Lean Six Sigma: você sabe o que é?

Lean Six Sigma
31 de julho de 2018
Última modificação: 04 de agosto de 2021

Autor: Virgilio F. M. dos Santos
Categorias: Lean, Seis Sigma

Você sabe o que é Lean Six sigma? Neste artigo vamos explicar o conceito dessa metodologia e seus níveis.

O que é Six Sigma?

Primordialmente, o Six Sigma é um sistema abrangente e flexível para alcançar, sustentar e maximizar o sucesso do negócio.

O Six Sigma, em muitas organizações, simplesmente significa uma medida de qualidade que busca quase a perfeição. Pode ser chamado de “Six Sigma” ou ter um nome genérico ou personalizado para a organização, como “Excelência Operacional”, “Zero Defeitos” ou “Perfeição do Cliente”.

O que torna o Six Sigma diferente? O Six Sigma dirige-se unicamente por um entendimento das necessidades do cliente, uso disciplinado de fatos, dados e análise estatística, além de atenção diligente para gerenciar, melhorar e reinventar processos de negócios (do livro The Six Sigma Way de Pande, Neuman e Cavanagh).

A metodologia Seis Sigma baseia-se no conceito de que há uma redução na “variação do processo” (por exemplo, tempos de espera do cliente em uma central de atendimento que variam entre dez segundos e três minutos) usando ferramentas estatísticas.

O objetivo ideal é corrigir um processo para que ele seja 99,9997% livre de defeitos. Ou produzir apenas 3,4 Defeitos por milhão de oportunidades ou menos!

Por exemplo, isso poderia significar 3,4 lâmpadas quebradas em um milhão produzidas, ou 3,4 chamadas de clientes com tempos de espera de mais de um minuto. Do ponto de vista estatístico, isso significa que um processo centrado no alvo tem seis Desvios Padrão (sigma) entre a média do processo (o alvo) e o limite de especificação mais próximo.

As Cinco Fases do Seis Sigma

Os projetos Seis Sigma são construídos em uma estrutura DMAIC de cinco fases: Definir, Medir, Analisar, Melhorar, Controlar.

DMAIC

Figura 1: Passo a passo DMAIC

Cada uma destas fases contém um conjunto de ferramentas e técnicas que orientam o solucionador de problemas através do processo de melhoria do início ao fim. Com o curso de Green Belt da FM2S você se aprofunda bastante em cada uma dessas 5 fases. Confira quais são os níveis da metodologia Lean Six Sigma:

Então o que é Lean?

O Lean (também conhecido como Lean Methods ou Lean Speed) é um conjunto de ferramentas desenvolvidas para reduzir o desperdício associado ao fluxo de materiais e informações em um processo do começo ao fim. O objetivo do Lean é identificar e eliminar etapas não essenciais e sem valor agregado no processo de negócios. O intuito final é simplificar a produção, melhorar a qualidade e conquistar a lealdade do cliente.

Métodos Lean podem ser empregados na estrutura DMAIC para aumentar as ferramentas Seis Sigma quando o foco do projeto é melhorar a velocidade e a eficiência do processo. Dessa forma, essa metodologia melhora a eficiência, reduz o desperdício e aumenta a produtividade. Os benefícios, portanto, são múltiplos: maior qualidade do produto, maior eficiência e melhor gestão de recursos.

Quer entender mais sobre a metodologia Lean? Com a nossa Apostila Introdução ao Lean grátis você entenderá mais sobre os conceitos e como aplicá-los. Confira:

apostila introdução ao lean

Como tudo isso se tornou Lean Six Sigma?

Usar mais técnicas de resolução de problemas pode ajudar a resolver um número maior e vários problemas de negócios. A partir dos anos 80, consultores treinados em ambas as técnicas perceberam a sinergia entre o Lean e o Seis Sigma e começaram a pressionar pela combinação das diferentes ferramentas do Seis Sigma (focado na melhoria da qualidade) e do Lean (focado na remoção de resíduos).

Assim, o Lean Six Sigma (LSS) nasceu.

Uma abordagem de gerenciamento combinada, LSS amplifica os pontos fortes e minimiza as fraquezas de ambas as abordagens quando usado sozinho.

Cada vez mais popular, o Lean Six Sigma primeiro enfatiza o uso de metodologias e ferramentas Lean para identificar e remover desperdícios e aumentar a velocidade do processo. Isso, por sua vez, ocorre com o uso de metodologias e ferramentas Six Sigma para identificar e reduzir ou remover variações de processos.

Portanto, a maioria das implantações (organizações que executam iniciativas de qualidade dentro de uma empresa) agora optam por usar o Lean Six Sigma em vez de apenas uma ou outra metodologia.

O que e quais são os “belts”?

Um “belt” significa experiência. Os praticantes recebem um título de “Belt” (faixa preta, faixa verde, faixa amarela) que corresponde ao nível de experiência. É uma ideia similar à da hierarquia em artes marciais, com cintos coloridos mais escuros indicando mais experiência (mais treinamento, mais conhecimento e habilidades).

Black Belt

Um Black Belt tem conhecimento especializado e habilidades relacionadas à metodologia DMAIC, métodos Lean e liderança de equipe.

Os Black Belts devem ser capazes de liderar qualquer equipe em toda a organização na execução de projetos Lean Seis Sigma. Os Black Belts também podem realizar treinamento Lean Seis Sigma e atuar como treinadores e mentores para outros Cintos em treinamento.

O treinamento do Black Belt pode ser obtido a partir de uma variedade de fontes, mas geralmente tem duração entre 140 e 160 horas e inclui instrução no uso de análise de dados estatísticos, experimentos planejados, liderança de equipe e gerenciamento de projetos.

A MoreSteam, Sociedade Americana para Qualidade (ASQ) e outras organizações e empresas de consultoria oferecem a certificação Black Belt – o reconhecimento do conhecimento e da aplicação prática de habilidades.

Green Belt

Um Green Belt tem forte conhecimento e habilidades relacionadas à metodologia DMAIC e aos métodos Lean. Mas normalmente não tem experiência com ferramentas estatísticas avançadas, como design de experimentos (DOE) .

Os Green Belts podem liderar projetos simples sob a orientação de um Black Belt. Ou, ainda, trabalhar como membros da equipe em uma grande equipe de projeto.

O treinamento do Green Belt pode ser obtido a partir de uma variedade de fontes, mas normalmente tem duração inferior a 100 horas e inclui instruções sobre o uso básico da análise de dados estatísticos, com ênfase nas técnicas de solução de problemas da equipe.

A MoreSteam, Sociedade Americana para Qualidade (ASQ) e outras organizações e empresas de consultoria oferecem a  Certificação Green Belt – o reconhecimento do conhecimento e da aplicação prática de habilidades.

Yellow Belt

Um Yellow Belt é treinado nos conceitos gerais e ferramentas básicas do Lean Six Sigma.

Uma empresa que implanta o Lean Seis Sigma pode optar por designar membros da equipe do projeto como Yellow Belts, após concluir um curso de treinamento obrigatório. Ou, ainda, pode usar a designação para funcionários responsáveis ​​pela coleta de dados para um projeto Green Belt ou Black Belt.

A definição do corpo do conhecimento do Yellow Belt ocorre de forma bastante diferente por diferentes organizações. Em alguns casos, por exemplo, pode representar apenas os conceitos mais básicos e a linguagem do Seis Sigma, com uma visão geral do processo DMAIC. Já em outros casos, os Yellow Belts são treinados em um conjunto mais completo de ferramentas básicas, normalmente representando 15 a 25 horas de treinamento.

Campeão

Um campeão do projeto é um gerente de alto escalão que trabalhará com um Black Belt. Seu esforço deve ser focado para retirar as barreiras ao sucesso do projetos, assim como proporcionar o suporte organizacional necessário à equipe do projeto para que ela seja eficaz.

Não se espera que os campeões sejam especialistas em ferramentas estatísticas ou mesmo especialistas no assunto específico do projeto. Em vez disso, eles devem possuir uma amplitude de conhecimento organizacional. Isso para que o trabalho da equipe esteja alinhado com os objetivos estratégicos e as interfaces da organização de maneira eficaz em toda a organização. Um campeão também deve ter o poder organizacional para “fazer as coisas acontecerem”.

White Belt

A maioria dos White Belts são executivos ou funcionários que precisam conhecer os fundamentos básicos da melhoria de processos. Utiliza-se o  treinamento White Belt principalmente para auxiliar o gerenciamento de mudança. Mas também se preocupa com a adesão cultural de profissionais que não usam as ferramentas, mas podem ser impactados por projetos.

E o que é Design for Six Sigma (DFSS)?

O Lean Six Sigma tenta corrigir processos quebrados que já existem. Mas e se houvesse uma maneira de criar processos de maior qualidade no estágio de projeto?

Uma variante do Seis Sigma, o Design For Six Sigma (DFSS) é uma metodologia usada para projetar do zero ou reprojetar um produto ou processo. Dessa forma, seu objetivo é atender os requisitos do cliente e ter um nível de qualidade esperado do Seis Sigma.

Produzir um nível tão baixo de defeitos a partir do lançamento de produtos ou serviços significa, por tanto, que deve-se compreender completamente as expectativas e necessidades do cliente (CTQs). E é essencial que isso ocorra antes que um projeto possa ser concluído e implementado.

DFSS é sobre “acertar na primeira vez” em vez de melhorar mais tarde (o foco do DMAIC Six Sigma). Esse, por fim, é o ponto em que o custo da mudança é menor e a facilidade de implementação é a mais alta.

Design para Lean Six Sigma (DFLSS)?

É aí que o Lean é adicionado ao mix, então são todas as ferramentas e técnicas juntas. Um número crescente de implantações está descrevendo seus esforços como DFLSS.

Estatísticas, ferramentas e técnicas

A metodologia LSS se baseia em um número impressionante de ferramentas e técnicas, por exemplo, Diagramas de Espinha de Peixe, Gráficos de Controle de Processo Estatístico, 5S, que foram coletadas de metodologias de qualidade anteriores.

Dessa forma, isso torna o LSS familiar para muitos profissionais de qualidade e fácil de aprender. Afinal, a estrutura DMAIC é usada para organizar as ferramentas na ordem apropriada para uso no trabalho do projeto.

Se interessou pelo tema Lean Six Sigma? Confira outros conteúdos:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *