Como montar um checklist para Manutenção?

checklist para manutenção
10 de julho de 2020
Última modificação: 10 de julho de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Ferramentas da Qualidade

Checklist para manutenção

Sabemos que a manutenção de equipamentos e máquinas é de extrema importância para o seu funcionamento correto. Além disso a manutenção é responsável por prevenir grandes problemas que a máquina venha enfrentar e também pela sua limpeza e verificação do estado de componentes. Para isso, é muito comum o uso de checklists pois é ele quem traz um passo a passo para a checagem da manutenção preventiva. Realizar a manutenção no tempo adequado previne que a empresa tenha despesas desnecessárias. Neste artigo você vai conferir como fazer um checklist para manutenção.

Confira também:

O checklist tem como objetivo orientar equipes através de procedimentos, informações e parâmetros, escalonando de forma prioritária as atividades. Além disso, é através do checklist que se realiza o controle de conformidades e não conformidades de uma atividade, comprova-se a manutenção adequada no caso de uma auditoria e documentam-se informações para um controle de manutenção eficiente.

As diversas ferramentas de controle também mudaram a forma e agilidade na hora de realizar uma manutenção. Antigamente tudo era feito à base de papel e caneta, hoje em dia existem modelos digitais em softwares que tornaram mais eficaz esse processo.

Mas qual é a importância do checklist na manutenção?

Existem máquinas que requerem um procedimento específico para sua manutenção (a maioria delas), assim o checklist é basicamente um protocolo (passo a passo) que é importante ser seguido por diversas maneiras, listamos aqui algumas delas:

1) Padronização do fluxo de trabalho e aumento da produtividade

Existem muitas maneiras erradas de fazer um trabalho, mas só há uma maneira de fazer um trabalho no tempo mínimo necessário. Descrever as etapas que os técnicos devem executar durante a manutenção melhora a produtividade, ajuda as novas pessoas a fazer o trabalho corretamente com supervisão mínima, facilita para um técnico entrar e concluir o trabalho que outra pessoa iniciou e, o mais importante, melhora a qualidade geral de trabalhos.

2) Maior segurança

Uma lista de verificação de manutenção preventiva inteligente deve reduzir erros humanos e conter instruções importantes de segurança que minimizam a chance de ferimentos. Mais sobre isso mais adiante neste artigo.

3) Solução de problemas mais rápido

Quando todo mundo está executando as mesmas ações, há apenas um número limitado de razões pelas quais algo deu errado. Menos razões para explicar isso significa menos tempo que alguém gasta na solução de problemas.

4) Melhor planejamento de manutenção

Como existe uma lista clara de etapas que todos devem seguir, é muito mais fácil estimar quanto tempo um técnico precisará para concluir as tarefas atribuídas. Isso significa que um gerente de manutenção terá um tempo mais fácil para agendar e gerenciar o trabalho de manutenção.

É importante lembrar que o checklist de manutenção é um item extremamente necessário para a coleta de informações sobre o histórico e a vida útil dos equipamentos. É importante para estabelecer prioridades e estratégias em uma empresa além de manter altas as taxas de OEE (Overall Equipment Effectiveness). 

Abaixo você confere uma das vídeo aulas do curso de OEE (Overall Equipment Effectiveness) FM2S.

Os três pontos da estratégia de manutenção

Existem três pontos principais que devem ser olhados com cuidado antes que você crie o seu checklist de manutenção. Eles fazem parte das estratégias de manutenção e são de suma importância. Caso você já tenha trabalhado com manutenção essas etapas pode lhe parecer familiar:

  • Crie uma lista com todos os equipamentos que necessitam de manutenção preventiva. Para quem planeja criar listas de verificação para dezenas de máquinas, vale a pena ser estratégico e ter tudo em um só lugar, especialmente se você ainda não os acompanha com um Sistema de Gerenciamento de Manutenção Computadorizado.
  • Reúna os manuais do OEM (A sigla OEM significa Original Equipment Manufacturer, que em português quer dizer “Fabricante Original do Equipamento”) .
  • Revise o histórico dos equipamentos. Com o tempo, os ativos podem adquirir “características” únicas (devido a falhas frequentes, uso de peças sobressalentes não originais, condições únicas de trabalho…), o que significa que uma inspeção ou um MP deve incluir etapas adicionais sobre o que é descrito no manual do OEM. Verifique os registros de manutenção do equipamento e converse com os técnicos para esclarecer esses problemas.

Uma vez cumprido esses três passos, podemos avançar para a criação do checklist para a manutenção. Ante disso é importante ressaltar alguns componentes que fazem parte de um bom checklist para manutenção preventiva:

Preparo

No preparo, é necessário reunir todas as ferramentas que serão utilizada, as peças de reposição ou peças de reparo das máquinas e equipamentos e por fim, deve-se estimar o tempo de conclusão para o serviço.

Segurança

A segurança é outro componente importante da manutenção. Dependendo do equipamento há um alto risco de vida do funcionário que irá realizar a manutenção, assim, é importante se atentar às instruções de segurança e usar os equipamentos de proteção individual (EPI’s) adequadamente.

Utilizar auxílios visuais

Caso necessário, o operador de manutenção deve utilizar de fotos, fluxogramas, vídeos, etc.

Dicas de um bom checklist para manutenção

Uma vez ajustados esses passos iniciais, um bom checklist deve possuir:

Os passos são comunicados de forma clara e concisa

Um bom checklist para manutenção deve ser simples e conciso. O técnico de manutenção deve conseguir realizá-la com o mínimo possível de supervisão. Muitas informações podem confundir o operador e aumentar muito o tempo de manutenção, não deixando claro o que deve ser feito.

Evite escrever parágrafos longos. Ao invés disso, considere dividi-lo em várias etapas. Se algo precisar de uma explicação detalhada, considere usar um fluxograma ou uma imagem.

Cada passo deve ter um propósito. Caso contrário ele não tem necessidade de estar no checklist. Seja preciso.

Os passos são dispostos sequencialmente

O checklist deve ser sequencial, ou seja, somente depois que uma atividade for concluída deve-se começar a próxima. É recomendado que um especialista em manutenção esteja junto para definir melhor a sequência de tarefas.

Deve se atualizar as informações com frequência

Aqui estão algumas razões pelas quais você precisa atualizar o seu checklist de Manutenção regularmente:

  • técnicos que o utilizam sugerem algumas mudanças para otimizar o processo;
  • a quebra de máquinas e equipamentos pode ter causado um problema que não foi totalmente corrigido, ou seja, uma parte do equipamento pode estar solta/rachada, portanto, um técnico precisa ter muito cuidado ao remover esta parte;
  • o equipamento pode estar sujeito a condições ambientais (por exemplo, em um local com mais poeira e umidade mais alta), agora o filtro de ar deve ser substituído todas as vezes;
  • você comprou um novo equipamento e deseja combiná-lo com uma das listas de verificação do PM existentes.

Você pode conferir o curso de Manutenção Lean TPM FM2S. Nele você irá entender toda a metodologia de manutenção, visando duas coisas: que você entenda profundamente sua origem e filosofia e que você possa implementar esta metodologia em sua empresa. Aproveite e confira!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *