7 Surpresas para Novos Gerentes e como não sair delas

Novos Gerentes
02 de abril de 2019
Última modificação: 02 de abril de 2019

Autor: Virgilio Marques Dos Santos
Categorias: Blog

Como não cair nas surpresas dos Novos Gerentes?

A maioria dos novos gerentes e líderes sabe que as coisas vão mudar uma vez que eles são o chefe, e que eles terão que aplicar um conjunto diferente de habilidades para serem bem-sucedidos em sua nova função.

No entanto, apesar de estar preparado para os desafios futuros, os novos gerentes podem se soltar de maneiras inesperadas.

Michael Porter, Jay Lorsch e Nitin Nohria exploraram equívocos comuns sobre a administração em um artigo de 2004 da Harvard Business Review intitulado “Sete surpresas para novos CEOs”. Embora tenham baseado seu artigo em suas observações de workshops para novos CEOs, você também pode aplicar suas descobertas a outras funções de gerenciamento.

Neste artigo, veremos mais de perto cada uma das sete surpresas e ajudaremos você a estar mais preparado para elas em sua função, seja gerenciando uma organização, um departamento ou uma pequena equipe.

Surpresa 1: Você não pode administrar a empresa ou o departamento

Como um novo gerente, primeiro você precisa perceber que não pode estar diretamente envolvido em todos os projetos em que sua equipe está trabalhando, e que você não pode ter uma influência direta sobre tudo o que acontece dentro dele.

Então, sua perspectiva tem que mudar de fazer as coisas sozinho, para fazer as coisas por meio de outras pessoas. (Isso parece óbvio – mas muitos novos gerentes lutam com isso!)

Para evitar os problemas associados a essa surpresa:

  • Use delegação efetivamente.
  • Apenas participe de reuniões que você realmente precisa participar.
  • Questione se você precisa participar de tarefas ou simplesmente ser informado de seus resultados.
  • Tenha cuidado para não tomar muitas decisões pelas pessoas; Quando as pessoas chegarem até você com uma pergunta, pergunte o que elas recomendam.
  • Dê às pessoas a orientação e os recursos de que precisam para realizar seu trabalho. Isso libera você para fazer o trabalho de gerenciar e liderar sua equipe.

Surpresa Dois: Dar Ordens É Caro

Como gerente, você precisa tentar chegar a uma situação em que não precise dizer às pessoas o que fazer e, ao invés disso, pode confiar nelas para tomar as decisões certas.

Algumas pessoas podem duvidar de sua capacidade de tomar decisões. Quando isso acontece, é mais provável que eles venham até você para aprovação de tudo. Isso cria ” dependência do gerente” e pode torná-lo um gargalo de tomada de decisão, potencialmente protelando o progresso da sua equipe.

Além disso, fazer alterações de última hora, ou anular as decisões, pode desperdiçar uma grande quantidade de tempo e recursos, e prejudicar a confiança do seu pessoal.

Para evitar os problemas associados a essa surpresa:

  • Comunique a visão da sua organização valores, manter as pessoas informadas e treiná-las e orientá-las para que elas tenham o conhecimento e a confiança necessárias para tomar decisões, com base no que é melhor para a organização.
  • Crie sistemas e estruturas para que seus funcionários entendam o que precisa ser feito e como fazê-lo.
  • Endosse ferramentas eficazes de tomada de decisão demonstre como usá-los.
  • Permita que as pessoas saibam que os erros fazem parte do processo de desenvolvimento e que você prefere que eles corram alguns riscos do que a indecisão. (Claramente, isso pode não ser adequado em todos os tipos de trabalho, portanto, use seu melhor julgamento.)
  • Reconheça como que depositar confiança nas pessoas afeta o desempenho da sua equipe.

Surpresa Três: É Difícil Saber O Que Está Realmente Acontecendo

Ninguém quer dar más notícias ao seu chefe. Assim, a realidade é que, quando você recebe informações, talvez tenha sido acrescentado alguns toques brilhantes, e isso não será necessariamente confiável.

No entanto, você precisa de informações precisas para gerenciá-las com eficiência, por isso terá que coletar informações de tantas fontes quanto possível.

Para evitar os problemas associados a essa surpresa :

  • Use o gerenciamento vagando por aí. Isso mantém você em contato com as pessoas em toda a organização e permite que você veja e ouça em primeira mão o que está acontecendo.
  • Converse com clientes e fornecedores regularmente e construa relacionamentos fortes com essas pessoas.
  • Analise todas as suas partes interessadas e comunique-se com eles frequentemente para garantir que você saiba o que eles estão pensando.

Surpresa Quatro: Você está sempre enviando uma mensagem

Como gerente, suas palavras e suas ações têm muito peso. As pessoas vão especular sobre por que você disse ou fez alguma coisa; e eles tentarão interpretar se suas palavras ou ações continham mensagens ocultas. Seu humor também afetará sua equipe e tudo o que você disser será analisado.

Os gerentes lideram pelo exemplo, querendo ou não. Você precisa ter cuidado com o exemplo que está definindo e ter muito mais consciência das mensagens que está enviando – deliberadas ou não.

Para evitar os problemas associados a essa surpresa:

  • Use uma linguagem simples e clara quando se comunicar com as pessoas.
  • Peça esclarecimentos e não presuma que as pessoas entendam o real significado do que você está comunicando.
  • Pense na sua linguagem corporal. Em como usá-la para transmitir a mensagem certa.
  • Use narrativa para comunicar as principais mensagens que você deseja que as pessoas ouçam.
  • Seja um bom modelo para o seu povo, e liderar pelo exemplo.

Surpresa Cinco: Você não é o chefe

Enquanto você pode ser o chefe de sua equipe, você não é o chefe final. (Até mesmo o dono de uma empresa é, em última análise, responsável perante seus clientes.) Sempre haverá alguém a quem você precisa se reportar, de modo que você não pode se deixar levar por sua própria importância.

Como gerente, você deve saber quem precisa para se manter informado e trabalhar duro para obter o apoio das pessoas ao seu redor. Você também precisará gerenciar para cima e esteja ciente de como você está com as pessoas a quem você se reporta.

Você também não pode deixar o fluxo de informações parar com você, só porque você é o gerente.

Para evitar os problemas associados a essa surpresa:

  • Aprenda a desenvolver relacionamentos eficazes com pessoas poderosas na sua organização.
  • Encontre formas de colaborar com pessoas para as quais você se reporta e para ganhar sua confiança.
  • Lembre-se de compartilhar informações e recursos regularmente – tanto com sua equipe quanto com outras pessoas.

Surpresa Seis: agradar aos acionistas nem sempre é o objetivo

Acionistas, sejam eles acionistas tradicionais ou outras partes interessadas em seu departamento ou organização, normalmente têm uma perspectiva de curto prazo e podem ser orientados para lucros ou desempenho.

No entanto, existem outras considerações de longo prazo que são mais importantes do que as metas dos acionistas, e você precisa estar ciente disso como um gerente.

Por exemplo, os lucros da empresa devem superar as preocupações de segurança que você tem para sua equipe? Você incentiva sua equipe a concluir um projeto de maneira inviável, porque seu chefe está pressionando você? Se um executivo está se comportando de maneira inadequada com alguns de seus funcionários, quando você decide que basta?

Fazer esses tipos de decisões requer saber quem você é responsável.

Para evitar os problemas associados a essa surpresa:

  • Tire algum tempo para entender seus valores pessoais e como eles se encaixam nos valores da empresa.
  • Entenda a visão da empresa e o que ela representa. Tome decisões com base nessa visão e nesses valores. Recompense o comportamento da equipe que promove esses valores.
  • Desenvolver uma estratégia clara para sua equipe e garanta que ela esteja alinhada com estratégia corporativa.
  • Atrair e recrutar pessoas em sua equipe que se encaixam na visão e nos valores de sua organização.
  • Entenda o gerenciamento baseado em valor – a ideia de que você deve estar perseguindo o melhor valor a longo prazo do seu negócio, não sacrificando o futuro apenas para aumentar os lucros deste trimestre.

Sete surpresa: você ainda é apenas humano

Como gerente, você deve lembrar que sua posição não o torna melhor ou mais capaz do que qualquer outra pessoa. Você continuará cometendo erros e as pessoas ao seu redor ainda terão opiniões diferentes das suas.

No entanto, ser um gerente o torna mais responsável e você precisa demonstrar essa responsabilidade.

Para evitar os problemas associados a essa surpresa:

  • Ser humilde e agradecer e recompensar as pessoas ao seu redor que fazem com que você e sua equipe tenham uma boa aparência.
  • Seja responsável consigo mesmo.
  • Use sua inteligência emocional para permanecer conectado com colegas, familiares e amigos.
  • Crie sua roda da vida e lembre-se de encontrar o equilíbrio que precisa para ser o melhor que pode ser.

Pontos chave

As sete surpresas para os novos gerentes foram identificadas pela primeira vez por Michael Porter, Jay Lorsch e Nitin Nohria. As surpresas destacam sete equívocos que as pessoas têm quando começam em um papel de gerenciamento ou liderança.

As sete surpresas são:

  1. Você não pode administrar a empresa ou o departamento.
  2. Dar ordens é caro.
  3. É difícil saber o que está realmente acontecendo.
  4. Você está sempre enviando uma mensagem.
  5. Você não é o chefe.
  6. Os acionistas felizes ​​nem sempre são o objetivo.
  7. Você ainda é apenas humano.

A transição para o gerente pode ser um desafio. Mas por estar ciente desses equívocos comuns e os problemas associados a eles, você aumentará suas chances de ser bem-sucedido.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *