O que é empreendedorismo? como ser um empreendedor de sucesso

empreendedorismo
30 de maio de 2020
Última modificação: 30 de março de 2022

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Gestão de Projetos

Empreendedorismo consiste na aptidão de uma pessoa para reconhecer problemas e oportunidades, criando soluções resultando na concepção e desenvolvimento de um negócio que gera legado positivo para a sociedade.

Esse negócio pode relacionar-se a um projeto, uma organização ou qualquer mudança que produza impacto na vida das pessoas. Assim, o ele está diretamente relacionado à inovação através do aproveitamento das novas oportunidades no âmbito dos negócios. Por exemplo, note o número de oportunidades de empreendedorismo na pandemia.

No entanto empreender pode assumir outros significados. Por exemplo, ao invés de objetivar a geração de lucro, o empreendedorismo é a capacidade de gerar ou agregar valor, se aproximando assim de metodologias como o Lean Manufacturing.

Sempre que uma empresa já consolidada no mercado se arrisca em desenvolver novos produtos ou explora um novo ramo, ela está sendo empreendedora. O ato de empreender também envolve despender tempo e recursos. Ainda assim, diante de todos os fatos muitos especialistas afirmam que não existe uma definição exata para o fenômeno do empreendedorismo.

O que é ser empreendedor?

Muitos entendem o empreendedor como aquela pessoa que inova, ou seja, aquela pessoa que enxerga oportunidades de negócio onde ninguém vê. Em outras palavras, empreendedor é a pessoa que faz acontecer, saindo da zona de conforto e do campo da imaginação, partindo para ação. Logo, um bom empreendedor é a pessoa que desenvolve as novas ideias, podendo ela mudar tudo aquilo que já existe. Grande parte de ser empreendedor está em transformar as crises em oportunidades e assim, tornar-se pessoas influentes. Portanto, entenda que em momentos de crise, o impulso empreendedor pode estar mais estimulado.

Primeiros passos para tornar-se empreendedor de sucesso

Acredita-se cada vez mais que o empreendedorismo no Brasil seja uma característica muito ligada à personalidade, sendo um negócio próprio ou não. Embora a definição do significado da palavra permaneça constante há décadas, as possibilidades para os aspirantes a empreendedor evoluíram. Pense nisso: há 100 anos, que opções alguém que sonhava em construir sua empresa tinha? Se você não tinha habilidade para fazer algo novo ou não tinha capital para investir, eram baixíssimas as chances de você se tornar um.

Empreender é um conceito que convive com a humanidade há muito tempo, antes mesmo dele ganhar essa definição. Hoje em dia, esse conceito está diretamente ligado ao sucesso, o que não necessariamente é verdade, afinal se você não tiver um conjunto de características que lhe conferem vocação para isso, será muito difícil de realizar essa jornada. Mas quais seriam essas características?

Você já conhece o Business Model Canvas (BMC)? Ele apresenta a estrutura de um plano de negócios/projeto de negócios e faz um bom trabalho em ajudá-lo a descobrir o seu negócio. Aproveite para conhecer o curso Business Model Canvas, disponível na Assinatura FM2S. Deixamos abaixo uma vídeo aula do curso para você conferir.

Quais são as características do Empreendedorismo?

Uma vez definido o empreendedorismo, agora é necessário definir quais são as suas características. Esse conjunto de características muitas vezes não seguem um padrão, dessa forma reunimos as características mais comuns entre empreendedores de sucesso. São elas:

  • Otimismo: ser otimista está relacionado a esperar o melhor e, principalmente acreditar que as coisas darão certo. Porém acreditar, nesse sentido, significa fazer de tudo para que seus objetivos sejam cumpridos, o que é bem diferente de ser uma pessoa sonhadora;
  • Criatividade: em primeiro lugar vem a criatividade. Ser criativo é fundamental para empreender, afinal qual seria sua vantagem em oferecer serviços que já existem? Empreender exige um pensamento inovador e crítico com uma boa capacidade de solucionar problemas;
  • Autoconfiança: confiar em suas próprias capacidades é a força motriz, essência do empreendedor. Antes de transformar uma ideia em realidade é preciso acreditar que é possível;
  • Coragem: os que estão dispostos a empreender não podem temer a rejeição e o fracasso. Assim, fazem de tudo para que o negócio seja bem sucedido, o que não impede que essa pessoa tenha uma parcela de cautela sobre os riscos;
  • Iniciativa: dê o primeiro passo, saia da inércia. Empreendedores de sucesso são aqueles que possuem iniciativa, ou seja, não aguardam por soluções e sim vão em busca delas;
  • Assume Riscos: saber assumir riscos é importante. Enxergar com otimismo, porém sempre mantendo os pés no chão é o segredo. Procure não focar muito nas chances de fracasso. Realize projeções e fique de olho nos indicadores;
  • Resiliência: se caiu, levante! Errar e tentar novamente são habilidades necessárias para quem deseja conquistar qualquer coisa;
  • Pensamento estratégico: pense antes de agir, explore as oportunidades e tente enxergar as coisas de ângulos diferentes. As vezes vale a pena também uma consultoria ou mentoria para direcionar o melhor caminho a seguir.

Aproveite e conheça a formação carreira e liderança da FM2S e comece já a desenvolver suas habilidades. Ela está disponível na Assinatura FM2S!

Assinatura FM2S - Paciência

Dicas para investir no empreendedorismo

1. Defina o Segmento

Um empreendedor precisa definir qual será o segmento que você vai atuar é o passo número 1. Isso inclui, portanto, identificar qual setor você tem maior afinidade ou entende mais. Assim, analisar quais são as necessidades do consumidor e entender onde se localizam as melhores oportunidades é crucial para conquistar o mercado, além de conferir qualidade ao seu produto. Uma dica importante aqui é evitar investir em negócios apenas por estarem em alta, pois a tendência pode acabar e os custos do seu investimento podem “sair pela culatra”. Já que você tem um mundo inteiro de opções para escolher empreender, procure trabalhar com aquilo que você goste. Assim, será muito mais tranquilo o seu dia a dia.

2. Diferencie-se como empreendedor

Acredito que o grande ponto do “ser empreendedor” é aquilo que torna único o seu negócio, ou seja, aquilo que te diferencia dos demais concorrentes. Para isso, você deve se perguntar: “ Qual a motivação que um potencial cliente tem em escolher comprar de mim ao invés de comprar do(s) meu(s) concorrente(s)?” As vezes um “Call to Action” (também conhecido como “chamada”) pode ser útil. Ele é semelhante a um slogan que atrai a clientela e pode ser o diferencial para trazer o cliente até você.

Saiba mais sobre o gerador de slogan que te ajuda a criar slogans mais curtos e mais eficazes.

3. Definir Escala

Uma vez definida a atividade empresarial do seu negócio, procure reconhecer quais são as ações que podem ser tomadas para atender o mercado em larga escala, ou seja, uma produção massiva. Esse potencial está diretamente associado às maiores chances de crescer e, principalmente, receber investimentos.

4. Converse com Especialistas

Se inteirar a respeito das atividades, eventos do seu segmento também pode ser uma boa oportunidade para crescer. Portanto, busque os eventos, feiras, workshops, palestrantes e especialistas do seu setor e veja o que eles dizem sobre empreendedorismo. Ter a visão de outros profissionais, mais experientes vai lhe ajudar a enxergar melhor o mercado.

Além do mais, quando se trata de ter os melhores especialistas te ajudando em sua loja virtual, não podemos deixar de falar do Nuvemshop Empresarial que oferece time especializado com a experiência necessária para apoiar seu negócio em questões técnicas e estratégicas.

Tipos de Empreendedorismos

Empreendedorismo Verde/ Empreendedorismo Sustentável

Também chamado de ‘negócio verde’, o empreendedorismo verde é um bom exemplo de empreendimento que prova a possibilidade de ganhar dinheiro cuidando do meio ambiente através de ações sustentáveis.

Empreendedorismo Digital

O empreendedorismo digital consiste na criação de um negócio totalmente online, comercializando produtos e/ou serviços sem a necessidade de investir em espaços físicos. A principal vantagem desse tipo de negócio é o baixo investimento, evitando um tipo de despesa que é classificada como custo de prateleira.

Empreendedorismo de Manufatura

Os empresários de manufatura fabricam produtos. Eles identificam as necessidades dos clientes e, em seguida, exploram os recursos e a tecnologia a serem usados ​​para fabricar os produtos para satisfazer as necessidades dos clientes. Em outras palavras, os empresários de manufatura convertem matérias-primas em produtos acabados.

Empreendedorismo de Negócios

Como o próprio nome sugere, o empresário comercial realiza as atividades comerciais. Eles adquirem os produtos acabados dos fabricantes e os vendem aos clientes diretamente ou através de um varejista. Eles servem como intermediários como atacadistas, revendedores e varejistas entre fabricantes e clientes.

Empreendedorismo Social

Nesse tipo de empreendedorismo, as pessoas nos negócios são os inovadores que visam o desenvolvimento de produtos e serviços, para que requisitos e problemas sociais possam ser resolvidos. Diferentemente do empreendedorismo inicial escalável, o principal motivo dos empreendedores, neste caso, é melhorar o mundo.

Empreendedorismo Individual

É o empreendedorismo que é gerenciado e executado por um indivíduo ou membro de uma família com alguns motivos pessoais e iniciativas, sendo chamado de empreendedorismo individual.

Empreendedorismo Privado

O empreendedorismo iniciado no setor privado é denominado empreendedorismo privado. O governo de todas as nações oferece amplos serviços de apoio via preocupações públicas e privadas, a fim de motivar iniciativas não públicas em empreendimentos de empreendedorismo. Além disso, acelera o desenvolvimento econômico e mantém um equilíbrio entre uma camada e o relacionamento mútuo.

Empreendedorismo Público

Empreendedorismo público é referido como o empreendimento que está sob o governo através das várias agências de desenvolvimento. Todos os países desenvolvidos e subdesenvolvidos tomam iniciativa em ideias de empreendimentos para atender à escassez preliminar de empreendedores privados. Eles são diferentes dos empreendedores privados porque trabalham sob o governo para resolver questões públicas e ambientais. Também não são empreendedores sociais porque estão sujeitos às regras e regulamentos do governo.

Conclusões

Portanto, o empreendedorismo fundamenta-se num conjunto de habilidades que são essenciais para ajudar pessoas a transformar ideias em ações, tornando-se empreendedores. Além disso, saber lidar com riscos, ter iniciativa, ser criativo e o pensamento crítico são algumas das características dos principais empreendedores de sucesso.

Fatores como a estabilidade financeira, diversidade de habilidades e capacidade de solução de problemas são essenciais para iniciar o seu empreendimento. A autocrítica também se faz importante, principalmente para analisar e reconhecer os pontos fracos e as oportunidades de melhoria.

Entenda que empreender é uma escala que inicialmente passa pelas micro e pequenas empresas, parte mais difícil dessa jornada e sobreviver a essa etapa é um ótimo indicativo do “caminho certo”.

Com esse conjunto de habilidades e a capacidade de lidar com riscos, você tem tudo para iniciar o seu novo negócio. E você? Como foi/é a sua experiência com o empreendedorismo? Conta pra aí pra gente nos comentários.

Aproveite para conhecer o curso de Liderança Lean – Gemba Walking FM2S!

Leia mais:

Deixe seu comentário

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.