Logistica
Logística

17/08/2019

Última atualização: 15/01/2024

Logística: o que é, como funciona e quais os tipos?

Logística é o processo de execução eficiente de transporte e armazenamento de matéria prima ou mercadorias - desde o ponto de origem até o ponto de consumo. O seu objetivo é atender aos requisitos do cliente de maneira oportuna e econômica.

Muitas empresas se especializam prestando serviços a fabricantes, varejistas e outras indústrias com grande necessidade de transportar mercadorias. Alguns possuem toda a gama de infraestrutura, desde aviões a caminhões, armazéns e softwares, enquanto, por outro lado, outras se especializam em uma ou duas partes.

Normalmente, grandes varejistas ou fabricantes possuem grandes partes de sua rede logística. A maioria das empresas, no entanto, terceirizam a função para um provedor de terceiros (3PL).

Na Apostila de Introdução à Logística FM2S, você irá conhecer as ferramentas, indicadores e teoria de uma boa gestão de fornecedores, armazenamento e distribuição.

O que é a Logística?

Logística é uma atividade essencial que envolve o planejamento, implementação e controle eficiente do fluxo de bens, informações e recursos, desde a origem até o destino final, com o objetivo de atender às necessidades dos clientes de forma mais econômica e eficaz possível. É uma disciplina que desempenha um papel fundamental na gestão e operação de empresas e organizações em diversos setores.

ebook introdução a logística

Como a logística funciona? O que se faz na logística?

Transporte

O gerenciamento de transporte se concentra no planejamento, otimização e execução do uso de veículos para movimentar mercadorias entre armazéns, locais de varejo e clientes. Dessa forma, o transporte é multimodal e pode incluir meio como oceanos, aéreos, ferroviários e rodoviários, por exemplo.

O transporte participa de todas as etapas de uma cadeia logística, desde a encomenda das matérias-primas até a entrega do produto ao cliente no Last Mile. Portanto, na logística, é fundamental para garantir a eficiência da cadeia e satisfação do cliente, saber como gerenciar cada etapa do transporte.

Assim, esse se trata de um processo complexo que envolve planejamento e otimização de rotas e cargas de remessa, gerenciamento de pedidos, auditoria de frete e pagamento. Também pode estender-se ao gerenciamento de pátios, um processo que supervisiona o movimento de veículos através dos pátios externos às fábricas, armazéns e instalações de distribuição de produtos.

Além disso, o gerenciamento de operadoras é um aspecto importante da logística empresarial, uma vez que o preço, a disponibilidade e a capacidade das transportadoras podem variar muito.

As empresas de logística normalmente usam o software do sistema de gerenciamento de transporte (TMS) para ajudar a atender às demandas da logística relacionadas ao transporte. Há também aplicações de nicho, como sistemas de gerenciamento de pátio.

Também a tecnologia de veículos sem condutor e com motor de busca desempenhará um papel importante na forma como a logística operará no futuro. Enquanto isso, alguns provedores já usam a IA para rastrear melhor os pacotes e prever problemas relacionados ao transporte na cadeia de suprimentos.

Assim, veículos autônomos - como empilhadeiras sem motoristas, caminhões de entrega e drones - provavelmente se tornarão mais comuns em depósitos, pátios e rodovias.

Armazenagem

Armazenagem - ou gerenciamento de armazém - inclui funções como gestão de estoque e atendimento de pedidos. Além disso, envolve o gerenciamento de infraestrutura e processos de depósito. A maioria das empresas usa o software WMS (warehouse management system) para gerenciar o fluxo e o armazenamento de mercadorias, além de rastrear estoques.

A maioria dos fornecedores de software de ERP oferece módulos TMS e WMS, além de componentes mais especializados para gerenciamento de estoque e outras funções de logística.

Diferentes tipos de gestão de logística

Suprimentos

O gerenciamento de suprimentos lida, por exemplo, com o planejamento e a coordenação de materiais necessários em um local e horário específicos para fornecer suporte à produção ou atividade. O fornecimento deve contar com o transporte de materiais e armazenamento, juntamente com planos para avaliar o nível de fornecimento durante as diferentes etapas do processo; certificando-se, além disso, de que o fluxo de materiais se alinha com a necessidade.

Distribuição

A logística de distribuição é responsável por gerenciar um material fornecido e armazenado que é enviado para os locais onde é necessário. O processo, portanto, inclui a emissão de movimento de material (carregamento, descarregamento e transporte), rastreamento de estoque e responsabilidade de uso (anotando como o suprimento que é usado e por quem).

Produção

Esse tipo supervisiona as etapas de combinar suprimentos distribuídos em um produto, podendo implicar a coordenação de um processo de fabricação ou montagem. No caso de aplicações como a produção militar, a logística de coordenação de espaço e áreas para a produção. Na construção, a produção incluirá a preparação do material para coordenar com a fase de construção enquanto ela ocorre.

Reversa

Lida, por exemplo, com o recall de materiais e suprimentos de uma produção do processo de montagem, no gerenciamento logístico de um projeto de construção. Por exemplo, os planos de logística reversa para a remoção de material excedente e a reabsorção do material em uma oferta de estoque.

Por que a logística é importante?

Embora a entrega pontual de pacotes intactos sempre tenha sido importante em toda a cadeia de suprimentos, ela se tornou ainda mais importante nos últimos anos. Isso porque o comércio omnicanal, com a entrega em domicílio ou no varejo concomitantemente encomendados por smartphones, se torna mais comum.

Assim, fornecedores, fabricantes, distribuidores e varejistas tiveram que melhorar seus processos logísticos para atender à demanda por uma entrega mais rápida e conveniente de uma variedade maior de produtos. Eles também tiveram que integrar melhor seus processos e sistemas para melhorar a visibilidade da cadeia de suprimentos.

Quais são os tipos de logística?

Em síntese, as diferentes categorias de logística são:

Como surgiu a logística?

A logística, como a entendemos hoje, é uma disciplina que evoluiu ao longo do tempo e foi influenciada por várias práticas culturais, desenvolvimentos técnicos e necessidades econômicas. 

O termo se espalhou a partir da antiguidade e Idade Média; o termo "logística" vem do grego "logistikos" (racional) e do latim "logisticus" (cálculo ou raciocínio). Inicialmente, a logística estava relacionada ao cálculo e ao raciocínio na antiga Grécia, Roma e Bizâncio. No entanto, também foi aplicada no sentido militar, referindo-se ao movimento de tropas, suprimentos e equipamentos. Passando para os séculos XVII a XIX, a logística como conceito começou a ganhar mais importância, especialmente no contexto militar. No século XIX, durante as Guerras Napoleônicas, Antoine-Henri Jomini, um oficial do exército, definiu a logística como a arte de planejar e realizar o movimento e a manutenção das forças armadas, neste ponto, a logística começou a ser vista como uma parte estratégica do sucesso militar.

Já no século XX, especialmente durante as duas Guerras Mundiais, a logística desempenhou um papel vital no fornecimento eficiente de suprimentos às forças em campo. Além disso, os conceitos de logística foram amplamente aplicados na indústria. Com a crescente complexidade dos processos de produção, a necessidade de gerenciamento eficaz da cadeia de suprimentos tornou-se cada vez mais importante. Após a Segunda Guerra Mundial, a logística industrial evoluiu para a logística de negócios. A logística de negócios moderna surgiu do movimento de eficiência na produção, que envolvia métodos científicos para melhorar a eficiência na produção e distribuição. Neste período, houve um foco crescente na otimização e no gerenciamento da cadeia de suprimentos.

Nos dias atuais a logística ampliou seu escopo para incluir atividades como gerenciamento de estoque, transporte, armazenamento, manuseio de materiais, embalagem, processamento de pedidos, previsão de demanda, gestão de relacionamento com clientes e fornecedores, serviço ao cliente e muitas outras funções necessárias para operar um negócio eficazmente. O desenvolvimento de tecnologias, como software de gerenciamento de cadeia de suprimentos, automação, inteligência artificial e aprendizado de máquina, também transformou a logística e continua a moldar sua evolução.

Como funciona o gerenciamento de logística?

Em suma, o gerenciamento de logística concentra-se na eficiência e no gerenciamento eficaz das atividades diárias relativas à produção de produtos e serviços acabados da empresa. Esse tipo de gerenciamento faz parte da gestão da cadeia de suprimentos e planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento de mercadorias eficientes, efetivos e reversos.

Esse processo, por sua vez, acontece entre o ponto de origem e o ponto de consumo, a fim de atender aos requisitos estabelecidos pelos clientes. Ou seja, o seu principal objetivo, é alocar a quantidade certa de um recurso ou entrada no momento certo, sendo assim responsável por garantir que os serviços oferecidos sejam rápidos, precisos e de qualidade - e que a satisfação do cliente seja estabelecida.

Sendo assim, crucial para criar visibilidade na cadeia de suprimentos de qualquer empresa. À medida que os dados históricos são analisados ​​e o movimento de mercadorias é rastreado em tempo real pelos avançados sistemas de gerenciamento de transporte (TMS), a logística usa essas informações para otimizar o processo e evitar possíveis interrupções.

Além disso, a visibilidade da cadeia de suprimentos cria terreno para grandes economias de custos nas operações. Os procedimentos adequados de gerenciamento de logística aumentam a receita e dão às empresas o controle sobre o frete de entrada; permitir a organização do fluxo reverso de mercadorias; manter o inventário em níveis ótimos.

Por fim, utilizar os movimentos de frete nos modos de transporte adequados. Todos esses fatores contribuem para reduzir custos.

A transformação da gestão logística

Avançando na era moderna, a complexidade dos processos logísticos inspirou a criação de softwares de gerenciamento de logística e lançou negócios que se concentram apenas na aceleração do movimento de recursos ao longo da cadeia de suprimentos. 

As empresas de manufatura chegaram a um ponto em que optaram por terceirizar a gestão de sua logística para especialistas: um campo que é dominado por provedores de Logística de Terceiros. (3PLs)

Além disso, estando no meio da era digital também, a indústria de logística e cadeia de suprimentos se recuperou e avançou na digitalização de processos internos e externos. Assim 90% dos gastos de execução da cadeia de suprimento serão compatíveis com aplicativos e software de logística digital até 2020.

A IoT, por exemplo, já permite que as empresas atuem digitalmente, conecte ativos físicos e permita o fluxo de dados através da cadeia de valor, ligando cada parte do estilo de vida do produto.

O impacto das novas tecnologias

As cadeias de suprimentos digitalizadas proporcionaram aos clientes uma visão e transparência do processo de logística, onde receberão feedback em suas transações. Cada usuário agora se sente como se estivesse no controle do processo, eventualmente levando à satisfação do consumidor final; um fator para o qual todos os negócios devem estar se esforçando.

A tecnologia oferece inúmeros benefícios e oportunidades quando se trata do campo da cadeia de suprimentos e logística, incluindo análise avançada de dados, facilidade de escalabilidade, segurança de dados, redução de custos, integração de múltiplas plataformas, rastreamento em tempo real e procedimentos automatizados.

Quando se fala em gerenciamento logístico unindo forças com a tecnologia, o software lidera a conversa, porque os processos logísticos não podem ser altamente otimizados sem os sistemas de software apropriados. Também visa planejar, implementar e controlar o fluxo e armazenamento de mercadorias, serviços e informações relacionadas.

Ele otimiza esse processo, permitindo uma linha de lucro maior através de um aumento na automação, visibilidade, comunicação e eficiência do processo.

Como é a atuação na área da logística?

A logística, em sua essência, envolve o gerenciamento eficiente do transporte e armazenamento de mercadorias, desde a origem até o destino final, garantindo que os produtos cheguem no tempo certo, na condição certa e no local certo.

Para começar, é fundamental ter uma compreensão clara de como funciona a logística e todo o escopo que ela abrange. Isso inclui, mas não se limita a, gestão de cadeia de suprimentos, transporte, armazenamento, controle de inventário e atendimento ao cliente. Então, se você quer começar a atuar na área da logística, é necessário uma base sólida em conceitos de negócios, como economia, administração e finanças, também é crucial, pois a logística está intrinsicamente ligada à saúde financeira e operacional das empresas.

Uma característica chave para ter sucesso na logística é a capacidade de resolver problemas de maneira rápida e eficaz. Como profissional da área, você se deparará com desafios únicos diariamente, seja encontrando rotas de transporte mais eficientes, lidando com atrasos inesperados ou otimizando o armazenamento de produtos. A habilidade de pensar em seus pés e adaptar-se rapidamente a novas situações é inestimável.

Além disso, assim como em vários aspectos na nossa vida, a tecnologia desempenha um papel cada vez mais importante na logística. Então é recomendado que você seja capaz de familiarizar-se com sistemas de informação logística, software de gerenciamento de armazém e ferramentas de rastreamento e análise de dados pode oferecer uma vantagem significativa. À medida que o setor se move em direção à automação e à digitalização, estar atualizado com as últimas tendências tecnológicas é fundamental.

O networking também é um componente vital para quem deseja entrar nesse campo. Participar de feiras, conferências e workshops de logística, além de se conectar com profissionais do setor em plataformas de mídia social, pode proporcionar insights valiosos e abrir portas para oportunidades de emprego.

Finalmente, é de extrema importância que você tenha certificados para se destacar nessa área, seja através de cursos de graduação em logística, certificações profissionais ou workshops, manter-se atualizado com as práticas, regulamentações e inovações mais recentes do setor pode ser o diferencial que separa um bom profissional de logística de um excelente.

Por isso, se você procura atuar na área da logística, saiba que a FM2S lançou recentemente o MBA em Logística aprovado pelo MEC e que proporcionará a você a certificação que precisa para ser o mestre nessa área!

Leia mais:

Equipe FM2S

Equipe FM2S

A FM2S Educação acelera a carreira profissional de seus alunos