7 dicas para se tornar um profissional criativo que atua na resolução de problemas

7 dicas para se tornar um profissional criativo que atua na resolução de problemas
02 de maio de 2022
Última modificação: 10 de maio de 2022

Autor: Augusto Fontoura
Categorias: Inovação

Atuar na resolução de problemas pode ser um grande desafio para a maioria das pessoas, mas o profissional que se torna capaz de encontrar soluções criativas para os mais diversos problemas, certamente se destaca no mercado. Quer entender mais? Confira o artigo que preparamos!

O profissional do futuro deve estar atento a todas as novidades e deve ter um perfil flexível, pois com os avanços cada vez mais rápidos a necessidade de se adaptar está cada vez maior. 

Entre as competências e características mais requisitadas no momento, está a habilidade de se tornar um solucionador de problemas. 

Isso porque, em meio às incertezas do mercado, é certo que todo projeto e negócio enfrentará um problema. 

E para solucioná-los será cada vez mais necessário a presença de um profissional qualificado para esses imprevistos. 

Mas, como desenvolver tais habilidades? 

O conteúdo a seguir, irá esclarecer tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Boa leitura! 

O que é uma solução criativa? 

Quando um problema surge mesmo que saibamos de onde ele veio é muito frustrante para todos os membros da equipe. 

Ele pode surgir quando não há definição sobre os objetivos e até mesmo sobre as funções dos membros envolvidos. 

Neste momento, é fundamental que haja um líder que atue para encontrar uma solução criativa para o problema, mesmo que ainda não haja clareza sobre ele. 

A solução visa incentivar a exploração de ideias de diferentes perspectivas. Sendo assim, a inovação e a adaptação se tornam mais fáceis e possíveis dentro de uma companhia. 

Além disso, pode-se combinar com a ferramenta de design thinking. 

O design thinking é baseado em quatro etapas: 

  1. Imersão;
  2. Produção das ideais;
  3. Prototipação;
  4. Desenvolvimento.

Além disso, essa ferramenta de resolução de problemas pode ser complementada com brainstorm, mapas mentais e até mesmo com a cocriação com os clientes. 

7 dicas práticas para solucionar problemas

A seguir, listamos detalhadamente as oito dicas fundamentais para você ter soluções mais criativas de problemas no ambiente de trabalho. Vamos à elas? continue a leitura! 

1 Conheça e tenha empatia pelo público-alvo

Compreender quais são as necessidades do seu público-alvo é fundamental para encontrar as mais diversas soluções para o seu problema. 

Para tanto, você pode observar o seu comportamento e até mesmo fazer perguntas. 

Ao ter empatia com o seu cliente final, fica mais fácil de compreender quais caminhos se mostram mais seguros e eficientes. 

Aqui, vale ressaltar que as comparações pessoais não agregam valor algum ao projeto. O profissional que deseja atuar na solução criativa de problemas deve manter uma visão geral e não individual. 

2 Transforme os problemas em questões

Se um problema não estiver definido, tente transformá-lo em uma pergunta, por exemplo, ao invés de dizer “O problema é x coisa”, reformule para “Como poderíamos mudar ou coisa” 

Um bom gestor, líder e profissional que atua na área de resolução de problemas pensa criativamente e é capaz de mudar o problema para potenciais soluções com facilidade. 

Esse tipo de solução é desenvolvida com o apoio de uma equipe multidisciplinar – onde todos as áreas do projeto atuam e compartilham os seus insights para otimizar o processo. 

3 Não julgue uma ideia antecipadamente

Toda ideia, por mais que pareça irracional, pode contribuir para uma resolução de problema. 

O profissional que tem como foco quebrar todas as barreiras entre a idealização do projeto e a sua conclusão deve adiar qualquer julgamento sobre as ideias. 

Isso porque, o julgamento antecipado pode impedir a criatividade e a inovação dentro da empresa. 

No entanto, a dica é: mesmo que o julgamento não seja ideal é preciso ter cautela e considerar todas as perspectivas e somente depois, avalie qual o melhor, mais eficiente e inovador caminho deve seguir. 

4 Supere as limitações

As limitações impedem que um bom profissional reconheça o problema e encontre alternativas para ele. 

Pode-se dizer que a fixação cognitiva interfere no pensamento criativo e impede que haja uma abordagem imparcial. 

Para se tornar um bom profissional e até mesmo se considerar um bom líder, é crucial que se esteja ciente desse fato para que se possa evitá-lo. 

5 Use ferramentas criativas

Com o ambiente adequado e as ferramentas certas é possível promover a inovação e a resolução dos mais variados problemas. 

Portanto, considere utilizar todas as ferramentas disponíveis para solucionar os problemas dentro de projetos e até mesmo dentro das equipes. 

6 Aposte em uma linguagem positiva

Inovar e criar soluções criativas para problemas empresariais pode ser uma questão de mentalidade. 

Para isso, a linguagem positiva visa evitar julgamentos rápidos e possibilita a superação da fixação cognitiva. 

Embora possa parecer um pequeno ajuste, esse tipo de mentalidade pode fazer uma grande diferença no ambiente de trabalho, além de colaborar com a criatividade e engajamento da equipe. 

Aqui, é recomendado utilizar palavras como “sim e…”, ao invés de ser taxativo no “não, mas…”

A linguagem positiva faz com que os demais membros de uma equipe se sintam valorizados e reconhecidos. 

Isso porque, a linguagem positiva dentro da resolução de problemas tende a avaliar todas as ideias sobre uma perspectiva diferente, mas isso não quer dizer concordar com todas elas. Portanto, é preciso estar atento às reais necessidades do problema. 

7 Invista em uma capacitação e pratique técnicas criativas

Praticar soluções criativas pode fazer com que você se destaque dos demais. Isso porque, não são todos os profissionais que possuem as características necessárias para atuar como um profissional que atua na resolução de problemas. 

Investir em uma qualificação, possibilita que você adote uma mentalidade e a use até mesmo em sua vida cotidiana. 

Para tanto, pratique o Design Thinking: aprenda com as outras pessoas, aplique as 4 etapas da ferramenta para lidar com problemas do dia a dia e estude Design Thinking. 

A qualificação na área certa possibilita o desenvolvimento das habilidades certas, além de aumentar a sua qualificação e chances de crescimento na carreira. 

curso design thinking

Aqui na FM2S, com o curso de Design Thinking, você irá aprender:

  • O que é Design Thinking;
  • Como utilizá-lo para a inovação em diferentes segmentos;
  • As vantagens da abordagem para empresas;
  • Cases de negócios que utilizam ferramentas de inovação;
  • As etapas do DT: empatia, definição, ideação, prototipagem e teste.

Nós temos como objetivo acelerar o crescimento profissional de nossos alunos por meio de uma experiência educacional única, fundamentada em conceitos sólidos, linguagem simples, ferramentas e exemplos práticos.

Leia Mais:

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.