Usando a metodologia ágil para melhorar o gerenciamento de negócios

negócios
17 de outubro de 2019
Última modificação: 17 de outubro de 2019

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Melhoria de Processos

Usando a metodologia ágil para melhorar o gerenciamento de negócios

Você quer melhorar o gerenciamento de negócios e diminuir o desperdício e os gastos na sua empresa? Nesse caso, convém aprender mais sobre a metodologia ágil e os vários aspectos que cercam essa ideia de negócio. A metodologia Agile foi empregada pela primeira vez pela indústria de software e agora se tornou mais popular em todo o mundo corporativo.

As metodologias ágeis são baseadas em maior comunicação, na conclusão de tarefas repetitivas e na colaboração estreita entre membros da equipe, supervisores e clientes. Abaixo, descrevemos diferentes tipos de metodologias ágeis e o significado essencial por trás desse conceito.

O que é metodologia ágil?

A metodologia Ágil envolve planejamento gradual de forma contínua, além de maior flexibilidade, em vez de criar planos de cinco anos para grandes projetos. Essencialmente, espera-se que a empresa se adapte constantemente a novas mudanças e ao feedback dos clientes ou das partes interessadas regularmente.

Esse processo é muito semelhante à metodologia lean, que também se concentra no uso de informações do consumidor e em melhorias incrementais ao longo do tempo, em vez de criar um plano de negócios de longo prazo. Por exemplo, a metodologia lean para empresas de software envolve o desenvolvimento de modelos de pequena escala que podem ser rapidamente alterados com base no feedback das partes interessadas e dos clientes. A melhor parte das metodologias enxutas e ágeis é sua capacidade de reduzir o desperdício em termos de fabricação ou desenvolvimento de produtos.

Fatores Ágeis: Colaboração e Comunicação

Alguns fatores-chave da metodologia ágil incluem a colaboração com clientes e investidores e a comunicação eficaz entre equipes e desenvolvedores. Promover uma maior colaboração e comunicação ajudará sua empresa a manter as tarefas diárias alinhadas às metas de negócios e a alcançar as necessidades do mundo real com base nas necessidades do cliente.

Dê uma olhada na maneira como suas equipes e supervisores se comunicam para desenvolver lições de treinamento para ajudar sua equipe a colaborar de forma mais eficaz e aumentar suas habilidades de fala. Além disso, você pode adicionar sistemas de gerenciamento de projetos e ferramentas de mensagens instantâneas para ajudar sua empresa a se comunicar de maneira mais rápida e fácil sobre tarefas e projetos diários.

O planejamento contínuo é vital

De acordo com o Smart Insights, o planejamento repetitivo e contínuo de metas e requisitos de negócios é essencial para metodologias ágeis. Isso significa que sua empresa terá que se adaptar constantemente às mudanças em andamento no seu setor, especialmente a quaisquer novos requisitos de produtos.

Com base no feedback do usuário e em quaisquer condições de mercado em mudança, você poderá alterar e evoluir os produtos e serviços da sua empresa regularmente. De fato, esse tipo de planejamento repetitivo e contínuo ajudará você a participar de atividades que não estão produzindo tanto lucro e investirá seu tempo e dinheiro em áreas mais importantes do desenvolvimento.

Fornecendo mais entregas leves

As metodologias ágeis também incluem o desenvolvimento e o fornecimento de produtos leves em pequena escala. Isso pode ser feito adotando abordagens nas quais os projetos são concluídos em estágios curtos chamados “sprints“. Por exemplo, um modelo de pequena escala pode ser desenvolvido em duas semanas para obter rapidamente comentários de usuários ou partes interessadas. Isso reduzirá o desperdício de tempo e dinheiro, além de proporcionar à sua empresa maior controle sobre os gastos.

Outra maneira de entregar projetos de menor escala e menor peso é utilizar uma lista de tarefas com as tarefas mais importantes priorizadas e entregues primeiro, além de definir rapidamente problemas e resolver tudo desde o início.

Priorizando e estimando tarefas comerciais

Outro papel importante da metodologia ágil envolve a decomposição dos requisitos de gerenciamento de trabalho e negócios em tarefas específicas e a priorização de quais projetos de negócios precisam ser concluídos primeiro. Planejar e estimar o tempo necessário para concluir determinadas tarefas será importante. Esse processo ajudará você a manter os membros da equipe em tarefas e a gerenciar a conclusão das atividades diárias.

Ao considerar seus objetivos de negócios, você precisará priorizar suas tarefas com base no valor que você atribui a determinados projetos. Você também precisará revisar sua lista de tarefas regularmente para garantir que suas prioridades estejam em ordem. Isso significa que você poderá ter uma lista atualizada de tarefas que serão alinhadas constantemente com o feedback do usuário.

Incorpore histórias ou comentários de clientes

Você pode aumentar o benefício ou o valor que seu trabalho oferece alinhando as histórias ou o feedback dos clientes às tarefas realizadas por sua equipe. Isso implica olhar para o usuário final típico e descobrir o que ele deseja alcançar e qual é a sua motivação. Ao definir suas necessidades ou motivação, você será capaz de garantir que todas as partes interessadas no projeto saibam o que é esperado de seu projeto final. Isso pode incluir a elaboração de postagens de blog ou estudos de caso, além de contar com uma história de usuário bem-sucedida.

Estruturando uma equipe e atribuindo funções

Outra parte importante dos recursos ágeis envolve a estruturação de equipes que podem fornecer o mais rápido e eficiente possível. Isso significa limitar o tamanho das equipes a três a seis pessoas, o que pode manter sua equipe mais focada.

Também existem funções específicas que devem ser atribuídas a funcionários individuais, a fim de ter uma equipe mais simplificada. Há uma variedade de papéis importantes a serem incluídos. Essencialmente, você pode se concentrar nos pontos fortes de cada membro da equipe para atribuir tarefas específicas. Aqueles que precisam de assistência podem trabalhar com pessoas que assumem mais um papel de liderança. Um exemplo é o papel do mestre da equipe.

A função principal envolve otimizar o desempenho de sua equipe no caso de projetos baseados em sprint. Esse papel trabalha com as partes interessadas para garantir que a equipe seja apoiada e que todos os obstáculos sejam superados.

O que são organizações ágeis?

As organizações ágeis incluem um sistema de equipes em que o aprendizado rápido e as decisões rápidas são tomadas em um ambiente centrado nas pessoas, com foco na utilização da tecnologia para auxiliar o gerenciamento de projetos, de acordo com a McKinsey & Company. Existem cinco marcas comerciais específicas de organizações ágeis descritas pela McKinsey & Company.

A primeira marca registrada inclui a criação de valor para clientes e investidores, o que significa que as organizações ágeis são muito focadas no cliente e tentam atender às necessidades de várias pessoas, em vez de apenas o usuário final médio. Essencialmente, concentrando-se na criação de valor, as empresas estão trabalhando para atender às necessidades de funcionários, partes interessadas, parceiros e comunidades locais.

A segunda marca registrada envolve a criação de uma rede flexível de equipes com um líder executando as coisas do topo. Isso permite que os funcionários tenham maior liberdade enquanto o líder pode continuar coordenando os esforços de trabalho. Isso também requer fomentar a colaboração e a comunicação, além de desenvolver responsabilidade e transparência.

Dentro da terceira marca, as organizações ágeis implementam ciclos de aprendizado e rápida tomada de decisões. Isso significa que o modelo ou escala de um produto é repensado a cada passo do caminho, em todos os níveis de desenvolvimento.

A quarta marca comercial incluída entre as organizações ágeis incorpora um modelo centrado nas pessoas que fortalece os funcionários e promove a paixão. Essencialmente, todos na organização ficam mais engajados e trabalham de forma mais colaborativa quando esse tipo de modelo centrado nas pessoas é empregado. Além disso, um valor maior é criado para os clientes nesse tipo de cultura de trabalho.

Para criar um modelo centrado nas pessoas que capacite os funcionários, é vital investir em uma liderança forte e eficaz que crie uma comunidade mais apaixonada e leve ao desenvolvimento de habilidades vitais entre as equipes. Essencialmente, os líderes de uma organização ágil precisarão ser visionários e treinadores que possam ajudar os desenvolvedores a aumentar a eficiência e superar as expectativas dos usuários.

A última marca comercial das organizações ágeis considera o emprego das tecnologias certas, como a tecnologia de ativação da próxima geração. Isso significa repensar o tipo de tecnologias usadas para processos de trabalho específicos e potencialmente implementar novos sistemas de gerenciamento de projetos que melhoram a velocidade com que as tarefas são concluídas.

Os processos e tecnologias operacionais precisarão atender às mudanças nas demandas dos clientes e podem precisar ser ativados digitalmente para suas equipes de desenvolvimento de produtos. Novas inovações precisarão ser incorporadas, como armazenamento baseado em nuvem e arquitetura de microsserviços.

Essencialmente, uma organização ágil precisará empregar práticas de desenvolvimento e entrega de tecnologia de próxima geração entre seus objetivos de negócios.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − dois =