Autodisciplina: o que é e como usá-la para alcançar seus objetivos

25 de junho de 2021
Última modificação: 15 de julho de 2021

Autor: Ana Delforno
Categorias: Carreira

Você já passou por situações em que fez vários planos para sua carreira e vida pessoal, como estudar algo que tem muito interesse, começar a se exercitar, ou se planejar para conquistar a independência financeira. Mas, na hora de colocar em prática, em alguns dias já desistiu e voltou aos seus costumes de antes?

Se sua resposta for sim, então você precisa começar a desenvolver sua autodisciplina!

ebook carreira

Como algumas pessoas conseguem alcançar tanto, de forma tão consistente? E como nós podemos conquistar nossas metas em nossas vidas pessoais e profissionais? Parte da resposta está na autodisciplina. É isso que nos leva a cumprir e realizar nossos maiores objetivos, mesmo quando não temos vontade de fazê-lo. Portanto, se tivermos autodisciplina, seremos capazes de adiar o prazer de curto prazo (ou suportar o desconforto de curto prazo) na busca por um ganho maior e de longo prazo.

É por isso que a autodisciplina é tão importante. Neste artigo, examinaremos o que realmente é autodisciplina, por que ela é útil e como você pode desenvolvê-la.

Desse modo, os principais tópicos são:

  • O que é autodisciplina?

  • Por que trabalhar a autodisciplina?

  • Como desenvolver autodisciplina

O que é autodisciplina?

Autodisciplina é a capacidade de agir, permanecer motivado e se impulsionar, independentemente de como você se sente, física ou emocionalmente. Você a demonstra quando escolhe intencionalmente buscar algo melhor para si mesmo, e o faz apesar de fatores como distrações ou chances desfavoráveis.

No entanto, autodisciplina é diferente da motivação ou força de vontade. Ambas contribuem para isso, mas com a persistência, você tem a capacidade de levar a cabo as suas intenções e esforços.

Por que trabalhar a autodisciplina?

A autodisciplina é útil em diversas áreas de nossas vidas.

Por exemplo, é o que te leva a fazer um trabalho de alta qualidade, ou se esforçar para se manter profissional com seus clientes, mesmo quando você não está com vontade de fazê-los. Dessa forma, a autodisciplina ajuda você a cumprir e atingir metas difíceis que você definiu para si mesmo. Ademais, ela permite que você continue tendo grande sucesso, apesar do que os outros possam ver como probabilidades aparentemente inalcançáveis.

Além disso, ela também pode melhorar seu aprendizado e desempenho. Estudos têm mostrado que alunos com alto grau de autodisciplina retêm mais conhecimento e são mais cuidadosos em suas tarefas do que aqueles sem essa habilidade, o que pode melhorar muito sua performance e, consequentemente, reconhecimentos.

Como desenvolver autodisciplina

A autodisciplina é como um músculo: quanto mais você trabalhar para usá-la e desenvolvê-la, mais forte ela se tornará.

No entanto, é importante não começar com metas ambiciosas demais. Em vez disso, defina metas pequenas e aumente o nível de desafio lentamente com o tempo. Quanto mais você pratica, melhor você se torna.

Siga estas cinco etapas para começar a desenvolver sua autodisciplina:

1. Escolha uma meta

No começo, é importante você escolher apenas uma meta na qual deseja se concentrar para desenvolver sua autodisciplina.

Por exemplo, talvez você queira começar a se exercitar todas as noites ou ler um livro por semana para aprimorar seus conhecimentos. Além disso, você pode também praticar a autodisciplina em objetivos pequenos, como concentrar-se em um trabalho por uma hora sem verificar suas mensagens ou evitar alimentos não saudáveis ​​por um dia. Em síntese, o importante neste momento é definir uma meta clara.

Lembre-se de que começar aos poucos é a melhor maneira de começar a desenvolver sua autodisciplina e conforme ela fica mais forte, você pode espalhar o foco para mais áreas de sua vida.

É importante certificar-se de que a meta que você definiu é SMART – Específico, Mensurável, Atingível, Relevante e com um tempo limite – e divida sua meta em submetas menores, sempre que puder.

2. Encontre sua motivação

Depois de escolher sua meta, liste os motivos pelos quais deseja alcançá-la. Para isso, é importante trabalhar seu autoconhecimento e entender quais são suas reais motivações e tentar expressar essas razões de forma positiva.

Como por exemplo, em vez de dizer “Quero me exercitar três vezes por semana para perder peso”, diga “Quero me exercitar para ter energia para brincar com meus filhos e trabalhar com sucesso”. Ou, em vez de dizer “Quero tirar esta tarefa da minha lista de deveres pendentes”, diga “Quero realizar esta tarefa, para poder cumprir meus objetivos, receber elogios de meu chefe e me sentir satisfeito com meu dia de trabalho”.

Quando você lista suas motivações pelas quais deseja alcançar algo e os vê de forma otimista, descobrirá que é muito mais fácil realizar o trabalho.

3. Identificar Obstáculos

Após definir suas metas e motivações, é importante também identificar os obstáculos que provavelmente enfrentará ao trabalhar por seu objetivo, e planejar uma estratégia para superá-los.

Por exemplo, imagine que sua meta é ler um livro sobre liderança por semana para aprimorar suas habilidades. No passado, você enfrentou vários obstáculos para atingir essa meta, como a dificuldade em encontrar tempo todas as noites para ler, entre trabalho, jantar e as crianças; além disso, você também se distrai com as mensagens que chegam no seu celular.

Depois de identificar os possíveis obstáculos, pense em uma estratégia para superá-los. Neste exemplo, você pode fazer o seguinte:

  • Invista na sua gestão do tempo e defina um momento certo do seu dia para se concentrar na leitura. Talvez você possa ler durante a hora do almoço ou enquanto espera para pegar seus filhos na escola.
  • Desligue seu celular ou coloque-o longe da sua vista quando for se concentrar na leitura.
Para se aprofundar mais em gestão do tempo veja o vídeo a seguir:

Frequentemente, não conseguimos manter nossa autodisciplina porque não identificamos os obstáculos que enfrentaremos para atingirmos nossos objetivos e não desenvolvemos estratégias para superá-los. Quando esses obstáculos aparecem, não estamos preparados para lidar com eles e isso abala nossas decisões. Não pule esta etapa!

No entanto, não deixe que o medo do fracasso ou um contratempo ocasional o desencoraje. Todos nós passamos por esses momentos – faz parte da vida! Reconheça que você escorregou, aprenda a lição e tenha resiliência para seguir em frente.

4. Substitua os velhos hábitos

Quando estamos desenvolvendo nossa autodisciplina, geralmente tentamos quebrar um mau hábito. No entanto, se esse hábito estiver vinculado a uma determinada hora do dia ou rotina, quebrá-lo pode deixar um buraco. Portanto, se não substituirmos esse hábito por outra coisa, sua ausência se tornará ainda mais perceptível.

Um bom exemplo é se você está tentando parar de fazer compras online quando faz uma pausa no trabalho. Esse mau hábito destrói seu foco e atenção, porque é provável que você fique online por 20 a 30 minutos a cada vez. Inegavelmente isso acaba nos levando à procrastinação e comprometendo sua produtividade.

Depois que decidir parar, identifique um novo comportamento que você possa adotar quando precisar de uma pausa rápida. Em vez de fazer compras online, você pode tomar uma xícara de café ou dar um passeio rápido ao ar livre. Esses comportamentos ajudarão a apoiar seu objetivo e fortalecer sua autodisciplina, em vez de deixá-lo sem nada para fazer no intervalo.

5. Monitore seu progresso

Ao trabalhar sua autodisciplina, preste atenção em como está se sentindo à medida que ela se desenvolve e se fortalece. Você pode se sentir livre, feliz, orgulhoso e cheio de energia.

Além disso, é interessante manter um diário para anotar seus objetivos de autodisciplina e acompanhar seu progresso. Assim, isso reforça as mudanças positivas que você está implementando em sua vida e lhe dá um registro sobre o progresso que fez.

A celebração de suas realizações manterá as coisas divertidas e fortalecerá sua decisão de continuar. Com o tempo, sua autodisciplina se fortalecerá e você poderá aplicá-la em muitas outras áreas de sua vida.

Resumo

Autodisciplina é algo importante para se desenvolver na vida, essa habilidade é o que nos permite fazer um trabalho de alta qualidade, mesmo quando estamos cansados. Isso nos mantém seguindo firmes com nossos objetivos em tempos difíceis e nos ajuda a permanecer profissionais, mesmo em momentos difíceis.

Para desenvolver autodisciplina, siga as etapas:

  1. Escolha um objetivo.
  2. Encontre sua motivação.
  3. Identifique os obstáculos.
  4. Substitua velhos hábitos.
  5. Monitore seu progresso.

A autodisciplina é uma qualidade essencial e um diferenciador fundamental entre as pessoas que têm sucesso na vida e as que não têm. Portanto, certifique-se de desenvolvê-la!

Leia mais

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *