Aprenda as diferentes formas de calcular o retorno do investimento (ROI)

roi
14 de setembro de 2018
Última modificação: 14 de setembro de 2018

Autor: Virgilio F. M. dos Santos
Categorias: Análise de dados

Fórmula do ROI (Retorno do Investimento)

 

O que é o retorno sobre o investimento (ROI)?

O Retorno sobre o Investimento (ROI) é um índice financeiro usado para calcular o benefício que um investidor receberá em relação ao seu custo de investimento, mais comumente medido como lucro líquido dividido pelo custo de capital original do investimento. Quanto maior a proporção, maior o benefício recebido. Este guia dividirá a fórmula de ROI e delineará vários exemplos de como calculá-lo.

Fórmula de ROI

Existem várias versões da fórmula. Os dois mais utilizados são mostrados abaixo:

ROI = Lucro Líquido / Custo do Investimento

ou

ROI = Ganho de Investimento / Base de Investimento

roi

A primeira versão da fórmula (renda líquida dividida pelo custo de um investimento) é a razão mais comumente usada.

A maneira mais simples de pensar sobre a fórmula é pegar algum tipo de “benefício” e dividí-lo pelo “custo”. Quando alguém diz que algo tem um ROI bom ou ruim, é importante pedir que ele esclareça exatamente como o mede.

 

Exemplo de cálculo de ROI

Um investidor compra a propriedade A, avaliada em US $ 500.000; dois anos depois, o investidor vende a propriedade por US $ 1.000.000.

Usamos a fórmula de ganho de investimento neste caso.

ROI = (1.000.000 – 500.000) / (500.000) = 1 ou 100%

O uso do cálculo de ROI

Os cálculos são simples e ajudam o investidor a decidir se quer aproveitar ou ignorar uma oportunidade de investimento. O cálculo também pode ser uma indicação de como um investimento foi realizado até o momento. Quando um investimento mostra um ROI positivo ou negativo, pode ser um sinal importante para o investidor sobre seu investimento.

Usando um cálculo, o investidor pode separar investimentos de baixo desempenho de investimentos de alto desempenho. Com essa abordagem, investidores e gerentes podem tentar otimizar seu portfólio de investimentos.

Benefícios do ROI

Há muitos benefícios em usar a taxa de retorno sobre investimento que todo analista deve estar ciente.

1 simples e fácil de calcular

A métrica de retorno do investimento é usada com frequência porque é muito fácil calcular. Apenas dois números são necessários – o benefício e o custo. Fazer um “retorno” pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes, o que torna a fórmula fácil de usar, já que não há uma definição estrita de “retorno”.

2 Entendido Universalmente

O retorno sobre o investimento é um conceito universalmente entendido e, por isso, é quase garantido que, se você usar a métrica na conversa, as pessoas saberão do que você está falando.

 

Limitações do ROI

Embora a proporção seja geralmente muito útil, também há algumas limitações que são importantes de se conhecer. Abaixo estão dois pontos-chave que são dignos de nota.

1 desconsidera o fator tempo

Um número de ROI mais alto nem sempre significa uma opção de investimento melhor. Por exemplo, dois investimentos têm o mesmo ROI de 50%; o primeiro investimento é concluído em três anos, enquanto o segundo investimento precisa de cinco anos para produzir o mesmo rendimento. O mesmo ROI para ambos os investimentos turvou o quadro geral, mas quando o fator tempo foi adicionado, um investidor pode ver facilmente a melhor opção.

O investidor precisa comparar dois instrumentos no mesmo período de tempo e nas mesmas circunstâncias.

2 Suscetível a Manipulação

Um cálculo será diferente entre duas pessoas, dependendo de qual fórmula é usada no cálculo. Um gerente de marketing pode usar o cálculo de propriedade explicado na seção de exemplo sem que isso implique custos adicionais, como custos de manutenção, impostos sobre propriedade, taxas de vendas, impostos de selo e custos legais e de inspeção.

Quando apresentado com diferentes ROIs de investimento, o investidor precisa ter em consideração o verdadeiro ROI, que considera todos os possíveis custos incorridos quando cada investimento aumenta de valor.

ROI anualizado

Como mencionado acima, uma das desvantagens da métrica tradicional de retorno do investimento é que ela não leva em conta períodos de tempo. Por exemplo, um retorno de 25% em 5 anos é igual ao retorno de 25% em 5 dias. Mas obviamente, um retorno de 25% em 5 dias é muito melhor do que 5 anos!

Para superar esse problema, podemos calcular um ROI anualizado.

Fórmula:
= [(Valor Final / Valor Inicial) ^ (1 / Nº de Anos)] – 1

Onde;

Nº de anos = (Data final – Data de início) / 365

Por exemplo, um investidor compra uma ação em 5 de janeiro de 2017 por US $ 12,50 e vende em 24 de agosto de 2017 por US $ 15,20. Qual é o retorno regular e anualizado do investimento?

Regular = ($ 15,20 – $ 12,50) / $ 12,50 = 21,6%

Anualizada = [($ 15,20 / $ 12,50) ^ (1 / ((24 de agosto a 5 de janeiro) / 365))] -1 = 35,5%

Alternativas para o ROI

Existem muitas alternativas ao retorno muito genérico do investimento.

A medida mais detalhada de retorno é conhecida como Taxa Interna de Retorno (TIR), que é uma medida de todo o fluxo de caixa recebido durante a vida de um investimento, expresso como uma taxa de crescimento percentual anual (%). A métrica leva em conta o momento do fluxo de caixa, que é uma medida preferencial de retorno em setores sofisticados, como  private equity e venture capital .

Outras alternativas incluem Return on Equity (ROE) e Return on Assets (ROA). Esses dois índices não levam em conta o momento do fluxo de caixa e representam apenas uma taxa anual de retorno (em oposição a uma taxa de retorno vitalícia como a TIR), porém, são mais específicos do que o retorno genérico sobre o investimento desde o denominador é mais claramente especificado. Capital e ativos têm um significado específico, enquanto “investimento” pode significar coisas diferentes.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − um =