O que é o POP de uma empresa?

popdeumaempresa_
03 de setembro de 2020
Última modificação: 03 de setembro de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Blog, Ferramentas da Qualidade, Gestão de Projetos

O que é um POP – Procedimento Operacional Padrão?

O Procedimento Operacional Padrão (POP), é um documento que visa estabelecer um formato sob o qual tarefas, na maioria das vezes repetitivas, serão realizadas dentro de um setor ou empresa.

Esse formato será descritivo, como um passo a passo, e seu objetivo é atingir uma padronização nos processos internos, para que seja possível estabelecer uma garantia final no produto ou serviço oferecido pela empresa. Ou seja, o POP deve estar sempre disponível no local onde o trabalho a que se refere – e aconselhavelmente visível a todos os colaboradores envolvidos nele.

Assim, o POP bem organizado e adequado a equipe, desempenha um papel importante inclusive na sua empresa, pois são políticas, procedimentos e padrões de que você precisa nas operações, sejam elas quais forem: de manufatura a marketing, de logística a administração.

Organizando o POP de uma empresa

Alguns procedimentos, e projetos, são regidos por padrões do mercado, desta forma, exigindo um nível de conformidade, qualidade, etc. As normas ISO, por exemplo, visam o enquadramento, de todo e qualquer processo realizado pela empresa, em seus padrões no âmbito da qualidade. Para a contabilidade temos a Sarbanes-Oxley e no setor de saúde a Comissão Conjunta.

Aprenda mais sobre as Normas ISO e sua importância. Faça parte da Assinatura FM2S e tenha acesso exclusivo a todo o conteúdo do nosso Curso de Introdução às Normas ISO!

Como escrever um procedimento operacional padrão?

É necessário pontuarmos que, os procedimentos operacionais padrão exigem muito planejamento e preparação antes mesmo de você começar a escrever o documento.

Por isso, separamos cinco principais etapas a serem seguidas no momento de criar o POP de uma empresa:

  • Desenvolva uma listagem com seus processos de negócios: Através de conversas com seus gerentes, e funcionários, entenda melhor as funções que cada um desempenha diariamente. Com isso, você aprenderá mais sobre as necessidades e obrigatoriedades de cada atividade, lhe possibilitando criar uma lista com detalhes dos processos. Essa lista será seu start e a partir dela, você poderá discutir com cada departamento e gerente os detalhes para aprimorá-la e dar vazão a criação do POP ideal;
  • Planeje o processo: Nesta etapa você decide os aspectos visuais e funcionais do POP. Decida um formato de como o passo a passo das atividades será executado, seu modelo e como cada funcionário terá acesso a ele. Eles terão um painel no gemba? Uma cópia em cada setor? Use as necessidades encontradas no passo anterior para decidir;
  • Fale com a equipeAgora que você tem sua lista de processos e criou seu modelo, precisa falar com os funcionários que executarão esse POP. Eles serão os reais impactados pelas regras, por isso, confirme se todos entendem e estão de acordo a esse primeiro rascunho;

Ainda não tem tanta experiencia como gestor, ou quer aprimorar suas soft skills? Inscreva-se na Formação para a Primeira Liderança da FM2S

  • Escreva e reveja o processo: A partir das discussões com os funcionários, elenque os comentários e revise seu procedimento. Peça a opinião dos gerentes agora, e determine quem será responsável pela supervisão e manutenção do POP;
  • Mantenha o processo: Para que um processo permaneça relevante e atinja um nível de usabilidade aprimorado, você deve mantê-lo e acompanha-lo. Atualize deu POP anualmente, reveja conceitos e adeque as regras do processo a novas atividades, áreas, produtos e pessoas, caso necessário.

A importância do POP: Quais atividades padronizar?

A importância do POP de uma empresa não é só uma. A padronização de atividades é criada para garantir a qualidade e produtividade, melhor utilizar recursos financeiros, aumentar a previsibilidade de erros e também engloba a importância do recurso humano envolvido, os colaboradores e seu treinamento.

O POP, então, terá melhor uso em atividades e processos repetitivos e críticos, em suma, aqueles que tem impacto direto no produto final e nas pessoas que o produzem. Demais atividades que estiverem atreladas a estas podem, ou não, ser padronizadas. Portanto, isso é algo definido por cada organização, levando em conta suas realidades e necessidades.

De uma forma ou de outra, listamos para você alguns tipos de POP mais utilizados hoje. Confira:

  • Produção: São POPs que dispõe sobre práticas necessárias a cada etapa da cadeia produtiva de um produto;
  • Armazenamento: Instrui a respeito do correto procedimento de armazenagem e controle de insumos e produtos;
  • Segurança: Orientam sobre procedimentos que visam a segurança ou o que fazer em situações de emergência;
  • Qualidade: Traz práticas necessárias a fim de garantir a analise qualitativa de um produto/serviço e seu controle;
  • Suporte: Diz respeito a forma de trabalhar com SAC, reclamações ou dúvidas do cliente;
  • Modelo: É o POP matriz, aquele que contém as diretrizes de como elaborar cada POP na empresa;
  • Administrativo: Esclarece sobre tarefas e atividades cotidianas e essenciais da gestão como um todo.

Gostou? Confira alguns conteúdos similares:

Faça parte da Assinatura FM2S, durante 1 ano você terá acesso a diversos cursos,  grupos de networking exclusivo para assinantes, com conteúdo prático, mentoria online com professores com ampla bagagem teórica e prática, webinars e mais.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *