lean
O que é Lean

14 de setembro de 2020

Última atualização: 08 de janeiro de 2024

O que é a metodologia Lean e sua aplicação prática

No mundo acelerado dos negócios, a busca pela eficiência tornou-se uma jornada constante. Nesse cenário, a metodologia Lean surge como uma luz orientadora, oferecendo não apenas uma abordagem, mas uma filosofia transformadora. Neste blog, vamos explorar os princípios fundamentais do Lean, destacando como essa prática revolucionária tem o poder de remodelar a eficiência operacional e impulsionar o sucesso empresarial.

O que é a metodologia Lean?

A Metodologia Lean é uma filosofia de gestão que busca otimizar processos e maximizar o valor entregue ao cliente. Originária no sistema de produção da Toyota, essa abordagem visa eliminar desperdícios e ineficiências ao longo da cadeia de valor.

O cerne do Lean está na identificação do que realmente agrega valor ao cliente. Isso implica em compreender as atividades essenciais e eliminar aquelas que não contribuem diretamente para a qualidade final do produto ou serviço.

Em vez de focar apenas na eficiência isolada de cada etapa, o Lean promove uma visão holística do processo. A ideia é criar um fluxo de trabalho contínuo e eficiente, minimizando estoques e respondendo de maneira ágil às demandas dos clientes.

A produção puxada é um conceito fundamental do Lean, significando que os produtos ou serviços são criados em resposta direta às necessidades do cliente, evitando assim excessos e estoques desnecessários.

A busca pela perfeição é um princípio motivador do Lean, promovendo uma cultura de melhoria contínua. A metodologia encoraja a participação de toda a equipe na identificação de problemas e na implementação de soluções para aprimorar constantemente os processos.

ebook introdução ao lean

A origem da Metodologia Lean

A "produção enxuta", como o lean também é conhecido, foi popularizado nos anos 90, e está, até hoje, atrelado a princípios e filosofias do Sistema Toyota de Produção, altamente difundido pela empresa em todo o Japão.

Trata-se de uma metodologia que se concentra em minimizar o desperdício nos sistemas de manufatura, maximizando, em simultâneo, a produtividade. Resíduos são vistos como algo que os clientes não acreditam agregar valor e não estão dispostos a pagar - e, portanto, tratados como desperdícios -.

Alguns dos benefícios da manufatura enxuta, por exemplo, incluem: tempos de entrega reduzidos, custos operacionais menores e qualidade aprimorada do produto.

Para isso, é necessário que a equipe de gestão administre a Produção Lean com o foco total em mitigação de erros e perdas, evitando ao máximo o uso errôneo de recursos da cadeia de produção.

O lean, por si só, consegue manter grandes parcelas do seu negócio sobre controle, porém, é comumente recomendado que os profissionais envolvidos em sua aplicação e manutenção também se utilizem de outras metodologias e ferramentas de qualidade.

Os 7 desperdícios:

Desperdícios são atividades ou tarefas que não agregam valor da perspectiva do cliente. Ou seja, o produto final que percorreu todas essas atividades, não possui benefícios adicionais no momento que encontra o cliente final, sendo assim, são passiveis de mudança ou exclusão.

Os 7 desperdícios estão ligados a: Defeitos, Superprodução, EsperaTransporteEstoqueSuper processamento e Movimentação. Entenda melhor cada um através desse vídeo, que faz parte do nosso Curso de Certificação Especialista Lean, onde explicamos mais pontualmente os desperdícios:

Como aplicar o Lean?

Compreensão dos Princípios:

Antes de iniciar, é crucial entender os princípios fundamentais do Lean. Familiarize-se com o valor, cadeia de valor, fluxo contínuo, produção puxada e perfeição.

Envolvimento da Liderança:

A liderança é fundamental. Garanta que os líderes estejam comprometidos com a filosofia Lean e estejam prontos para liderar pelo exemplo.

Treinamento da Equipe:

Proporcione treinamento para toda a equipe. Certifique-se de que todos compreendam os princípios do Lean e como aplicá-los no contexto de seu trabalho.

Identificação de Valor para o Cliente:

Determine o que os clientes valorizam. Concentre-se nas atividades que realmente contribuem para a qualidade do produto ou serviço.

Mapeamento do Fluxo de Valor (Value Stream Mapping):

Visualize e analise o processo de ponta a ponta. Identifique desperdícios e oportunidades de melhoria, mantendo o foco na entrega de valor.

Eliminação de Desperdícios:

Elimine atividades que não agregam valor. Isso pode incluir excessos de produção, transporte desnecessário, esperas, inventários excessivos, entre outros.

Implementação do Fluxo Contínuo:

Organize o fluxo de trabalho de forma a minimizar interrupções e atrasos. Reduza o tempo entre as etapas, mantendo o trabalho fluindo suavemente.

Produção Puxada:

Adote um sistema de produção puxada. Produza apenas quando há uma demanda real do cliente, evitando excessos e estoques desnecessários.

Promoção da Melhoria Contínua:

Incentive uma cultura de melhoria constante. Estimule a equipe a identificar problemas, propor soluções e implementar melhorias de forma contínua.

Implementação de Ferramentas Lean:

Introduza ferramentas específicas, como 5S (organização do local de trabalho), Kanban (sistema de controle visual), e Poka-Yoke (prevenção de erros), conforme necessário.

Feedback e Medição de Desempenho:

Estabeleça métricas de desempenho alinhadas aos objetivos Lean. Monitore regularmente e ajuste conforme necessário.

Cultura Lean:

Promova uma cultura Lean, na qual todos na organização estejam envolvidos na busca pela excelência operacional.

Qual a importância de aplicar o Lean?

Aplicando o Lean Manufacturing, usamos uma série de etapas para entender e determinar as mudanças no negócio. Na implementação, é importante conhecer as demandas e desejos do cliente em relação ao produto, ouça a voz do consumidor para então conhecer de fato sua organização, produtos ou serviços.

A importância maior do lean é tornar possível a documentação dessas percepções e análises, estruturando um processo de adição de valor para um produto. Isso pode ser feito com a ajuda de algumas outras ferramentas, bastante conhecidas por profissionais da área de melhoria contínua, como um mapa de fluxo de valor VSM, 5S, SMED e Gráficos de Controle, por exemplo.

A experiência Lean FM2S

A metodologia nos possibilita a incorporação do pensamento lean às práticas do dia a dia de maneira contínua e eficiente.

É por isso que em nossa plataforma educacional EaD, possuímos cursos que possibilitam o primeiro contato do profissional ao lean, e sua evolução no conteúdo. Com isso, nossos alunos conseguem escolher e dimensionar sua carreira da maneira que mais acharem adequada a sua realidade.

Para os iniciantes no assunto sugerimos o curso de Introdução ao Lean, através dele você entende os fundamentos da filosofia lean e sua integração as demais metodologias e ferramentas de qualidade e melhoria.

Por outro lado, se já tem conhecimento sobre a metodologia, e quer continuar agregando conhecimento, te convidamos a se tornar um Especialista Lean - Princípios e Ferramentas.

No curso de Certificação Especialista Lean Healthcare, o aluno profissional de saúde vai conhecer como enxergar e melhorar as suas atividades do dia a dia, eliminando o que não agrega valor ao paciente.

Para profissionais mais experienciados do mercado e que estão sempre a procura de conteúdo rico e conectado a metodologia Lean Six Sigma temos todos os cursos de certificação Belt: Green, Yellow, Black e Master Black Belt. Todos reconhecidos pela instituição internacional The Council for Six Sigma!

Esses, e outros cursos, fazem parte da Assinatura FM2S. Através dela você tem acesso à: Grupos de Networking para assinantes, Mentoria online, Materiais de apoio exclusivos, Novo conteúdo todo mês, Webinars e workshops.

Leia Mais:

Equipe FM2S

Equipe FM2S

Blog realizado por um membro da equipe FM2S.