Missão Black Belt: o que você precisa para chegar lá

missão black belt
15 de dezembro de 2016
Última modificação: 15 de dezembro de 2016

Autor: Virgilio F. M. dos Santos
Categorias: Blog, Seis Sigma

Missão Black Belt: você deseja tornar-se um Black Belt de sucesso? Gostaria de saber o que fazer para seguir esse caminho? Este é o nosso objetivo no artigo de hoje, contar um pouco sobre quais são as considerações de uma empresa na hora de escolher quem ocupará a cadeira de Black Belt. Preparados?

Desenvolvimento de habilidades gerenciais

Em algumas empresas, umas das finalidades do desenvolvimento de Black Belts é a de aprimorar as habilidades de gerentes e líderes atuais/futuros. Nestes casos, candidatos à missão Black Belt são selecionados principalmente dentre as fileiras existentes, e são geralmente designados para liderar um projeto de melhoria. Pessoas colocadas em cargos de Black Belt recebem oportunidades para promoção depois que terminarem a missão black belt.

Prós

  • Põe pessoas com experiência direta da organização e de seus processos para trabalhar em oportunidades de melhoria.
  • Engaja os gerentes de nível médio diretamente no esforço Seis Sigma designando-os para projetos.
  • Black Belts selecionados de dentro da organização geralmente já tem familiaridade com a política e as pessoas na organização, o que significa que podem selecionar membros de equipe, trabalhar mais eficazmente com Patrocinadores, e assim por diante.
  • Se os Black Belts forem bem conhecidos e respeitados, podem ajudar a convencer outros na empresa do valor do sistema Seis Sigma.
  • Adiciona o conhecimento e as habilidades básicas do Seis Sigma no talento gerencial

Contras

  • Pode desviar talento gerencial existente ou promissor das operações do cotidiano.
  • Pode prolongar o tempo na rampa de acesso necessário para treinar e familiarizar Black Belts com métodos Seis Sigma.

Missão Black Belt: Especialização

Outra abordagem é estabelecer o Black Belt como cargo permanente e caminho de carreira. Empresas que tem isto como prioridade tenderão a contratar, ou selecionar e treinar, pessoas com habilidades e aptidões focalizadas em Seis Sigma. Embora possam liderar um projeto, o papel geralmente se encaixa melhor sob o título de “Coach Seis Sigma”, e seu avanço seria dentre as fileiras do grupo “especialista” Seis Sigma. Se a sua missão Black Belt for seguir carreira na área, prefira empresas que tem esta abordagem.

Prós

  • Permite que o conhecimento especializado de Seis Sigma seja aplicado a projetos imediatamente (de pessoas contratadas).
  • Permite elevar o nível de rigor do treinamento.
  • Mantém recursos treinados em Seis Sigma focalizados e projetos e iniciativas sancionadas, em vez de dispersá-los pela organização.
  • Pode permitir um maior número de projetos, se cada uma da missão Black Belt puder assumir múltiplos projetos.

Contras

  • Black Belts tecnicamente orientados podem possuir menos conhecimentos ou experiência organizacionais.
  • Não permite a oportunidade de “semear” as fileiras gerenciais e profissionais com líderes de projetos Seis Sigma experimentados e treinados.

Mix

Algumas empresas adotam um mix destas duas abordagens, o que frequentemente funcionar melhor. Selecionar alguns Black Belts dentre os grupos gerenciais e profissionais existentes, e selecionar outros ou trazer outros de fora especificamente para serem os “músculos” técnicos do Seis Sigma.

Quer começar a executar sua Missão Black Belt? Comece pelo White Belt e siga o caminho… Vale a pena!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *