso mais forte com as marcas dos clientes e, assim, permitir que uma marca melhore seu desempenho financeiro.

Os logotipos oferecem uma oportunidade frequentemente inexplorada para as empresas se comunicarem e simbolizarem a essência de uma marca para os consumidores. Assim se cria um relacionamento mais próximo com eles, criando fortes emoções positivas e facilitando a lembrança de primeira qualidade. No geral, os logotipos são os sintetizadores visuais mais cruciais de uma marca a que os consumidores recorrem diariamente. Por isso, é importante os gerentes repensarem o uso dos logotipos da marca para ajudá-los a fortalecer o compromisso dos clientes com uma marca, facilitando novas extensões de marca e, assim, negociar novas oportunidades de negócios no futuro.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + dezenove =