Hard Skills: o que são? Qual a sua importância?
Carreira

18 de abril de 2022

Última atualização: 12 de abril de 2023

Hard Skills: o que são? Qual a sua importância?

Um dos termos mais utilizados nas entrevistas de emprego e processo de recrutamento é Hard Skills. Essas habilidades se tornam cada vez mais importantes com a automatização de processos e especialização de tarefas envolvendo o mercado digital.

Com uma dinâmica específica de avaliação e um valor agregado gigantesco, entenda os detalhes do que é uma Hard Skill e o que ela significa na sua carreira.

O que são Hard Skills

Hard Skills é um termo que faz referência a atividades práticas, competências técnicas e que normalmente envolvem uma ferramenta. São chamadas Hard – “duro” no inglês, mas também “inflexível” – por serem habilidades que lidam com conteúdo mais estático.

As Hard Skills são voltadas a execução e muitas vezes associadas a algum “entregável”, normalmente um produto.

Qual é a diferença entre Hard Skill e Soft Skill?

As Hard Skills se diferem das Soft Skills por não envolverem habilidades de lidar com outras pessoas. Elas podem ser consideradas habilidades técnicas, desenvolvidas individualmente, ao contrário das Soft Skills.

Outra diferença marcante é a capacidade de serem avaliadas por meio de testes técnicos e certificados. Isso torna mais fácil separar bons profissionais de quem apenas diz saber utilizar o produto.

Por que as Hard Skills são importantes?

Uma vez que lida com entregas e seus resultados são representados em termos facilmente quantificáveis, as Hard Skills muitas vezes se relacionam diretamente com o valor entregue por empresas.

As Hard Skills evoluem com muita rapidez, fazendo com que um profissional atualizado nelas entregue em alta qualidade. O desenvolvimento de diversas tecnologias e técnicas estão associados com fluência nesse perfil de habilidades.

Exemplos de Hard Skills

Separamos alguns exemplos de Hard Skills altamente pedidas pelo mercado de trabalho e com potencial de alavancarem a sua carreira.

Confira os detalhes e o que costuma ser solicitado em testes de competência ao concorrer a certos cargos.

  1. Conhecimento em programação: Java, Python, C++, entre outras linguagens.
  2. Habilidades em design gráfico: Adobe Photoshop, Illustrator, InDesign.
  3. Habilidades em gerenciamento de projetos: PMP, Scrum, Agile.
  4. Conhecimento em ferramentas de análise de dados: Excel, Tableau, R, SAS.
  5. Habilidades em SEO e marketing digital: otimização de mecanismos de busca, marketing de conteúdo, geração de leads.

Como utilizar as Hard Skills em processos seletivos?

Em um processo de recrutamento e seleção, as Hard Skills costumam ser diferenciais competitivos para cargos de Júnior, Pleno e Sênior, e pré-requisitos para cargos de gestão. Podem também ser a diferença entre a entrada de estagiários e Trainees nos processos seletivos.

Caso o profissional esteja em transição de carreira, também é fundamental analisar quais são as Hard Skills avaliadas nos cargos. Para isso, esteja atento a necessidade de certificações e aos testes de competência que visam avaliar seu domínio.

Certificações

Diversas empresas oferecem certificações para o desempenho de Hard Skills. Como são habilidades técnicas, é importante observar que seus certificados têm maior validade do que certificados de Soft Skills.

Um certificado nada mais é do que uma instituição de renome atestando o valor do profissional para o mercado de trabalho.

Testes de Competência

Para garantir que o certificado corresponde à habilidade, diversas entrevistas de emprego ou promoção contam com testes de competência. Nestes testes é esperado que o candidato demonstre fluência com o método ou ferramenta.

Por isso, ao buscar se qualificar em uma Hard Skill, busque instituições com metodologias práticas de ensino.

Como desenvolver as Hard Skills nos colaboradores?

Existem várias maneiras de desenvolver as habilidades técnicas (ou "hard skills") dos colaboradores, incluindo:

  • Treinamentos e cursos: Ofereça treinamentos internos ou externos para desenvolver habilidades específicas.
  • Mentoria e Coaching: Atribua um mentor ou coach para guiar o colaborador ao longo do processo de aprendizado e desenvolvimento.
  • Prática e experimentação: Forneça aos colaboradores oportunidades para praticar e experimentar com as habilidades que estão desenvolvendo.
  • Investir em tecnologias de aprendizado automatizado (como inteligência artificial e aprendizado de máquina): para fornecer treinamentos personalizados e eficazes.
  • Criar um ambiente de aprendizado contínuo: onde os colaboradores possam compartilhar conhecimentos e colaborar entre si.

Quais os benefícios para a empresa?

O desenvolvimento de Hard Skill para colaboradores é um assunto de Negócios para Negócios – o B2B. Desta forma, empresas que entendem todas as vantagens de ter uma equipe mais capacitada em Hard Skills tendem a apresentar melhores resultados de gestão. Além disso, outros ganhos aparecem como chave para a marca que investe no treinamento de seus funcionários.

Ganho de capital social

Existem muitas formas de avaliar o capital da empresa, e um deles é o capital social. Medido como aquilo entregue pelos profissionais de uma empresa, ele aumenta exponencialmente à medida que seus funcionários se tornam mais capacitados.

Uma vez que um profissional domina hard skills, ele é mais caro no mercado e seu valor agregado aumenta, assim como suas entregas.

Motivação da equipe

Além disso, há o fator psicológico de se ganhar uma capacitação. Funcionários que percebem um investimento da empresa em suas carreiras tendem a reagir com maior entusiasmo e aumentar sua participação. Logo, cursos e treinamentos podem ser vistos como outra forma de bonificação concedida pela marca a funcionários que se destacam.

Aumento de produtividade

Com mais conhecimento técnico, os colaboradores são capazes de gerar melhores resultados e maior produção. Também se tornam mais críticos a forma como determinadas atividades são desenvolvidas, ajudando a reduzir desperdícios. Com isso, o valor investido em um profissional para seu desenvolvimento “se paga” com aumento de produtividade para a empresa.

Assinatura FM2S

Dada a importância das Hard Skills ou Soft Skills, é comum que se encontre diversos cursos, conteúdos, materiais e e-book de capacitação por aí. A FM2S, porém, reúne todo o conhecimento essencial para a sua qualificação profissional em uma plataforma única: a Assinatura FM2S.

Você terá acesso a mais de 90 cursos (entre eles o Green e Black Belt), 1 MBA em Gestão da Qualidade e Processos OU Sigma e Excelência Operacional, além de mentoria especializada e grupos de networking por todo o país. Se você ainda não conhece a FM2S, sugiro começar com os Cursos Gratuitos ou aproveitar nossas promoções para entender como funciona a nossa experiência educacional única!

Assinatura FM2S Promoção

Leia Mais

Paula Louzada

Paula Louzada

Engenheira Mecânica (2016) e mestra pela Universidade Estadual de Campinas (2023). Na França, atuou na área de Melhoria de Produção de uma empresa do segmento aeronáutico, e no Brasil fez parte da equipe de Melhoria Contínua de uma multinacional do ramo químico. Atualmente, trabalha como consultora de Projetos de Melhoria, Excelência Operacional e Gestão da Rotina, além de ministrar aulas de Green Belt, Black Belt e Ferramentas da Qualidade na FM2S Educação e Consultoria.