Mercado de trabalho: o que você precisa saber para se destacar

Mercado de trabalho
14 de novembro de 2021
Última modificação: 12 de novembro de 2021

Autor: Carolina Firmino
Categorias: Carreira

Pensar na definição de mercado de trabalho, na teoria, é simples – empresas oferecendo vagas de emprego e pessoas procurando por elas. O que não é, na verdade, é a prática. Ou seja, as dinâmicas desse lugar competitivo, com transformações que acontecem simultaneamente, necessitam ser discutidas e estudadas.

Desde os tipos de trabalho, até as profissões que estão em alta no mercado ou como conseguir o primeiro emprego, tudo isso exige constantes atualizações, além de ser fundamental tentar se conectar ao máximo com tudo o que vai fazer você ser um profissional melhor: leituras, cursos, viagens educativas e mais.

O que é mercado de trabalho?

O conceito está relacionado à ideia de oferta e procura, com oportunidades que podem estar no setor público, privado, em áreas de atuação praticamente infinitas e de todos os tamanhos. 

No mercado de trabalho estão profissionais com habilidades múltiplas, formações acadêmicas ou não, sempre alimentando uma interação entre empregadores e empregados. 

Além disso, é possível classificar alguns tipos de trabalho nesse ambiente: o formal e o informal. No primeiro, exige-se carteira assinada, contribuição à previdência social e concordância com as leis trabalhistas.

Já o segundo, não há registro ou pagamento como contribuinte, o que, muitas vezes, pode prejudicar tanto quem contrata, quanto o contratado. Há ainda o trabalhador autônomo, que atua por conta própria e, muitas vezes, se torna um microempreendedor individual, por exemplo.

E-book Carreira profissional

Quais os setores do mercado de trabalho?

O mais comum é dividir o mercado de trabalho nos setores primário, secundário e terciário, que são os mesmos da economia. No entanto, com a globalização, os avanços tecnológicos e as novas demandas presentes na sociedade, fazem com que estudiosos criem teorias que identifiquem um setor quaternário ou terciário superior.

O setor primário

Agricultura, pecuária, extração vegetal, mineral e mais. Neste setor, as relações de trabalho lidam de forma direta com a matéria-prima. 

O setor secundário

Aqui, lida-se com a transformação dessa matéria-prima. Ou seja, com ela, constrói-se instrumentos, a exemplo das indústrias. Também podemos incluir a construção civil neste setor.

O setor terciário

Relações de trabalho interpessoais estão no setor terciário, é onde está a correspondência entre pessoas. A prestação de serviços faz parte dele, o que engloba um universo gigantesco de possibilidades: hospitais, escolas, comércio, bancos etc. 

O setor quaternário ou terciário superior

Os defensores dessa teoria argumentam que serviços intelectuais não poderiam fazer parte do setor terciário. Assim, essa expansão inclui atividades como gerar ou compartilhar informações, educação, pesquisa, telecomunicações, planejamento e outras tarefas que são baseadas no conhecimento.

Que profissões estão em alta?

Já sabemos que o mercado de trabalho é um lugar de transformações. Ele acompanha tendências globais, demandas que aparem diante de novos desafios e, por isso, identificar profissões em alta requer pesquisa e observação.

Atualmente, em um mundo completamente afetado pela pandemia, algumas carreiras estão mais aquecidas e outras precisarão de mudanças radicais. 

Um estudo recente do Linkedin apresentou uma seleção das 15 profissões em alta no ano de 2021 e das categorias com mais contratações. Segundo a plataforma, o destaque fica para as áreas de saúde e tecnologia, impulsionadas pela chegada do coronavírus. Além delas, marketing e vendas online também movimentam o mercado de trabalho. 

Já o cenário considerado pós-pandêmico, de 2022, prevê consolidação do home office, continuidade na alta dos salários do setor de tecnologia e queda das fronteiras para as contratações.

De acordo com a consultoria Robert Half, uma empresa global de consultoria de recursos humanos com sede em Menlo Park, Califórnia, apresentada pela revista Exame, Engenharia, Finanças e Contabilidade, Jurídico, Mercado Financeiro, Recursos Humanos, Seguros, Tecnologia e Vendas e Marketing são os setores que estarão mais aquecidos. 

A pesquisa também indicou quais serão as soft skills, habilidades comportamentais que todo profissional precisa ter, mais valorizadas em 2022. São elas: comunicação, adaptabilidade, flexibilidade, perfil analítico/visão estratégica, senso de dono/visão do negócio.

Para facilitar a compreensão das profissões que devem seguir em ascensão entre este e o próximo ano, compartilhamos uma lista dividida por área, baseada no mesmo relatório da empresa:

Finanças e contabilidade

  • M&A/RI/Tesouraria Estruturada
  • Controller
  • Contábil/Fiscal
  • Planejamento Financeiro/Controladoria,
  • Tesouraria/Financeiro

Engenharia

  • Gerente de Supply Chain
  • Comprador
  • Engenheiro de Aplicação/Vendas
  • Gerente de projetos/PMO
  • Gerente de vendas técnicas
  • Coordenador de planejamento
  • Coordenador de Customer Service
  • Engenheiro de QSMS
  • Engenheiro de Produção/Processos

Jurídico

Para escritórios – Advogados especialistas em operações de M&A (pleno e sênior), Advogados de Societário e Contratos (pleno e sênior), Advogados de Consultivo Tributário (pleno e sênior), Advogados de Contencioso Cível (pleno e sênior)

Para empresas – Advogados generalistas (pleno a diretor), Advogados especializados em contratos (pleno), Advogados de compliance

Recurso humanos

  • Business Partner, Remuneração e Benefícios (analistas sênior, especialistas e coordenadores)
  • Treinamento e Desenvolvimento (analistas sênior, especialistas e coordenadores)
  • Gerente generalista
  • Gerente com foco em desenvolvimento organizacional
  • People Analytics
  • Change Management
  • Especialistas em DEI

Tecnologia

  • Desenvolvedor Front-End (sênior)
  • Desenvolvedor Full Stack (pleno e sênior)
  • Arquiteto de soluções
  • Tech Lead
  • Profissional de infraestrutura (analistas e coordenadores)
  • Profissional de segurança da informação (especialistas a gerentes)
  • Desenvolvedor Back-End (pleno e sênior)
  • DeVops, Product Owner
  • Profissional de dados

Vendas e marketing

  • Executivo de Contas
  • Coordenador de Marketing Digital
  • Gerente de e-commerce
  • Gerente de Marketing Digital
  • Analista de Marketing Digital
  • CRM-CX
  • Vendas internas
  • Gerente de Produtos Digitais
  • Analista de Marketing – Marketplace
  • Analista (CRO)/Martech

Seguros

  • Finanças (analistas e gerentes)
  • Atuarial (analistas e especialistas)
  • Comercial (gerentes)
  • Produtos (analistas e gerentes)

Mercado financeiro

  • RM Private
  • M&A (analistas/associados/vp)
  • Crédito corporate (analistas e especialistas)
  • Finanças (diretores e gerentes)
  • Profissionais de áreas regulatórias (analistas, especialistas, gerentes e diretores)
  • Equity Research (analistas)

Destacamos também as seguintes profissões: médicos especializados, farmacêuticos, pesquisadores e profissionais autônomos de conteúdo digital.

Como está o mercado de trabalho no Brasil?

Infelizmente, o país sentiu os efeitos do coronavírus tanto em questões sanitárias como econômicas. Apesar de a taxa de desemprego ainda se manter alta, existe uma tentativa por parte dos próprios profissionais em retornar ao mercado de trabalho formal. Muitos, durante o período mais crítico da pandemia, diminuíram o ritmo dessa busca e seguiram em outras atividades por medo do contágio. 

Conforme avança a vacinação, as perspectivas de melhora aumentam. Ao mesmo tempo em que é necessário se qualificar para esse novo período, que vai exigir adaptações e funções diferentes do mundo pré-pandêmico, a reinserção precisará ser acompanhada de motivação e paciência. 

Isso porque os investidores e os contratantes ainda estão receosos quanto ao retorno 100% do fluxo de trabalho. Além disso, levará um tempo até que o mercado consiga absorver toda a quantidade de pessoas que estão em busca de uma colocação. 

Quais as dicas para entrar no mercado de trabalho?

Para conquistar uma vaga, o diferencial pode estar ações que você pode ter:

  • Invista na sua qualificação, organize um bom currículo e crie oportunidades de se conectar com pessoas que já estão inseridas na sua área;
  • Valorize suas experiências, afinal, tudo o que você já fez contribuiu para trazer aprendizado;
  • Em entrevistas, mostre iniciativa para driblar crises, preocupação com o futuro e ideias inteligentes. Tente sair da mesmice!
  • Demonstre proatividade e flexibilidade para se adaptar, afinal, você está procurando se reestabelecer em um local de alta concorrência;
  • Desenvolva soft skills para aprender a trabalhar em grupo, se comunicar bem, estimular o networking e aproveitar o seu tempo da melhor maneira;
  • Construa uma rede de contatos. Ela pode ajudar os empregadores a lembrar de você quando surgir uma vaga.

Qualificação = mais oportunidade

A FM2S também quer contribuir para que você seja um profissional de sucesso!

Para isso, desenvolvemos alguns cursos gratuitos que vão ajudar nessa empreitada que, por mais que precise da sua dedicação, pode ser prazerosa no sentido de agregar conhecimento.

É possível conferir 9 cursos da FM2S sobre criatividade, gestão de processos, comunicação assertiva, melhoria contínua e mais. Aproveite!

Continue o aprendizado

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *