Temperamento: os 5 tipos mais vistos no ambiente de trabalho
Carreira

09 de janeiro de 2023

Última atualização: 11 de julho de 2024

Temperamento: 5 tipos e como identificar o seu

Temperamento: 5 tipos e como identificar o seu

As pessoas são tão diferentes quanto o seu temperamento: uns são tranquilos e satisfeitos com o trabalho monótono, outros estão constantemente à procura de novos contatos e desafios. 

E você? Conhece seu próprio tipo de temperamento? Existem quatro tipos clássicos de temperamento e um quinto adicionado posteriormente (além das formas mistas, é claro), com características únicas. Nós contamos tudo sobre neste artigo!

O que é temperamento de uma pessoa?

Cada pessoa é única. Não há duas pessoas realmente iguais, nem mesmo gêmeos. Eles também diferem em impressão digital e caráter. Sempre houve tentativas de entender as pessoas em sua singularidade e classificar suas peculiaridades e padrões de comportamento.

Provavelmente a teoria mais antiga vem do médico Gregor Hipócrates, pai e fundador da medicina ocidental. Sua chamada doutrina do temperamento – baseada na teoria dos quatro humores – capta o ser humano como um todo, ou seja, mente e corpo.

Para ele, a saúde e a doença estavam intimamente relacionadas à personalidade. A palavra temperamento inclui "mistura certa". Portanto, cada pessoa é uma mistura de:

  • Sanguíneo (elemento ar);
  • Colérico (elemento fogo);
  • Melancólico (elemento terra);
  • Partes fleumáticas (elemento água).

Relação entre temperamento e personalidade

Temperamento refere-se às tendências inatas e biológicas de uma pessoa, como suas emoções, energia e estilo de aprendizado. É geralmente considerado como uma parte mais básica ou "pré-consciente" da personalidade.

Já a personalidade é um conjunto mais amplo e complexo de características que incluem o temperamento, mas também incluem aspectos como valores, crenças, atitudes e comportamentos aprendidos. A personalidade é como uma pessoa se apresenta e se relaciona com o mundo e com os outros.

Em resumo, o temperamento é uma base para a personalidade, mas a personalidade é formada por muitos outros fatores além do temperamento.

Quais são os 5 tipos de temperamentos?

Os cinco temperamentos são categorias que descrevem diferentes tipos de personalidade, com base em teorias antigas e modernas da psicologia. Os cinco principais temperamentos são:

  1. Sanguíneo: pessoas com o sanguíneo são geralmente extrovertidas, sociáveis, otimistas e entusiasmadas. Elas têm a tendência de serem espontâneas, impulsivas e se adaptam facilmente às mudanças;
  2. Melancólico: os indivíduos com o melancólico são introvertidos, pensativos e sensíveis. Eles valorizam a ordem e a estrutura, e tendem a ser perfeccionistas. Além disso, podem ser propensos à introspecção e a preocupações;
  3. Colérico: pessoas com o colérico são naturalmente líderes, assertivas, decididas e ambiciosas. Elas podem ser impacientes e dominadoras, mas também são eficientes e conseguem tomar decisões rapidamente;
  4. Fleumático: aqueles com o fleumático são calmos, pacientes, estáveis e equilibrados. Eles são bons ouvintes e podem ser um pouco introvertidos. São geralmente cooperativos e preferem evitar conflitos;
  5. Supino: o temperamento supino é menos conhecido e foi introduzido por pesquisas mais recentes na área da psicologia. As pessoas com esse temperamento tendem a ser submissas, leais e dependentes. Elas procuram agradar os outros e são sensíveis às necessidades alheias, mas também podem ter dificuldade em expressar suas próprias necessidades e desejos.

É importante notar que esses temperamentos são simplificações dos traços de personalidade e que as pessoas podem apresentar características de vários temperamentos. Além disso, a personalidade de cada indivíduo é influenciada por uma combinação de fatores genéticos, ambientais e culturais.

Ficou interessado no assunto? Explore também o curso gratuito de Fundamentos da Gestão e Liderança da FM2S! Uma oportunidade imperdível para adquirir uma visão completa sobre as competências essenciais de um líder.

Explore tópicos cruciais como conceitos de liderança e gestão, práticas eficazes, contexto histórico da liderança e temas atuais como ESG, diversidade e inclusão, e governança corporativa. Entenda como a liderança servidora se integra nas organizações modernas, promovendo um ambiente onde todos são valorizados e ouvidos.

Ideal para aspirantes a cargos de liderança, este curso equipa você com o conhecimento necessário para gerir processos e projetos, e ensina a liderar com empatia, integridade e um compromisso genuíno com o desenvolvimento da equipe.

Não perca essa chance de transformar sua carreira!

Os 4 tipos de temperamentos clássicos

Desenvolvidos por Hipócrates na Grécia Antiga, os quatro temperamentos foram baseados na teoria dos quatro humores. De acordo com essa teoria, o corpo continha quatro substâncias fundamentais – os humores: sangue, fleuma, bílis amarela e bílis negra. 

Temperamento Sanguíneo

É o temperamento relacionado ao sangue. Tipos sanguíneos são extrovertidos, sendo o tipo mais sociável dos quatro. São pessoas enérgicas, otimistas boas comunicadoras. Por outro lado, são impulsivos e possuem pouca disciplina e capacidade de organização. 

Se por um lado são confiantes sinceros, por outro são dados ao exagero e inconsistentes em seus relacionamentos e compromissos.

No trabalho, são bons em tarefas novas e em soluções criativas, inspirando as pessoas ao seu redor com sua energia alta e entusiasmo. 

Temperamento Melancólico

É o temperamento associado à bílis negra. Melancólicos são introvertidos, bastante sensíveis, mas têm dificuldades em comunicar esses sentimentos.

Tipos melancólicos sérios, analíticos e muito criativos, dados à criação artística. Em sua natureza reflexiva e cuidadosa, são perfeccionistas e talentosos.

Por outro lado, pessoas desse tipo podem ter a tendência a serem solitárias e dadas a sentimentos de tristeza, ansiedade e insegurança que os paralisam e dificultam tomadas de decisão, principalmente sob pressão. Apesar de serem calmos e quietos, tipos melancólicos costumam guardar raiva e ressentimento até o ponto de explodirem em ataques de raiva. 

No trabalho, são bons em lidar com detalhes, trabalhar com rotinas, encontrar e solucionar problemas e comprometerem-se com o que decidem realizar até o fim. 

Temperamento Colérico

É o temperamento relacionado à bílis amarela. Pessoas do tipo colérico são extrovertidas, autoconfiantes e vistas como líderes naturais.

Coléricos são decididos, independentes e estão sempre em busca de mudança, ambiciosos e enérgicos. São, por outro lado, bastante teimosos e inflexíveis. Também podem ser agressivos, tendo dificuldades em lidar com as próprias emoções e as dos outros. 

No trabalho, são bons com metas, encontrando soluções práticas e as colocando em ação, delegando atividades e sabendo lidar bem com pressão. 

Temperamento Fleumático

É o temperamento associado à fleuma. Tipos fleumáticos são introvertidos, extremamente calmos e pacientes. 

Fleumáticos são equilibrados, sendo bons ouvintes, inteligentes e fáceis de conviver. Bastante teimosos, podem ser desapegados, desapegados e passivos, com uma tendência a resistir à mudança e a evitar conflitos. 

No trabalho, são competentes e confiáveis, bons em administrar e mediar problemas, encontrando a solução mais simples e fácil de realizar.

O quinto tipo de temperamento

Este quinto temperamento não foi criado junto dos outros quatro. Ele foi elaborado em teorias modernas de personalidade, criado por Richard G. e Phyllis J. Arno, na década de 1980.

Temperamento Supino

Pessoas com esse tipo de temperamento são gentis e sensíveis. Geralmente são pessoas passivas e ansiosas, buscando agradar os outros, atendendo suas necessidades. Empáticas e compassivas, podem ter dificuldades em colocar limites e em expressas seus próprios quereres. 

No trabalho, são bons tomando decisões, diligentes e capazes de colocar políticas da organização em prática. 

Qual dos 5 temperamentos é o mais raro?

Não há consenso científico sobre qual dos quatro temperamentos clássicos (sanguíneo, melancólico, colérico e fleumático) é o mais raro, já que diferentes culturas, contextos e estudos podem apresentar variações nos resultados. Além disso, vale lembrar que a teoria dos temperamentos é apenas uma maneira de categorizar traços de personalidade e não é totalmente abrangente nem precisa.

Pesquisas mais recentes sobre personalidade tendem a utilizar modelos como o "Big Five" (Cinco Grandes), que se baseia em cinco dimensões da personalidade: abertura à experiência, conscienciosidade, extroversão, amabilidade e neuroticismo. Esses modelos são mais amplamente aceitos e considerados mais precisos do que a teoria dos quatro temperamentos.

Dessa forma, é difícil determinar qual temperamento clássico seria o mais raro, já que a teoria em si não é suficientemente abrangente e precisa para a compreensão da personalidade humana.

Como descobrir o meu temperamento?

Existem várias maneiras de descobrir o seu temperamento, incluindo:

  1. Testes de personalidade: existem vários testes de personalidade, como o Myers-Briggs Type Indicator (MBTI) e o Keirsey Temperament Sorter, que podem ajudá-lo a identificar o seu tipo de personalidade e, consequentemente, o seu temperamento;
  2. Autoavaliação: faça uma autoavaliação, refletindo sobre as suas características de personalidade, como suas preferências, valores, comportamentos e emoções. Isso pode ajudá-lo a entender melhor como você se relaciona com o mundo e com as pessoas ao seu redor;
  3. Comentários de outras pessoas: peça feedback a amigos e familiares sobre como eles percebem você. Isso pode ajudá-lo a obter uma perspectiva diferente sobre si mesmo e a identificar características de sua personalidade que você pode não ter percebido antes.

É possível mudar o temperamento de uma pessoa?

Embora o temperamento de uma pessoa seja influenciado por fatores genéticos e ambientais, é possível mudá-lo até certo ponto. O temperamento é uma combinação de traços de personalidade inatos e adquiridos que influenciam a maneira como uma pessoa reage a situações e interage com os outros. No entanto, é importante notar que mudanças significativas no temperamento geralmente requerem tempo, esforço e, em alguns casos, apoio profissional.

Algumas estratégias que podem ajudar a mudar o temperamento incluem:

  • Autoconhecimento: compreender os próprios traços de personalidade e padrões de comportamento é o primeiro passo para promover mudanças;
  • Terapia: participar de terapia, como a terapia cognitivo-comportamental (TCC), pode ajudar a identificar e modificar pensamentos e comportamentos indesejados;
  • Práticas de mindfulness: aprender e praticar técnicas de mindfulness, como meditação e atenção plena, pode ajudar a desenvolver habilidades de autorregulação emocional e comportamental;
  • Desenvolvimento de habilidades sociais: melhorar habilidades sociais, como comunicação assertiva, empatia e resolução de conflitos, pode promover mudanças no temperamento ao longo do tempo;
  • Estabelecimento de metas realistas: estabelecer metas claras e realistas relacionadas a mudanças no temperamento pode ajudar a manter a motivação e o foco;
  • Apoio social: contar com amigos, familiares ou grupos de apoio pode ser útil durante o processo de mudança.

Lembre-se de que mudar o temperamento é um processo contínuo e que cada pessoa é única. Algumas pessoas podem experimentar mudanças mais rápidas e significativas do que outras, dependendo de fatores como predisposição genética, ambiente e histórico de vida.

Temperamento no trabalho

Para dizer logo: pessoas espirituosas podem ser bons ou maus funcionários. O tipo por si só não diz nada sobre isso. É a forma como lidam com os problemas que faz a diferença.

Pessoas com determinado temperamento resolvem com facilidade uma tarefa com que outras têm muita dificuldade. Portanto, é importante que o trabalho se adapte ao temperamento tanto quanto possível. 

E é por isso que os gerentes e chefes de RH também devem reconhecer a que tipo de personalidade um funcionário ou candidato pertence: ele realmente se encaixa nessa posição especial e nos requisitos associados - ou haverá problemas posteriormente?

Todos devem estar cientes de que cada tipo de temperamento tem suas vantagens e desvantagens específicas. Nenhum funciona melhor que o outro, eles apenas funcionam de maneira diferente.

Essas diferenças residem nas características específicas que distinguem o temperamento individual. Isso inclui:

  • O ritmo dos processos cognitivos (percepção, análise, decisão, concentração);
  • A ductilidade e firmeza das qualidades psíquicas, suas flutuações e mudanças;
  • O ritmo de trabalho;
  • A intensidade dos processos mentais (emoções, força de vontade);
  • O foco da atividade psicológica em um objeto específico (extroversão, introversão).

Leia Mais:

Equipe FM2S

Equipe FM2S

A FM2S Educação acelera a carreira profissional de seus alunos