Lei de Murphy: espere o inesperado

21 de abril de 2021
Última modificação: 06 de janeiro de 2022

Autor: Paulo Oliveira
Categorias: Carreira

Espere o inesperado, a lei de Murphy

Já ouviu falar na lei de Murphy? Se não, prepare-se, pois ela pode te ajudar.

O telefone sempre toca no instante que você sai de casa? O seu PC trava quando você está escrevendo aquele trabalho realmente importante e não salva há 20 minutos? No pedágio sua fila é sempre a mais lenta?

Muitas vezes enfatizamos que sentir-se fora de controle é um fator importante para se estressar. Portanto, se você se sentir fora de controle quando eventos como os descritos acima ocorrem, e isso aumenta seu nível de estresse, aqui está a boa notícia que pode ajudar você a recuperar o controle: existe uma teoria que prevê esses tipos de eventos e quando eles ocorrem. Chama-se Lei de Murphy.

Compreenda a teoria

Em sua forma mais simples, a Lei de Murphy afirma: se alguma coisa pode dar errado, dará. No entanto, como acontece com muitas teorias de negócios de sucesso, a lei original foi estendida ao longo do tempo para cobrir áreas especializadas, algumas delas mencionadas a seguir:

Planejamento do projeto

Na condição de algo puder dar errado, dará geralmente no momento mais inoportuno.

Gerenciamento de desempenho

Se alguém pode errar, eles errarão.

Avaliação de risco

Caso muitas coisas possam dar errado, será aquela que você MENOS gostaria que acontecesse.

Criatividade prática

Uma vez que você conseguir pensar em quatro maneiras pelas quais algo pode dar errado, vai dar errado na quinta maneira.

Origens da Lei de Murphy

Acredite ou não, Edward J Murphy era uma pessoa real. Na verdade, ele foi um major da Força Aérea dos Estados Unidos na década de 1940, com especialização em engenharia de desenvolvimento.

Aliás, como grande parte de seu trabalho envolvia testes de projetos experimentais, ele frequentemente se deparava com coisas que não saíam exatamente como planejado. Os estudiosos divergem precisamente sobre quais palavras foram originalmente usadas quando a frase “Lei de Murphy” foi cunhada pela primeira vez, mas o significado é claro.

Além disso, enquanto Murphy e sua equipe estavam desbravando novos caminhos, eles eram incapazes de confiar no tipo de procedimentos testados e comprovados usados ​​com eficácia em outras partes do exército para garantir zero defeitos.

Como resultado, eles tiveram que depender de sua própria iniciativa para fazer as coisas direito, e um membro da equipe em particular podia virtualmente ser invocado para pisar na proverbial casca de banana. Isso quase certamente levou à aplicação do Gerenciamento de Desempenho da Lei de Murphy dada acima.

4 etapas para retomar o controle

Você se sente estressado quando eventos que não esperava que ocorressem acontecem. E seu estresse aumenta quando isso acontece no momento menos ideal. Para reduzir o estresse que você sente, você precisa retomar o controle!

As etapas a seguir permitirão que você preveja o resultado e, como está iniciando o evento, também sabe quando ele ocorrerá. Conforme você segue as etapas, sua confiança aumentará graças à aplicação da Lei de Murphy.

  1. Primeiramente, passe a manteiga em uma torrada;
  2. Em seguida, pense em duas ou mais coisas que poderiam acontecer se você deixa-la cair (É mais provável que alguma dessas coisas aconteça se você estiver usando sapatos de camurça ou se estiver prestes a sair para uma entrevista de emprego?);
  3. Logo após isso, largue a torrada;
  4. Por fim, diga “Hmm, pensei que isso aconteceria” e permita que um sorriso se espalhe pelo seu rosto. Você está no controle!

Quando devo usar as etapas?

Existem muitas outras situações em que você pode facilmente aplicar a Lei de Murphy para recuperar o controle, dessa forma trazemos algumas situações em que você pode querer experimentar:

  • Da próxima vez que perder algo importante, espere encontrá-lo no último lugar que procurar. No entanto, não fique tentado a cortar atalhos olhando para lá primeiro;
  • Quando estiver na fila de uma grande loja com vários caixas, espere que as outras filas se movam mais rápido. Tente mover para uma linha mais curta quantas vezes quiser, mas sempre espere que ela se torne a mais lenta;
  • Se o seu laptop não estiver se comportando bem e você o levar ao Departamento de TI, espere que ele funcione perfeitamente quando o cara de TI o experimentar.

Exemplo da lei de Murphy

Aqui está um exemplo de como a Lei de Murphy pode ajudar quando as coisas dão errado.

Simon L Tod havia sido recentemente promovido ao cargo de Gerente de Produção em uma fabricante de brinquedos. Ele se sentiu honrado por ter sido escolhido, e sabia que era porque sempre havia trabalhado muito. Mas, à medida que a temporada de pico de produção se aproximava, ele se sentia cada vez mais estressado. Coisas aconteciam que ele não esperava e sempre pareciam dar errado às 17h de uma sexta-feira, ou no momento em que a equipe estava começando a trabalhar em um pedido urgente.

Simon mencionou suas preocupações ao chefe, que sugeriu que aplicasse a Lei de Murphy em seu trabalho para identificar o que poderia dar errado e quando.

Então, na manhã de segunda-feira, Simon fez uma lista das principais coisas que ele tinha que fazer naquela semana, quando elas precisavam ser concluídas e algumas das maneiras pelas quais poderiam dar errado. Ele também estimou a probabilidade de as coisas darem errado dessa maneira. Sua lista incluía os seguintes itens:

Tarefas

Cronograma

Riscos

Lote de material com 1.000 ursinhos de pelúcia Entrega ao cliente às 8h na quarta-feira Máquina de enchimento quebrará (10% de chance)

Operador da máquina de enchimento doente (5%) A

empresa de courier não entregará no prazo (5% de chance)

Monte 2.000 carros de brinquedo 1 para o chefe no aniversário de seu filho (na sexta-feira). Restante para o cliente a qualquer hora na sexta-feira. O fornecedor de rodas envia rodas com atraso (20% de chance) O

fornecedor de rodas envia rodas de tamanho errado (10% de chance)

Semana de Simon

Problema

Na segunda-feira, tudo correu conforme o planejado. Estava tudo bem na terça de manhã também. Mas depois do almoço, quando ainda havia 200 ursinhos de pelúcia para encher, Simon foi chamado à oficina por um ansioso Supervisor de Controle de Qualidade que estava segurando o ursinho de pelúcia mais volumoso que já vira.

Possível perda de controle

Simon pegou o brinquedo e apertou-o. Em vez de ser macio e fofinho, parecia estar cheio de itens sólidos que se comprimiam uns contra os outros. Então, tudo ficou claro: o operador da máquina de enchimento havia conseguido encher a caçamba da máquina de enchimento de ursinhos de pelúcia com rodas de carro.

A máquina os quebrou quando eles passaram por ele, mas ainda assim conseguiu encher os ursos. Dessa forma todas as rodas do carro estavam agora em pequenos fragmentos; Principalmente dentro de barrigas peludas de urso.

Assumindo o controle graças a lei de Murphy

Enquanto Simon segurava o urso crocante, ele viu a van da empresa de correio estacionar do lado de fora das portas do compartimento de carga. Ele agora percebeu que a Lei de Murphy previu que algo diferente dos riscos que ele previu daria errado, pouco antes do prazo. Isso permitiu que ele ficasse calmo e pensasse rápido.

Ele fez seu supervisor de embalagem imprimir etiquetas extras para colocar na caixa de cada urso, oferecendo US $ 200 ao primeiro comprador que mandasse um urso de volta para a fábrica, intocado, identificando corretamente o conteúdo do urso. A crocante linha de ursos acabou se tornando um dos campeões de vendas da empresa naquele ano.

Simon encomendou mais rodas de seu fornecedor, que achou a história do urso de pelúcia tão engraçada que deu a Simon um excelente desconto, não apenas no pedido repetido, mas também em pedidos futuros das rodas.

Isso deixou um problema a resolver – um presente de aniversário de um menino. O novo lote de rodas não poderia chegar à fábrica antes da manhã de sexta-feira – que era tarde demais. Então Simon sugeriu que seu chefe trouxesse seu filho para a fábrica depois da escola na sexta-feira para um tratamento especial – para ver seu novo carro ter as rodas instaladas.

O garotinho ficou emocionado e não se importou com o fato de não ter recebido seu presente no café da manhã.

Ao aplicar a Lei de Murphy e esperar o inesperado, Simon L Tod manteve o controle durante uma semana que, de outra forma, teria sido muito estressante.

Lei de Murphy nas empresas

Muitas empresas olham para a lei de Murphy como imprevistos, coisas que não poderiam ser adivinhadas e até mesmo azar. Porem na maioria dos casos isso poderia ter sido resolvido com um bom planejamento. Sendo assim quando observamos o caso de Simon vemos que ele retomou o controle da situação aplicando a lei de Murphy, ou seja, se planejando.

Desse modo, é de suma importância as empresas trabalharem com o modelo de gestão de imprevistos. A fim de  sempre se prevenirem para o pior e estar sempre no controle da situação.

Dessa forma, apresentamos 5 passos para gerir melhor seus imprevistos.

  • Descubra a fonte do problema, pois é importante identificar a causa raiz de seus problemas;
  • Não se desespere, embora tudo pareça dar errado, o pânico não te levará a lugar nenhum;
  • Seja criativo, Embora não tenhamos uma bola de cristal, é importante levantar todas hipóteses possíveis;
  • Improvise, estamos falando de imprevistos, então caso saia do seu script esteja preparado para tomar decisões rápidas;
  • Por fim, tenha um plano para cada letra do alfabeto, assim você sempre terá uma saída para seu problema.

Cursos para você

Cursos para você que tem de lidar com os imprevistos da Lei de Murphy:

Resumo

Em síntese, a lei de Murphy afirma que tudo vai dar errado da pior maneira possível, assim depende de você tomar o controle da situação para si. Dessa forma, buscando  se planejar melhor como no exemplo do Simon, citado acima. Faça igual a Simon experimente você hoje mesmo!

Gostou do conteúdo sobre Lei de Murphy? Então torne-se um Assinante FM2S e acelere sua evolução profissional através de nossos cursos certificados e materiais exclusivos, sempre fundamentados em conceitos sólidos, linguagem simples e aplicações práticas!

Leais mais no blog:

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.