Produto: definição e desenvolvimento

Produto
29 de abril de 2021
Última modificação: 29 de abril de 2021

Autor: Paulo Oliveira
Categorias: Blog, Gestão de Projetos

Em muitos momentos as empresas têm dificuldade de entender ao certo o que é um produto e até mesmo desenvolve – ló do “zero”.

Mas afinal, o que é um produto? Um produto é qualquer item ou serviço que você vende para atender às necessidades ou desejos de um cliente.

Apesar de parecer simples, um produto é muito mais do que seus atributos primários e desenvolve – lós do início pode ser um problema se você cometer certos erros.

Dessa forma, entraremos mais a fundo neste tema nesse blog. Citando o conceito, como desenvolver, e até a maneira de agregar valor.

O que é um Produto?

No dicionário, produto é definido de vários modos, porém nem todos os sentidos do dicionário estão relacionados com a interpretação que desejamos. Dentre as definições que nos interessa estão:

  •  O que é produzido, destinado ao consumo próprio ou ao comércio
  • Conjunto de bens e serviços que resultam da atividade produtiva de uma nação, de uma empresa ou de um indivíduo. 

Tendo em vista a definição do dicionário podemos aprofundar mais no conceito de produto. Dessa forma é correto afirmar que um produto pode ser tanto físico quanto virtual. Os físicos incluem bem duráveis (Como carros, móveis e eletrônicos), e os não duráveis (como comida e bebidas). Já os produtos virtuais são ofertas de serviço ou experiências (como educação e softwares).

Dessa forma um produto pode ser híbrido incluindo elementos físicos e virtuais, sendo este tipo de produto cada vez mais comum no mercado hoje em dia.

Por fim definimos produtos como tudo aquilo capaz de satisfazer um desejo ou uma necessidade do cliente. Assim, um produto é tudo que está implicado nele desde a matéria prima à venda.

Ou seja, o produto é algo comprável, se não vende deixa de ser produto.

Como desenvolver um produto novo?

Agora que entendemos o conceito de produto, vamos ver a melhor forma de desenvolver um produto do início. Indo dos erros comuns ao passo a passo de como fazer isso.

Mas por que devo desenvolver um produto novo? É importante pois a elaboração de um novo produto é essencial para qualquer negócio, pois estabelece vantagens competitivas e abre chances de gerar mais lucro.

Erros comuns no desenvolvimento de um produto

Em primeiro lugar, vamos começar falando dos erros, pois evitá-los é fundamental para o sucesso da criação e imersão do produto no mercado.

  • Achar que toda boa ideia gera um bom produto. Trabalhar com boas ideias novas é fundamental, mas também deve tomar muito cuidado pois a introdução de um produto depende de muitos fatores. Assim não adianta nada ter essas ideias se não forem implementadas com estudos e plano de ação bem definido.
  • Não Analisar o mercado. Muitas vezes queremos criar um produto novo, mas não analisamos o mercado, ou fazemos isso de maneira incorreta. Logo sem o estudo certo, cometemos erros clássicos, como na precificação, marketing do produto, ou até mesmo no momento de lançar o produto.
  • Não considerar seu consumidor. Outro erro pertinente é não atender as necessidades e desejos do seu consumidor. Dessa forma, em dados momentos as empresas acreditam que o consumidor tem um desejo ou necessidade que ele não tem. Por isso é de suma importância aplicar uma pesquisa com seu consumidor para averiguar o real objetivo. Sendo a arvore CTQ uma ótima ferramenta para auxiliar nesta frente.
  • Copiar a concorrência. De fato é interessante fazer benchmarking, mas se engana quem acha que esta prática é apenas copiar boas práticas de outras empresas. Pois copiar o que outras empresas realizam sem compreender a teoria subjacente não é uma prática eficaz e pode levar a resultados desastrosos, assim copiar os produtos em certas situações pode soar até oportunista.
  • Marketing ruim. Não adianta nada criar a melhor mercadoria, se a divulgação não for correta, assim deve ter a persona (público real) bem definida, um bom canal de comunicação, com publicações segmentadas.

8 passos para o desenvolvimento de um produto

Atentos aos possíveis erros no desenvolvimento, podemos passar por todos os passos para criação de um produto novo, de qualidade e que de bom retorno financeiro.

  1. Crie o conceito

    O primeiro passo consiste em traçar um caminho para se seguir pensando no propósito, objetivo e funções do produto para o cliente, sempre verificando se o público, que deseja atingir, realmente tem interesse  em algo na linha que você está pensando.

  2. Produção de ideias (Brainstorming)

    Depois do caminho estabelecido, deve reunir o grupo envolvido no projeto para produzir todos os tipos de ideias possíveis, lembrando que não existem ideias ruins, apenas ideias que precisam ser moldadas ou não se encaixam na situação. Dessa forma este momento acaba sendo ideal para colocar a criatividade em prática e deixar surgir todo tipo de ideias.

  3. Análise das ideias

    Apesar de não existir ideias ruins, é necessário que elas estejam adequadas à realidade e situação da empresa. Verificando se a ideia está dentro do orçamento, tem viabilidade técnica para implementa – lá e o público alvo realmente se interessa por isso.

  4. Teste de implementação

    Sem teste você estará apenas dando um tiro no escuro, dessa forma precisa criar um projeto do produto, definindo os componentes, custos e analisando se o público alvo o entende. Por isso  a implementação de um protótipo se torna necessário para analisar se a materialização da ideia faz sentido.

  5. Análise de mercado 

    Após o teste, chega a hora de ver  a viabilidade financeira do projeto, analisar como o mercado reagiu ao protótipo, olhar para a concorrência e montar uma matriz de risco.

  6. Desenvolvimento

    Nesta etapa inicia a produção massiva, alinhando o serviço ou mercadoria com marketing. Além de trabalhar a marca, design e os processos básicos de acordo com estudo das pesquisas feitas até o momento.

  7. Lançamento

    Relembrando os erros comuns no desenvolvimento, precisamos falar do marketing. Dessa forma, passa ser essencial um bom marketing, para ter um lançamento na hora certa, que atinja o público alvo com a mensagem correta, mostrando a eles de como aquilo é essencial para a vida deles.

  8. Manutenção da qualidade 

    Não adianta criar um produto incrível e não buscar evolução dentro de seus processos, pois só assim manterá a qualidade de seus produtos. Desse modo é importante seguir os pilares da qualidade (Confiabilidade, Desempenho, Conformidade, Aparência, Suporte, Qualidade percebida e Atendimento) sendo estes explicados no blog  “O que é qualidade de um produto?“.

Gerenciamento de produtos

O papel do gerenciamento de produtos em empresas de tecnologia é pensar holisticamente sobre a experiência do cliente . Isso ocorre porque os clientes decidem o que pensam e como se sentem sobre um produto com base no conjunto total de interações que mantêm com a empresa e fornecer um bom produto a um preço competitivo não é suficiente para ganhar lealdade de longo prazo.

Dessa forma, além deste tipo de gerência, há o gerenciamento do ciclo de vida do produto (PLM), que representa uma visão abrangente para gerenciar todos os dados relacionados ao design, produção, suporte e descarte final de produtos manufaturados. Referindo a todo ciclo de vida do produto.

Como agregar valor ao seu Produto?

Por fim, não podemos deixar de sempre estar agregando valor aos nossos serviços e mercadorias, devido a isso levantaremos alguns tópicos para se atentar:

  • Melhore continuamente seu produto. Como dito acima, sempre deve se manter a qualidade do produto e para isso existem diversas técnicas de melhoramento contínuo como o ciclo PDCA.
  • Mantenha uma boa relação com o cliente. Os clientes têm o costumes de dar valor a bons atendimentos, sendo fundamental um auxílio especializado a cada um, de forma que o consumidor se sinta seguro com seu serviço.
  • Encontre um preço equilibrado. Nem caro e muito menos barato, estude seu consumidor e conclua um preço justo e acessível a ele.
  • Tome cuidado com as campanhas de desconto. Sempre é bom dar um desconto para aumentar o volume de vendas, entretanto em excesso essa estratégia pode viciar seu consumidor, levando a desvalorização do seu produto.

Ciclo PDCA

Resumo

Em síntese, temos definição de produto como tudo aquilo capaz de satisfazer um desejo ou uma necessidade do cliente. Assim, um produto é tudo que está implicado nele desde a matéria prima à venda. 

Seu desenvolvimento requer muitos passos e estudos, desde a criação do conceito até a manutenção de sua qualidade. Além disso, manter boas estratégias para agregar valor ao seu serviço ou mercadoria, deve lhe garantir um maior ciclo de vida do próprio.

Leia mais

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =