Investimento em Soft e Hard Skills

Investimento em Soft e Hard Skills
07 de abril de 2020
Última modificação: 07 de abril de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Blog, Carreira

As informações e habilidades técnicas aprendidas ao estudá-las são de grande valor para os indivíduos que adquiriram esse conhecimento e para as organizações a que esses indivíduos serviram. Por exemplo, os gerentes de projeto, via PMP (Project Management Professional), aprimoraram seus recursos de liderança em projetos bem como sua liderança e comunicação. Os certificados no Lean Six Sigma podem medir e melhorar a qualidade de tudo o que tocam. Por fim, aqueles que se especializaram em Agile, metodologia que está sendo amplamente requerida nas empresas, aprimoram suas habilidades, aumentam suas credenciais profissionais e melhoram verdadeiramente sua capacidade de atender seus parceiros de negócios, partes interessadas e usuários de sistemas. Desta forma, viemos através desta postagem demonstrar o retorno sobre o investimento em Soft e Hard Skills.

Mas antes, devemos nos atentar à uma linha tênue que existe entre esses dois conceitos que são amplamente confundidos. Vamos traçar a fronteira entre soft e hard skills definido previamente seus conceitos.

Soft e Hard Skills, qual a diferença entre esses conceitos?

Soft Skill

Também conhecidas como “habilidades pessoais” ou “habilidades interpessoais”, soft skills são habilidades subjetivas muito difíceis de quantificar. Consistem em habilidades sociais e estão relacionadas à maneira como você se relaciona e interage com outras pessoas. Soft skills incluem: comunicação, flexibilidade, liderança, motivação, persuasão, ética, gestão do tempo e muitas outras.

Aproveite para conhecer a formação Carreira e Liderança FM2S em nossa Plataforma EAD. Lá você encontra o curso de gestão do tempo e muitos outros.

Hard Skill

Hard Skills são habilidades desenvolvidas por meio de estudos. Não que não seja possível estudar e desenvolver algumas das soft skills, mas o conceito de hard skill está atrelado a habilidades extremamente técnicas, como o domínio de uma ferramenta ou aplicação de uma metodologia. Elas são quantificáveis ​​e geralmente são aprendidos em uma escola, por meio de certificações ou em experiências de trabalho anteriores. As Hard Skills são específicas para cada trabalho e geralmente são a base dos requisitos do mesmo.

Os recrutadores procuram Hard Skills em seu currículo para avaliar o desempenho de suas funções. Existem diversas Hard Skills como: Lean Manufacturing, Seis Sigma, Scrum, etc.

Aproveite para conhecer nossas certificações em gestão de projetos, Seis Sigma e Lean em nossa Plataforma EAD.

Soft Skills aumentam a eficácia do conhecimento técnico

O valor e a eficácia desse conhecimento e/ou habilidade técnica é dramaticamente ampliado, quando combinados com habilidades mais leves, como comunicação interpessoal, resolução de conflitos, negociação, influência e outras. Isso também é verdade para aqueles que trabalham em tarefas altamente técnicas, como programação em Java, Python e C #.

O retorno sobre o investimento em Soft e Hard Skills

Os benefícios do treinamento dessas categorias de habilidades podem ser difíceis de medir, mas novas pesquisas revelam que elas podem trazer retornos substanciais do investimento para os empregadores, além de beneficiar os empregados.

Os empregadores normalmente solicitam algumas qualificações dos funcionários: bom ouvinte; comunicador forte; jogador da equipe; capaz de gerenciar tempo e prioridades, além de saber aplicar alguma metodologia específica. Essas chamadas “habilidades sociais” há muito tempo estão associadas ao sucesso na carreira.

É inegável que as hard skills podem ser aprendidas por quaisquer pessoas que estejam dispostas em se desenvolver em uma área específica, vide os treinamentos oferecidos por nossa empresa que trazem ótimos retornos aos nossos alunos.

Mas uma questão permanece: as soft skills podem ser ensinadas a adultos que não as possuem?

Na verdade essa questão já foi previamente respondida no primeiro parágrafo referente às Hard Skills, mas agora entrando em mais detalhes, vamos ver como isso acontece.

Aprendizado e Resultados das Soft Skills

Especialistas realizaram um estudo controlado randomizado em cinco fábricas de uma cidade na Índia. Eles descobriram que um programa de treinamento de habilidades sociais de 12 meses focado em comunicação, resolução de problemas e tomada de decisões, gerenciamento de tempo e estresse, alfabetização financeira, alfabetização legal e direitos sociais e excelência em execução proporcionou retornos substanciais.

Ao comparar os custos finais do programa com o aumento da receita, eles descobriram que o treinamento em soft skills na fábrica retornava cerca de 250% do investimento nos oito meses seguintes à sua conclusão. Os aumentos na produtividade do trabalhador foram responsáveis ​​por grande parte desse ganho, mas vários outros fatores contribuíram, como a capacidade de executar tarefas complexas mais rapidamente, ganhos de curto prazo na melhoria da participação e maior retenção durante o treinamento. Percebe como vale o investimento em soft e hard skills?

Mas e quanto às Hard Skills?

Bom, já vimos que as Hard Skills tem relação às habilidades técnicas, onde essas podem ser de fato ensinadas através do que vamos denominar por workshops (treinamentos). Mas e quanto ao retorno dessas habilidades?

Os resultados desses workshops ou sessões são facilmente quantificáveis ​​e mensuráveis ​​- no final do workshop, você tem um registro de riscos modelo que os participantes projetaram durante o dia. Há um mérito real nesse tipo de treinamento.

É consistente, muitas vezes foi aprimorado após muitos anos sendo entregue de maneira semelhante a pessoas semelhantes e pode ser dividido com mais facilidade em sessões como iniciantes, intermediárias e avançadas. Em termos de design de treinamento, uma organização pode definir expectativas muito claras sobre o retorno que deseja ver e pode esperar métricas claras em torno de custo, tempo, valor e risco mitigados – é mais uma “ciência exata”.

É difícil colocar em números esses dados pois o retorno acaba sendo relativo ao preço do curso e ao salário do funcionário. Para as organizações que de fato exigem que o funcionário tenha determinada certificação para exercer uma função ou assumir um cargo específico, o retorno do investimento é certeiro, a menos do funcionário não demonstrar a competência que lhe foi incumbida por meio do treinamento que ele realizou.

O que foi observado é que para os funcionários que de fato se desenvolveram no treinamento de uma hard skill, o retorno, na grande maioria das vezes, tende a ser ligeiramente mais rápido do que para o treinamento de uma soft skill (cerca de 250% do investimento nos oito meses seguintes à sua conclusão)

O estudo também constatou alguns efeitos de produtividade de “repercussão” que foram cerca de 70% maiores.

Benefícios para Empregadores e Empregados

Os empregadores, claramente, se beneficiam do treinamento de habilidades sociais e técnicas, mas na maioria das vezes, o funcionário é quem sai com o maior provento, uma vez que o conhecimento associado à experiência lhe confere a competência em determinada habilidade. “Foi ótimo que eles pudessem ser mais produtivos e se sair melhor”, disse um CEO de uma empresa que contratou serviços de treinamento.

Não apenas aqueles que foram treinados tiveram renda marginalmente maior como tiveram melhores opiniões de si mesmos como trabalhadores, tiraram mais proveito dos programas governamentais, eram mais propensos a solicitar treinamento para hard skills e economizaram mais para educação dos filhos.

O fato de esses resultados terem surgido na Índia tem um significado particular: trabalhadores jovens, não qualificados e semiqualificados estão passando do trabalho autônomo para o trabalho assalariado nas cidades. Essas mudanças migratórias são representativas do que está ocorrendo nas economias emergentes em todo o mundo.

O fato de o treinamento de habilidades ter tido esse efeito traz implicações para os centros urbanos de emprego em toda parte: a instituição de programas de treinamento em habilidades poderia ajudar não apenas as empresas locais, mas também os trabalhadores locais a encontrarem maior prosperidade.

Agora que você já sabe a diferença entre os conceitos e também informações sobre do retorno sobre o investimento em soft e hard skills , acesse já nossa Plataforma EAD e confira as certificações Lean e Seis Sigma, uma das mais requeridas no mercado da engenharia.

Pra você que deseja se desenvolver em habilidades sociais, confira nossa formação em carreira e liderança.

Se você não sabe por onde começar, recomendamos iniciar pelo nosso White Belt Gratuito!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *