O que é o PCM (Planejamento e Controle da Manutenção)

pcm
20 de fevereiro de 2019
Última modificação: 28 de julho de 2021

Autor: Murilo Fms
Categorias: Blog

O que é PCM?

Planejamento e controle da manutenção (PCM) são as atividades para planejar e controlar a alocação de recursos, tempo e custos para garantir a eficiência e adequação das operações de manutenção, evitando desperdício de recursos ou mesmo períodos de parada devido a equipamentos defeituosos. O PCM moderno usa diversos aprendizados provenientes da Manutenção Produtiva Total (Total Productive Maintenance, o TPM), do Lean e do Seis Sigma.

O planejamento e controle da manutenção (PCM) é muito importante em uma empresa. Na verdade, isso determina parcialmente o sucesso a longo prazo da empresa, pois os recursos mal conservados podem interromper as operações e fazer com que a empresa perca dinheiro.

Um gerente de manutenção deve ter um profundo conhecimento dos processos da empresa e saber quais são os processos mais importantes para o sucesso da empresa. Esse conhecimento ajudará o gerente de manutenção a agendar tarefas como reparos em ordem de prioridade e alocará os recursos primeiro para as atividades de manutenção mais importantes. Um gerente de manutenção que não faz seu trabalho bem poderia colocar a empresa em maus lençóis, quando se trata de agendamento, custos e conformidade regulatória. Vamos agora ver melhor estes processos, mas antes, vamos revisar seus objetivos.

Quais são os tipos de manutenção?

Manutenção Corretiva

A manutenção corretiva acontece quando, por algum motivo, um equipamento perdeu ou diminuiu sua capacidade produtiva, ou seja, ela acontece mediante algum indício de falha com a finalidade de recuperar suas características originais de trabalho. Exemplo: vazamento de óleo em um sistema hidráulico. Confira mais sobre manutenção corretiva aqui.

Manutenção Preventiva

Manutenção preventiva é a manutenção realizada regularmente em uma peça de equipamento para diminuir a probabilidade de falha. É realizado enquanto o equipamento ainda está funcionando para não quebrar inesperadamente, ou seja, não esperamos a falha para realiza-la. Em termos de complexidade dessa estratégia de manutenção, ela se situa entre a manutenção reativa (ou a falha) e a manutenção preditiva. Confira mais sobre manutenção preventiva aqui.

Manutenção Preditiva

A manutenção preditiva é uma técnica que utiliza ferramentas e técnicas de monitoramento de condições para rastrear o desempenho do equipamento durante a operação normal para detectar possíveis defeitos e corrigi-los antes que resultem em falha.

Idealmente, a manutenção preditiva permite que a frequência de manutenção seja o mais baixa possível para evitar manutenção reativa não planejada, sem incorrer em custos associados à realização de muita manutenção preventiva.

Quais são os objetivos do planejamento e controle da manutenção?

O objetivo do PCM é otimizar o desempenho das instalações produtivas de uma organização, garantindo que essas instalações funcionem de maneira regular e eficiente. Isso pode ser conseguido evitando-se as falhas ou falhas, na medida do possível, minimizando a perda de produção devido a falhas.

Os principais objetivos do PCM são os seguintes:

(1) Minimizar a perda de tempo produtivo devido à falha do equipamento em maximizar a disponibilidade de instalações, equipamentos e maquinário para utilização produtiva por meio de manutenção planejada.

(2) Estender a vida útil da usina, maquinário e outras instalações, minimizando seu desgaste.

(3) Minimizando a perda devido a paradas de produção.

(4) Garantir a prontidão operacional de todos os equipamentos necessários para fins de emergência em todos os momentos, como equipamentos de combate a incêndios.

(5) Uso eficiente de equipamentos de manutenção e pessoal.

(6) Para garantir a segurança do pessoal através da inspeção regular e manutenção de instalações, tais como caldeiras, compressores e equipamentos de movimentação de materiais, etc.

(7) Maximizar a eficiência e economia na produção através da utilização otimizada das instalações disponíveis.

(8) Melhorar a qualidade dos produtos e melhorar a produtividade da planta.

(9) Minimizar o custo total de manutenção, que pode consistir em custo de reparos, custo de manutenção preventiva e custos de estoque associados a peças / materiais de reposição necessários para manutenção.

(10) Para melhorar a confiabilidade, disponibilidade e manutenibilidade.

Quais são as funções do PCM?

As funções importantes do planejamento e controle da manutenção podem ser resumidas da seguinte forma:

(1) Desenvolver políticas, procedimentos e padrões de manutenção para o sistema de manutenção da planta.

(2) Para agendar o trabalho de manutenção após a devida consulta com os departamentos de produção envolvidos.

(3) Realizar reparos e retificar ou reformar equipamentos / instalações planejadas para atingir o nível de disponibilidade necessário e a eficiência operacional ideal.

(4) Para garantir a inspeção programada, a verificação do óleo de lubrificação e o ajuste das máquinas e equipamentos da planta.

(5) Documentar e manter registro de cada atividade de manutenção (ou seja, reparos, substituição, revisões gerais, modificações e lubrificação, etc.).

(6) Para manter e realizar reparos de prédios, serviços públicos, equipamentos de movimentação de materiais e outras instalações de serviços, tais como instalações elétricas, esgotos, lojas centrais e estradas, etc.

(7) Realizar e facilitar inspeções periódicas de equipamentos e instalações para conhecer suas condições relacionadas ao seu fracasso e paralisação da produção.

(8) Para preparar a lista de estoque de peças de reposição e materiais necessários para manutenção.

(9) Para garantir uma manutenção econômica.

(10) Prever as despesas de manutenção e preparar um orçamento e assegurar que as despesas de manutenção estejam de acordo com o orçamento planejado.

(11) Recrutar e treinar o pessoal para preparar a força de trabalho de manutenção para uma manutenção eficaz e eficiente da planta.

(12) Para implementar normas de segurança conforme necessário para o uso de equipamentos específicos ou certas categorias de equipamentos, tais como caldeiras, pontes rolantes e fábricas de produtos químicos, etc.

(13) Desenvolver sistemas de informação gerencial, para fornecer informações à alta administração sobre as atividades de manutenção.

(14) Para monitorar a condição do equipamento em intervalos regulares.

(15) Para garantir o controle adequado do estoque de peças de reposição e outros materiais necessários.

Em termos de operações de plantas, as funções de manutenção são:

(a) A planta deve estar disponível como e quando necessário.

(b) A instalação não deve avariar durante o estado real de operação.

(c) A usina deve operar de maneira eficiente no nível exigido de operação da usina.

(d) O tempo de inatividade não deve interferir nos ciclos de produção.

(e) O tempo de inatividade devido à quebra deve ser um mínimo.

Para cumprir essas condições, deve haver cooperação completa e entendimento mútuo entre os departamentos de manutenção e produção. Deve haver uma política de manutenção efetiva para planejar, controlar e direcionar todas as atividades de manutenção.

Quais são os Pontos-chave do PCM?

São três os pontos-chave que fazem parte de um bom planejamento e controle da manutenção. Vamos conhecer quais são eles e suas respectivas importâncias:

1 Pessoas

Para que o PCM ocorra da forma mais suave possível é fundamental que os funcionários estejam envolvidos e, mais do que isso, engajados no processo.  Por mais que recursos como machine learning estejam sendo usados, é importante lembrar que pessoas são o pilar de qualquer organização e que elas estão envolvidas em todos os setores de uma empresa.

2 Processos

O planejamento e controle da manutenção é focado no mapeamento dos processos de manutenção, como por exemplo o processo de manutenção corretiva. É importante termos a ideia de quanto mais processos mapeados nós temos, menores serão as chances de ocorrerem falhas, eliminando-se assim desperdícios e reduzindo os custos.

3 Ativos

O terceiro e último ponto-chave (e não por isso menos importante) são os ativos. Os ativos de uma empresa compreendem um conjunto de bens e direitos de valores econômicos. Para esta aplicação podemos compreender ativos como sendo os bens que serão foco do PCM.

Controle de Custos e Orçamento

Este é provavelmente o objetivo mais importante do gerenciamento de manutenção. Não está totalmente sob o controle do gerente de manutenção, no entanto. Normalmente, o gerente de manutenção trabalha com um orçamento fixo definido pela empresa. Eles precisam encontrar a maneira mais judiciosa de alocar esse orçamento às várias partes dos custos do departamento de manutenção e encontrar uma maneira de fazer tudo funcionar.

O controle de custos ainda é importante, no entanto, porque alguns custos serão uma melhor utilização dos recursos da empresa do que outros. Considere, por exemplo, uma situação em que o gerente de manutenção precisa comprar uma peça de reposição para alguns equipamentos na fábrica. Ela pode ter que decidir entre uma parte mais barata que não seja durável e uma parte mais duradoura, mas mais cara.

Agendamento de trabalho e alocação de recursos

O agendamento tem tudo a ver com a alocação dos recursos de tempo e trabalho para os usos mais produtivos. Um gerente precisa ter uma compreensão íntima de como a empresa trabalha para ela agendar corretamente, pois isso irá ajudá-la a decidir os níveis de prioridade de diferentes atividades. Considere uma situação em um armazém dedicado ao fornecimento de papel, onde o caminhão de entrega e a empilhadeira precisam de manutenção.

Se o gerente de manutenção priorizar o caminhão de entrega, os suprimentos de papel poderão chegar aos clientes a tempo. Enquanto isso, mover o papel no depósito será uma tarefa difícil, porque a empilhadeira não estará funcionando naquele momento. Se, no entanto, a empilhadeira for priorizada, o inverso será o caso. O gerente precisa saber quais atividades priorizar para o resultado ideal.

Conformidade com os regulamentos

As tarefas de manutenção devem ser conduzidas de acordo com os regulamentos em todos os níveis, inclusive nos níveis local, estadual e federal. Pode parecer uma solução mais barata atribuir um funcionário a um equipamento, mesmo que a lei determine que dois funcionários devam ser designados a esse equipamento por motivos de segurança. Neste caso, a lei terá precedência. O gerente de manutenção deve manter-se atualizado com todos os regulamentos relevantes para evitar ter uma briga com a lei.

Deixe seu comentário

um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − oito =