Linkedin: 11 dicas para utilizá-lo melhor

linkedin
30 de março de 2018
Última modificação: 30 de março de 2018

Autor: Virgilio F. M. dos Santos
Categorias: Carreira

Outro dia no escritório, estávamos comentando sobre a utilização do linkedin. Muitas pessoas desconhecem sua existência, tantas outras possuem perfis incompletos e quase todas não sabem as diversas possibilidades que essa incrível rede profissional oferece.

Você pode estar pensando que não precisa manter um perfil atualizado e completo. Já tem um emprego, não está a procura de outro. Ou ainda, está na faculdade, não tem o que colocar no perfil. A verdade é que muitos só lembram do linkedin quando precisam  e isto está errado. O linkedin é uma rede que precisa ser cultivada, como uma árvore que precisa de atenção e cuidado antes da chegada dos frutos.

Você pode não estar procurando uma oportunidade, mas ela pode chegar até você. E não custa nada facilitar o caminho para que algo bom, ou melhor do que você já tem, te encontre. A seguir, vou compartilhar 11 dicas sobre o linkedin que eu utilizo e que tem me rendido muitas ofertas interessantes de trabalho.

1) Visite seu perfil periodicamente

A primeira vista pode parecer uma dica estranha, mas pare para pensar quantas vezes por dia você entra no instagram ou facebook. Agora compare com as vezes que você entra no LinkedIn. São todas redes sociais. Então porque tanto desequilíbrio entre a rede que te traz entretenimento e a rede que pode te possibilitar uma oportunidade de carreira única? Um meme viral pode ser encontrado com certa facilidade. Uma boa conexão para alavancar a carreira é algo raro. Visite seu perfil periodicamente. Pelo menos uma vez por dia. Gerencie sua rede de conexões, publique algo, comente e curta postagens interessantes, atualize seu perfil. É assim que você se fará visto por pessoas interessantes.

2) Utilize palavras chave

Uma das coisas que eu mais gosto de fazer no Linkedin é procurar por pessoas com perfis parecidos com o meu. Faço isso para entender se os conhecimentos e habilidades que tenho ou procuro também se manifestam nos meus concorrentes, pares ou em pessoas que ocupam posições que almejo. Isso só é possível porque utilizo palavras chave para buscar estas pessoas.

Imagine que um recrutador está em busca de uma pessoa para determinada vaga. Ele certamente irá buscar profissionais com perfil pré-estabelecido e a forma mais fácil de fazer isso é colocar termos de busca relacionados com os requisitos desejados. Para aparecer nesta busca e ser visto pelo recrutador é essencial que as palavras chaves estejam presentes ao longo do seu perfil.

3) Organize as seções do seu perfil

 Cada área tem suas especificidades para contratação profissional. É um equívoco acreditar que os currículos devam ter um padrão único. A vida profissional de um terapeuta ocupacional é diferente da vida profissional de um geólogo. Não faz sentido manter no seu perfil do linkedin seções vazias e organizada de uma maneira que a sua trajetória não faça sentido. Procure os perfis de outros profissionais da área e se inspire para encontrar a fórmula que funciona melhor para você.

4) Solicite recomendações

Quando você vai comprar um produto ou serviço se sente mais seguro se há indicação de alguém que lhe transmita confiança, certo? Com o linkedin não é diferente. Encontrar um perfil com recomendações dá indícios ao recrutador de que ele está fazendo um ótimo negócio em te chamar para participar de um processo seletivo. Não seja tímido! Peça para seus colegas (de estudos ou trabalho), professores, supervisores, subordinados escreverem sobre você no linkedin. Um depoimento positivo e verdadeiro pode fazer seu perfil ter um salto de qualidade e um diferencial.

5) Fortaleça sua rede de conexões

Minhas colegas comentaram que não aceitam qualquer pessoa no linkedin. Agora eu te pergunto, como criar uma rede forte de conexões se você não se permite conhecer pessoas diferentes? Uma das minhas táticas no período em que estava procurando por uma oportunidade de trabalho era me conectar com profissionais de recrutamento e seleção. Eu colocava estas palavras chave, filtrava a localidade e tinha a minha disposição centenas de pessoas que poderiam divulgar a vaga ideal para mim. Preste atenção a sua página inicial do linkedin. As atividades das suas conexões aparecem lá. Se você faz a conexão certa, a publicação certa irá aparecer. Pense nisso!

6) Navegue pela sua página inicial

Como disse na dica acima, preste atenção na sua página inicial. Lá aparecem anúncios de vagas, ofertas de cursos, recomendações de ótimos materiais de consulta, notícias sobre a sua área de atuação, convites de eventos interessantes, entre outras coisas. É uma excelente fonte de informação profissional que você deve visitar regularmente, como uma revista ou jornal.

7) Coloque seus cursos e certificados no seu perfil

Você é aluno FM2S, tem todos os certificados online que disponibilizamos e ainda não mencionou nada no linkedin? Como as pessoas vão saber de todo o seu potencial se você não demonstrar? No linkedin, além de colocar os cursos na seção correspondente, você pode adicionar os links para os certificados. É uma ótima forma de comprovar que você conhece determinado assunto.

8) Toda experiência é válida

Se você ainda não tem muitas experiências profissionais, não se acanhe em colocar suas demais atividades. Projetos estudantis, trabalhos voluntários, cursos extras. Tudo é válido para mostrar a rua rede quem é você e, o mais importante, quem você pode se tornar.

9) Integre-se aos grupos do linkedin e siga instituições de interesse

No facebook você participa de vários grupos, curte várias páginas, recebe várias notificações. Por que não fazer exatamente a mesma coisa, pensando no seu desenvolvimento profissional?

O linkedin está repleto de grupos de diversas áreas, com pessoas compartilhando conhecimento. Além disso, muitas instituições de ensino e empresas em geral nutrem suas páginas com conteúdo rico para que você fique sempre bem informado.

10) Adicione foto ao seu perfil

Quando você vai fazer uma compra de produto pela internet, o mínimo que espera é encontrar uma foto do mesmo no site da loja. Como confiar em algo que não está vendo? O mesmo acontece com o linkedin. Como confiar que as informações que estão ali são verdadeiras se a pessoa não mostra o próprio rosto? Escolha uma boa foto e se mostre ao mundo. Não vale a foto da balada que você coloca no facebook. Dê preferência a fotos que exponham seu rosto. Sempre observe se suas roupas e você se sobressaem ao fundo. A primeira impressão é a que fica e tenho certeza que você quer aparentar disponibilidade para próximos desafios.

11) Interaja com suas conexões

Por fim, a principal dica. De nada valerão os conselhos anteriores se você não interagir com as suas conexões. Curta, comente, compartilhe, publique. É assim que você irá aparecer nas melhores buscas e irá alcançar os objetivos que deseja.

Conte com a FM2S

Além de utilizar o linkedin para mostrar a sua rede os cursos que fez na FM2S, você pode utilizar os diversos materiais que disponibilizamos para chegar nas entrevistas com muita coisa para contar e, mostrar que conhece.

Não deixe de conferir nosso curso gratuito preparatório para processos seletivos.

Saiba mais

Como você chegou até aqui, talvez se interesse pelos artigos abaixo:

Como criar um Linkedin Seis Sigma matador?

Como transformar seu Linkedin em vendedor?

Como analisar dados no Linkedin?

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *