Premissa na gestão de projetos
Seis Sigma

18/07/2017

Última atualização: 13/04/2023

O que é Premissa em Gestão de Projetos?

Premissa pode ser um conceito, conhecimento ou experiência prévia que ajuda a chegar a uma conclusão. Por exemplo, uma premissa pode ser "todos os seres humanos são mortais", que é uma afirmação amplamente aceita e que pode ser usada para concluir que "João é mortal", se João é um ser humano. Neste artigo falaremos sobre premissa na gestão de projetos, porém antes de tudo é importante que você entenda o que é uma premissa.

Qual é o conceito de premissa?

A premissa é uma afirmação ou proposição que serve como base para uma argumentação ou uma conclusão. Em uma argumentação, as premissas são as proposições que se apresentam como verdadeiras ou aceitáveis, e são usadas para chegar a uma conclusão. Elas podem ser baseadas em fatos, opiniões, crenças ou suposições, e servem como o ponto de partida para o raciocínio lógico. Em resumo, as premissas são as proposições que são aceitas como verdadeiras ou justificadas, a partir das quais uma argumentação ou uma conclusão é desenvolvida.

Como identificar uma premissa?

Para identificar uma premissa, você pode seguir os seguintes passos:

  1. Comece lendo o texto ou a afirmação cujas premissas você deseja identificar.
  2. Faça perguntas sobre o texto ou afirmação, como "O que está sendo afirmado?" ou "De onde vem essa informação?".
  3. Procure por afirmações ou informações que são dadas como verdadeiras no texto. Essas afirmações são as premissas do texto.
  4. Se o texto apresenta uma conclusão, procure por afirmações que sejam usadas como base para chegar à conclusão. Essas afirmações também são premissas.
  5. Se o texto apresenta argumentos, identifique quais são as premissas desses argumentos.
  6. Analise as premissas identificadas para determinar se elas são verdadeiras ou falsas. Isso pode ajudar a avaliar a validade do texto ou afirmação.

O que é Premissa em Gestão de Projetos?

Premissa em Gestão de Projetos, de acordo com o Guia PMBOK® 5ª Edição, é "Um fator no processo de planejamento que é considerado verdadeiro, real ou certo, muitas vezes sem qualquer prova ou demonstração". Ou, ainda, pode ser definida como "As premissas do projeto são eventos ou circunstâncias que se espera que ocorram durante o ciclo de vida do projeto". Para enriquecer ainda mais essa definição, se for de seu interesse, você pode consultar o Glossário de Max Wideman. Em outras palavras, podemos definir premissa: simplesmente significa que algumas coisas devem ser verdadeiras. Afinal nós, como seres humanos, trabalhamos em algumas presunções e suposições. Às vezes, estas premissas do projeto são verdadeiras, enquanto em outras se revelam falsas.

MBA Gestão de Projetos Promoção

Quer um exemplo de premissa em gestão de projetos?

Situação - O GP requer uma Aprovação nos Artefatos de Design do Cliente no decorrer do projeto. O Projeto não pode avançar sem essa Aprovação. Suposição do Projeto - "É provável que a aprovação venha dentro de 2 semanas após a apresentação dos Artefatos de Design".

Apenas o tempo dirá se a Premissa de Projeto acima é verdadeira. No entanto, muito antes disso, o Plano de Projeto é preparado com base em Suposições de Projeto semelhantes. Assim, a Equipe do Projeto deve fazer uma Análise completa antes de documentar as premissas do Projeto e preparar o Plano do Projeto. Permitam-nos falar sobre alguns pontos-chave que podem ajudar na análise de premissas do Projeto:

  • Acredita-se que uma Premissa de Projeto seja verdadeira por meio de Experiência ou de Dados Históricos de alto nível;
  • A Premissa do Projeto é declarada sem evidências empíricas;
  • Todos os pressupostos do projeto são riscos potenciais. A análise da suposição é uma das técnicas importantes para a identificação do risco;
  • Os pressupostos do projeto devem ser bem documentados e bem comunicados. De outra forma, a comunicação pobre das premissas pode levar a retumbantes fracassos;
  • As premissas do projeto podem ser documentadas em qualquer documento formal, mas de preferência, em um Registro de Premissas do projeto, separado;
  • Os principais pressupostos do projeto devem ser validados com outras partes interessadas.

Outras concepções de Premissa

Como vimos anteriormente, uma premissa se trata de uma crença no que você assume ser verdade, mas no futuro. Para tanto, você faz suposições com base em seu conhecimento, experiência ou a informação que você tiver disponível. Sendo assim, estes são eventos ou circunstâncias antecipados que se espera que aconteçam durante o ciclo de vida do seu projeto.

Supõe-se que as premissas sejam verdadeiras, mas não necessariamente acabam sendo. Às vezes, podem revelar-se falsas, o que pode afetar significativamente o seu projeto. Ou seja, elas adicionam riscos para o projeto, porque pode ser que não sejam verdadeiras.

Suponhamos que você assuma que levaria uma hora para você chegar ao shopping. O que acontecerá se, devido ao tráfego, você não chegar no shopping a tempo?

Sua suposição é falsa e seu plano de compras está em perigo.

Isso também pode acontecer com seu projeto. Por exemplo, se você assumiu a premissa de que alguns equipamentos específicos estarão disponíveis para você sempre que você precisar, mas quando chega a hora, o equipamento não está disponível.

No entanto, apesar dos riscos as premissas desempenham um papel importante no desenvolvimento do plano de gerenciamento de risco. Portanto, como gerente de projeto, você deve coletar todas as suposições que puder. Elas irão ajudá-lo a desenvolver um plano de gerenciamento de risco sólido.

A seguir estão alguns exemplos de premissas:

  • Você receberá todos os recursos exigidos;
  • Durante a estação chuvosa, mão-de-obra barata estará disponível;
  • Todas as partes interessadas importantes participarão da próxima reunião.

O que são Restrições em Gestão de Projetos?

As Restrições são limitações impostas ao projeto - como de custo, cronograma ou recursos - e você precisa trabalhar dentro dos limites definidos por essas restrições. Todos os projetos têm restrições, que são definidas logo em seu início.

O Guia PMBOK reconhece seis restrições do projeto: escopo, qualidade, cronograma, orçamento, recursos e riscos. Deste desses seis, escopo, cronograma e orçamento são coletivamente conhecidos como restrições triplas.

Uma restrição pode ser de dois tipos:

  • Comerciais;
  • Técnicas.

Vamos ver abaixo em que consiste mais especificamente cada uma delas.

Restrições Comerciais

Essas restrições, mais especificamente, dependem do estado da sua organização. Por exemplo: tempo, orçamento, recursos, etc.

Restrições Técnicas

Já as Restrições Técnicas limitam sua escolha de design. Por exemplo, digamos que você está construindo um pipeline e, de acordo com o projeto, o seu pipeline deve suportar uma certa quantidade de pressão. Esse limite de pressão é a sua restrição técnica.

Então agora você sabe que cada projeto tem restrições. Portanto, você deve identificar todas as restrições do seu projeto (como qualquer marco, escopo, orçamento, cronograma, disponibilidade de recursos, etc.) e desenvolver seu plano de acordo.

As restrições estão fora do seu controle. Eles são impostas a você por seu cliente, organização ou por qualquer regulamentação governamental. Existe um fato interessante sobre as restrições: se as restrições se tornam falsas ou não são mais válidas, é mais provável que seu projeto se beneficie disso.

A seguir você encontra alguns exemplos de restrições:

  • Completar 25% do trabalho nos primeiros 30 dias;
  • Trabalhar com os recursos fornecidos;
  • Você receberá apenas dois engenheiros do site.

Resumo

Como gerente de projeto, você deve analisar como as premissas e restrições afetam seu projeto e o que acontecerá se alguma suposição falhar ou qualquer restrição for resolvida ou for falsa. Se você lida com os constrangimentos e os pressupostos do projeto adequadamente, isso ajudará você a entregar o seu projeto a tempo, atendendo às expectativas das partes interessadas.

Se você quiser aprofundar seus conhecimentos por diversas frentes e assim alavancar sua carreira e ter acessos a vários cursos reconhecidos internacionalmente, aconselhamos fortemente que confira a Assinatura FM2S! Um plano de 12 meses que lhe permite acesso a mais de 50 cursos exclusivos da FM2S e aos quais se soma, mensalmente, um novo curso exclusivo. Não dá pra ficar de fora dessa, né? Confere aí! 

Assinatura FM2S Promoção

Leia mais:

Virgilio Marques Dos Santos

Virgilio Marques Dos Santos

Sócio-fundador da FM2S, formado em Engenharia Mecânica pela Unicamp (2006), com mestrado e doutorado na Engenharia de Processos de Fabricação na FEM/UNICAMP (2007 a 2013) e Master Black Belt pela UNICAMP (2011). Foi professor dos cursos de Black Belt, Green Belt e especialização em Gestão e Estratégia de Empresas da UNICAMP, assim como de outras universidades e cursos de pós-graduação. Atuou como gerente de processos e melhoria em empresa de bebidas e foi um dos idealizadores do Desafio Unicamp de Inovação Tecnológica.