Como o Lean Seis Sigma capacita a Liderança?

liderança lean seis sigma
23 de novembro de 2018
Última modificação: 23 de novembro de 2018

Autor: Virgilio Marques Dos Santos
Categorias: Blog, Seis Sigma

Quais as características da liderança Lean Seis Sigma?

Existem milhares de livros, artigos de mídia e sites que exploram o que é preciso para ser um bom líder. A maioria se concentra em características como habilidades de comunicação, gerenciamento do tempo, síntese de informações de uma variedade de fontes e um exemplo para os outros seguirem.

Isso é tudo importante. Mas não é o mais importante.

Essa honra, de acordo com um novo estudo da Suíça, vai, para uma disposição de assumir a responsabilidade da tomada de decisões. Isso envolve a capacidade de tomar o mesmo tipo de decisões para um grupo do que, para você mesmo. Ter um histórico de sucesso na tomada de decisões e confiança em suas habilidades pode ser a habilidade de liderança mais importante de todas.

Quem quer liderar?

Tomar a decisão de assumir uma posição de liderança é geralmente o que vem primeiro para as pessoas. Então, eles começam a acumular as habilidades necessárias para se tornarem mais bem-sucedidos na liderança. No entanto, a vontade de liderar é algo que muitas vezes só está lá com as pessoas.

Micah Edelson, um dos líderes do novo estudo e neurocientista da Universidade de Zurique, disse que a nova pesquisa queria focar na questão de por que algumas pessoas estão dispostas a liderar e tomar decisões para outras pessoas, e outras não.

Uma questão que eles examinaram nos sujeitos do teste foi a aversão à responsabilidade – isto é, a aversão de um indivíduo a fazer uma escolha difícil para si ou para um grupo. Os participantes do estudo participaram de jogos em que eles tiveram a escolha entre alternativas arriscadas com altas recompensas e escolhas seguras.

O que faz um bom líder Seis Sigma?

No geral, o estudo descobriu que aqueles que se sentiam avessos a tomar decisões por um grupo não estavam necessariamente dispostos a fazê-lo. Em vez disso, essa aversão é impulsionada por um “processo cognitivo de segunda ordem que reflete um aumento na demanda por certeza sobre o que constitui a melhor escolha quando o bem-estar dos outros é afetado”.

Em outras palavras, enquanto alguns naturalmente tendem a tomar decisões por um grupo, muitos querem mais informações antes de estarem dispostos a tomar uma decisão que afete outras pessoas, às vezes a ponto de não fazer escolhas ou escolher a opção mais segura.

As metodologias Seis Sigma podem ajudar a resolver esse problema para muitas pessoas.

Como Seis Sigma ajuda a fazer líderes?

Com o foco em tornar qualquer tipo de operação mais eficiente e eficaz, aprender ferramentas e técnicas Lean, Seis Sigma e Lean Seis Sigma pode fornecer àqueles que aspiram à liderança um método para tomar melhores decisões.

Responsabilidade é o preço da liderança, o estudo descobriu. É por isso que tantas organizações querem cada vez mais pessoas que estudaram metodologias como o Seis Sigma em posições de liderança de equipe.

Tanto a responsabilidade quanto as habilidades analíticas de solução de problemas estão entre as principais características dos líderes do Seis Sigma. Dados os resultados do estudo da Suíça, as habilidades de tomada de decisão podem estar entre as mais importantes de todas.

Como tomar as decisões de liderança com o Seis Sigma?

Uma das principais atrações das várias metodologias Seis Sigma é que elas fornecem um caminho comprovado e bem-sucedido para a tomada de decisões. Com dezenas de ferramentas e técnicas projetadas para uma infinidade de situações, os líderes do Seis Sigma estão mais preparados do que a maioria para assumir a responsabilidade da liderança.

Uma das principais áreas que o Seis Sigma aprimora isso é melhorar a forma como você aborda uma decisão. Os três primeiros passos em dois dos principais métodos Seis Sigma – DMAIC e DMADV – são definir, medir e analisar.

Aprender como aplicar isso só pode melhorar a tomada de decisões da liderança. A capacidade de definir um problema e, em seguida, considerar vários métodos para resolver o problema antes de fazer uma escolha é fundamental para a liderança. Mas sem um processo definido para seguir, muitos se perdem nas ervas daninhas apenas considerando as opções.

Lean, Seis Sigma e Lean Seis Sigma oferecem maneiras de resolver esse problema. Podem até mesmo ajudar a desenvolver melhores “soft skills” que os líderes também precisam para ser mais eficazes.

Liderança e Seis Sigma são dois conceitos que estão intimamente ligados. Para aqueles que desejam ter sucesso como tomadores de decisão, a certificação em Seis Sigma pode fornecer um grande passo na direção certa.

Quais são as 7 características da liderança Lean Seis Sigma?

Para os líderes que estão migrando para o gerenciamento Seis Sigma, o desenvolvimento e o aprimoramento dessas características podem ajudar a alavancar a vantagem competitiva.

Visão Sistêmica

Entender todo o cenário do ambiente de trabalho, mantendo o controle de detalhes diversos, ajuda os líderes fortes a acompanhar as metas de longo prazo, ao mesmo tempo em que alcançam seus padrões de desempenho de curto prazo. Ao mesmo tempo, uma compreensão detalhada de um ambiente de trabalho complexo permite flexibilidade para ajustes no meio do curso, se necessário. Ser flexível e responsivo, mantendo o projeto no curso planejado, é uma valiosa habilidade da liderança para cultivar.

Escuta ativa

Líderes que realmente entendem o papel da escuta ativa podem envolver os membros de sua equipe em uma solução mais eficaz de problemas. Quando os membros da equipe se sentem à vontade para comunicar a percepção de seu ponto de vista exclusivo, o líder pode obter outra perspectiva que pode resultar em um processo de execução ou estratégia de equipe mais eficazes. Ouvir é o primeiro passo para a solução eficaz de problemas.

Envolvimento no crescimento contínuo

Líderes que investem em seu próprio desenvolvimento profissional e apoiam o desenvolvimento profissional de seus membros criam um ambiente de trabalho verdadeiramente dinâmico. A relevância da indústria e a construção de um impulso corporativo positivo são aprimoradas quando o desenvolvimento profissional é valorizado e compartilhado. Ser um exemplo de desenvolvimento profissional contínuo e positivo, ao mesmo tempo em que oferece oportunidades de desenvolvimento para a equipe, pode ajudar os líderes a construir um desempenho de equipe sustentado ano após ano.

Responsabilidade

Criar um local de trabalho onde a responsabilidade é parte da cultura corporativa, promovendo uma experiência positiva do colaborador. Ser um líder que construa ativamente estratégias e políticas que promovam explicitamente integridade e responsabilidade envia mensagens fortes e estabelece padrões fortes para todos os membros da equipe.

Entendendo a Dinâmica do Time

Líderes que sabem como criar equipes bem-sucedidas, positivas e voltadas para o futuro criam uma organização onde cada pessoa tem um lugar para brilhar. Agrupar os membros da equipe adequadamente para completar as metas do projeto e trazer as pessoas mais talentosas para complementar os talentos do líder é outro atributo essencial a ser desenvolvido. Líderes seguros e maduros buscam agressivamente membros de equipes especializadas e sentem-se à vontade para liderá-los, mesmo que seu próprio conhecimento em qualquer área possa ser um pouco limitado.

Habilidades Analíticas para Resolução de Problemas

Líderes efetivos passam o tempo contemplando detalhes de uma situação e seguindo a trajetória de vários cenários em direção a resultados finais hipotéticos antes de implementar mudanças de longo prazo. Ser capaz de dissecar uma situação hipotética e montá-la novamente requer prática e experiência avançada.

Compreender como as várias divisões de uma empresa funcionam em apoio umas das outras é um conjunto avançado de habilidades que geralmente é construído ao longo do tempo. Por meio de desenvolvimento profissional contínuo e orientação executiva, os líderes podem aperfeiçoar as habilidades necessárias para garantir posições de liderança.

Paciência

Embora a paciência possa parecer contra intuitiva em muitas das configurações atuais de trabalho acelerado, é realmente uma importante qualidade de liderança a ser desenvolvida. Construir uma estratégia que implemente mudanças de maneira lógica, organizada e eficaz é essencial para o sucesso corporativo.

Paciência é obrigatória nessa situação. Dedicar um tempo para se comunicar com as partes interessadas sobre ajustes futuros em procedimentos ou produtos pode significar melhores avaliações de clientes e maior produtividade da equipe. Comunicação e paciência caminham juntas para o desenvolvimento de processos inteligentes e responsivos, capazes de lidar com os desafios de ambientes de trabalho que mudam rapidamente.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *