Metodologia Scrum: tudo que você precisa para gestão ágil de projetos

Metodologia Scrum
29 de setembro de 2021
Última modificação: 29 de setembro de 2021

Autor: Victor Gabry
Categorias: Gestão de Projetos

Uma reunião sem sentido é o pesadelo de qualquer área. “Podia ser um e-mail”. É nesse sentido que a metodologia Scrum surge para agilizar processos. Criada por um ex-piloto e um jornalista (rápidos no gatilho e na notícia), não pode ficar de fora do arsenal de um bom gestor.

O que é o Scrum

O Scrum é uma metodologia ágil de gestão de projetos baseada no dinamismo e na dose certa de planejamento. Na metodologia Scrum as reuniões possuem regras e janelas temporais pré-definidas, com objetivos claros e transparência entre a equipe. O objetivo é identificar rapidamente focos de atrasos e alocar melhor os esforços.

De onde surgiu o Scrum

A metodologia Scrum tem duas origens: um artigo científico, publicado na Harvard Business Review, em 1986 ou as formulações de Ken Schwaber e Jeff Sutherland visando o desenvolvimento de softwares. A primeira é mais teórica, e foi uma análise feita por Takeuchi e Nonaka sobre a administração de diferentes empresas.

Os autores japoneses observaram o grande sucesso que empresas como a Xerox, a Honda e a Canon conseguiam alcançar ao trabalhar com times de diferentes setores. Daí formularam o termo “scrum”, uma referência a aglomeração causada no jogo de rúgbi.

Já Schwaber e Sutherland foram mais além e de fato aplicaram algumas das teorias na prática. No caso, usaram a metodologia Scrum para o gerenciamento de projetos de software, e o método se popularizou. A agilidade e a capacidade de integrar times diversos era sua principal vantagem.

Como funciona a Metodologia Scrum?

O método Scrum é aplicado sobretudo em reuniões, mas vale para toda a organização. Ele visa a resolução de problemas, a inspeção, a adaptação e a transparência de um time. Por isso o método envolve uma constante avaliação da operação por meio de reuniões curtas e cotidianas.

Dentro desse pensamento se evita o desperdício e as “reuniões que poderiam ser um e-mail” ao criar limites de tempo e uma simplificação da hierarquia de tarefas. Ao invés de diversos prazos e graus de prioridade, resume-se a “feito”, “por fazer” e “fazendo”. Também se limita a duração da reunião (por que passar de uma hora?) e o tempo de fala de cada um.

O método Scrum serve para as mais diversas áreas. Indo mais fundo na metodologia, teremos ainda o Product Owner, que vai atuar como advogado do cliente junto a equipe, o Mestre Scrum, que vai coordenar a roda, e o time Scrum (toda a equipe comprometida).

Aplicação do método

O time de logística de uma varejista precisa diminuir o tempo de entrega do e-commerce pela metade. O líder define o maior comprador de livros do grupo como Product Owner, assume o cargo de Mestre Scrum e eles se põem ao trabalho.

Eles então partem para o processo Scrum. O processo começa ao definir o Sprint Backlog, a lista de prioridades do cliente. A partir dele, começa o Sprint, fase em que se dedica a resolução dos principais aspectos da lista.

Entre Sprints é quando ocorre o Scrum diário, ou Daily Scrum. Nessa etapa, todos têm direito a apontar como tem andado seus processos, as dificuldades que encontraram e até onde conseguiram avançar. Após, uma pequena revisão, ou Scrum Meeting Review é feita para comparar o que foi pedido e o que foi entregue.

O processo é cíclico, e logo começa-se um novo processo Scrum, com a revisão da reunião passada servindo para definir a próxima lista de prioridades.

Regras para um bom Scrum Diário

Você já viu alguma cena, em filme ou série, de terapia de família. Quem segura a almofada da confiança pode falar e os outros têm que escutar. Algo parecido acontece durante um Scrum Diário bem conduzido.

De novo: a palavra da vez é agilidade. Para um bom Scrum Diário, as reuniões têm que estar limitadas a uma janela de tempo fixa e pequena (uma hora e meia é a nossa sugestão) com quinze minutos de fala para cada membro da equipe. E detalhe: só fala quem está com a bola ou objeto de confiança.

Um bom Scrum Diário também preza pela transparência. E aqui cabe ao bom gestor, ou Mestre Scrum, garantir um espaço seguro para que o time exponha as fraquezas. Uma grande ajuda é ter um quadro com o andamento de cada tarefa, dando autonomia para que os colaboradores interajam com ele.

Apostila Scrum

Porque usar a Metodologia Scrum?

Quem hoje não trabalha com uma equipe múltipla? Dados, marketing, financeiro, jurídico, cada dia mais é comum ver diferentes áreas na mesma mesa, falando a sua língua. A vantagem da metodologia Scrum é sintonizar as diferentes vozes e otimizar o tempo das reuniões.

Ter o domínio dessa ferramenta é um diferencial para a carreira em duas frentes: por um lado, o profissional letrado na metodologia Scrum vai ter melhores resultados, seja pela velocidade, seja pela qualidade. Por outro, saber atuar como um Especialista Scrum destaca as suas capacidades de liderança e a autoridade na sua equipe.

Não deixe de conferir como se tornar um Especialista Scrum e adicionar essa competência no seu currículo. Na FM2S você vai aprender os jargões, termos, técnicas e estratégias para implementar e tirar o melhor dessa metodologia:

Leia mais no blog

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *