7 dicas para promover sua marca nas redes sociais

marketing-digital
25 de abril de 2018
Última modificação: 28 de setembro de 2021

Autor: Murilo Santos
Categorias: Gestão de Projetos

Para manter seus clientes e conquistar novos, as marcas devem investir em suas estratégias de marketing de mídia social e se concentrar no engajamento. Se você não sabe como interagir com seus clientes ou promover sua marca nas redes sociais, o objetivo desse blog é compartilhar com vocês algumas dicas pra criar uma estratégia bem-sucedida, para que sua marca não seja esquecida.

Pesquisas indicam que 30% dos “millennials” engajam pelo menos uma vez por mês com alguma marca nas redes sociais, então sua estratégia de marketing digital não pode ser apenas sobre a existência, como era no passado. Há alguns anos, apenas por estar presente nas redes sociais você já estava fazendo mais que a maioria dos seus concorrentes, hoje em dia o jogo virou.

1. Crie metas alinhadas com seus objetivos

O primeiro passo para o desenvolvimento de sua estratégia é pensar em quais são seus objetivos e para isso criar metas é essencial ( sempre observando se elas são atingíveis, que é pra não se desmotivar no meio do caminho). Querer postar o mesmo conteúdo em todas as redes sociais sem adequar seu discurso ao público é irrealista e ineficiente. O que você posta no linkedin deve ser diferente do que você posta no instagram, pois são públicos diferentes com objetivos diferentes. Com metas alcançáveis, é mais provável que você siga o plano original e atinja seus objetivos.

Tente escolher os canais mais importantes com base nos objetivos da sua marca. Evite complicar demais uma estratégia com muitas metas e objetivos. O estabelecimento de metas é um elemento básico de todas as estratégias de marketing e negócios. A mídia social não é exceção. A simplicidade pode levar você muito longe e para isso sugiro algumas metas de mídia social para considerar.

1) Aumentar o reconhecimento da marca

Para criar um reconhecimento de marca autêntico e duradouro, evite uma série de mensagens promocionais. Em vez disso, concentre-se em postar conteúdo significativo que aumente a visibilidade da marca.

2) Seja encontrado facilmente

Para facilitar a navegação nos seus canais sociais é fundamental monitorar palavras-chave, frases e hashtags específicas. Por meio de uma segmentação de mídia social mais eficiente, você atinge seu público-alvo mais efetivamente.

3) Geração de renda online

Alguns varejistas relegam aos esforços de marketing de mídia social para impulsionar as vendas. Sua marca está promovendo o suficiente para recompensar aqueles que vêm até você? Que tal alertar os clientes sobre o que está acontecendo em suas lojas nas redes sociais?

4) Crie uma base fiel

Sua marca promove conteúdo desejado pelo usuário? Seus seguidores reagem positivamente às campanhas? Chegar a este ponto requer tempo e esforço com a criação de uma persona de marca positiva no social.

5) Monitorar a concorrência

O que seus concorrentes estão fazendo que parece estar funcionando? Quais estratégias eles estão usando para gerar engajamento e vendas? Analisar o que seus concorrentes fazem pode ajudá-lo a melhorar seus esforços e tirar algumas dicas daqueles que estão indo bem.

2. Conheça seu público

Aproximadamente 79% dos adultos usam o Facebook, mas seus clientes estão ativamente envolvidos com sua marca? Entender o seu público é necessário para aprender coisas como quem compra seus produtos, qual faixa etária é a mais difícil de vender e qual o nível de renda tem a maioria de seus clientes recorrentes.

Primeiro, sua marca deve analisar a demografia dos seus canais sociais mais valiosos. Como mencionamos anteriormente, você deve ter um objetivo em mente para sua estratégia de marketing de mídia social funcionar. É por isso que você precisa pesquisar os canais que melhor se correlacionam com seus objetivos.

Para ajudar você a encontrar seus canais de foco, aqui vão alguns dados demográficos essenciais de cada rede social principal:

Obs: renda em dólares americanos

Facebook:

Usuários mulheres (89%)
Jovens de 18 a 29 anos (88%)
Usuários com localização urbana e rural (81% cada)
Aqueles que ganham menos de US $ 30.000 (84%)
Usuários com alguma experiência universitária (82%)

Instagram :

Usuários mulheres (38%)
Jovens de 18 a 29 anos (59%)
Usuários com localização urbana (39%)
Aqueles que ganham menos de US $ 30.000 (38%)
Usuários com alguma experiência universitária (37%)

Twitter:

Usuários mulheres (25%)
Jovens de 18 a 29 anos (36%)
Usuários com localização urbana (26%)
Aqueles que ganham $ 50.000 – $ 74.999 (28%)
Usuários com experiência universitária ou mais (29%)

LinkedIn:

Usuários homens (31%)
Jovens de 18 a 29 anos (34%)
Usuários com localização urbana (34%)
Aqueles que ganham US $ 75.000 ou mais (45%)
Usuários com experiência universitária ou mais (50%)

Os dados demográficos acima forneçam informações genéricas sobre cada canal, mas e seus clientes? Mais análises precisam ser realizadas antes que você possa realmente conhecer os dados demográficos de seus próprios clientes nas suas próprias mídias sociais. Para isso muitas marcas usam ferramentas de monitoramento de mídias sociais que pode fornecer uma visão geral de quem está seguindo você e de como elas interagem com você em cada canal. O Sprout Social foi criado com o marketing de mídia social em mente, o Google analytics também é uma boa opção.

3. Estabeleça seus indicadores

Embora definir indicadores de mídia social possa ser a etapa mais importante de uma estratégia de marketing digital efetiva, geralmente é a etapa em que mais falhamos. Indicadores como contagem de seguidores e curtidas são sempre válidas, mas resumem a história da sua marca nas mídias sociais?

Frequentemente nos envolvemos em ver seguidores e curtidas como a verdade em uma campanha, mas é inteligente avaliar indicadores associados às metas gerais.

Grandes públicos-alvo e conteúdo agradável são excelentes, mas aqui estão algumas outras métricas que você deve monitorar:

 

Alcance:

O alcance da postagem é o número de usuários únicos que viram sua postagem. Qual é o alcance do seu conteúdo? Ele está realmente atingindo os feeds do usuário?

Cliques:

É a quantidade de cliques no seu conteúdo. Os cliques de link são fundamentais para entender como os usuários se movimentam pelo seu funil de marketing. O rastreamento de cliques por campanha é essencial para entender o que impulsiona a curiosidade ou incentiva as pessoas a comprar.

Envolvimento:

É o número total de interações sociais dividido pelo número de impressões. Para engajamento, trata-se de ver quem interagiu e se foi uma boa proporção do seu alcance total. Isso diz muito sobre o quão bem o seu público percebe você e sua vontade de interagir.

Hashtag performance:

Quais foram as hashtags mais usadas do seu site? Quais hashtags estavam mais associadas à sua marca? Ou quais hashtags criaram o maior engajamento?

Opinião:

Esta é a medida de como os usuários reagiram ao seu conteúdo, marca ou hashtag. O que os clientes acharam sua campanha? Que tipo de sentimento as pessoas estão associando à hashtag da sua campanha? É sempre melhor descobrir o que as pessoas estão dizendo.

Gostei orgânico e pago:

Mais do que apenas curtidas padrão, esses likes são definidos a partir de conteúdo pago ou orgânico. Para canais como o Facebook, o engajamento orgânico é muito mais difícil de obter audiência, e é por isso que muitas marcas recorrem ao Facebook Ads. No entanto, ganhar likes orgânicos no Instagram não é tão difícil.

4. Conheça a concorrência

Antes de começar a criar conteúdo é uma boa investigar seus concorrentes. Colocamos isso antes do processo de criação de conteúdo pois muitas vezes você encontra novas ideias apenas analisando o que está tornando seus concorrentes bem-sucedidos.

Você não deve roubar ideias de concorrentes, mas aprender e crescer a partir de seus sucessos e fracassos. Então, como você encontra essa informação? O primeiro passo é descobrir em primeiro lugar quem é a sua concorrência.

A maneira mais simples de encontrar concorrentes é através de uma simples pesquisa no Google. Pesquise suas palavras-chave, frases e termos de mercado mais valiosos para ver quem aparece. Por exemplo, se você vendesse chocolates veganos, “chocolate vegano caseiro” seria uma excelente palavra-chave para investigar.

Você pode excluir os principais varejistas e focar só naqueles que aparecem em sua indústria específica. Em seguida, você quer ver quem está ativo no social. É inteligente usar uma ferramenta de análise competitiva de mídia social, como o Sprout Social, para acompanhar o conteúdo do Facebook e do Instagram para ver o que seus concorrentes estão fazendo para gerar mais engajamento. Depois de analisar os dados da concorrência, você terá uma ideia melhor do que seus clientes em potencial desejam.

5. Crie Conteúdo para Engajamento

O conteúdo de mídia social é extremamente importante para sua estratégia de marketing. No entanto, é melhor seguir as etapas anteriores antes de planejar o conteúdo, para que você possa começar a criar temas mais eficazes.

Para começar, recomendamos a criação de conteúdo adequado à identidade da sua marca. Isso significa que você deve criar conteúdo específico para cada mídia social de acordo com o público que você atinge lá (fique atento aos dados demográficos que discutimos anteriormente).

É necessário encontrar o equilíbrio perfeito entre o conteúdo segmentado e a promoção excessiva. De fato, 46% dos usuários dizem que deixarão de seguir uma marca se houver muitas mensagens promocionais. Além disso, 41% dos usuários dizem que deixam de seguir uma marca que compartilha muito conteúdo irrelevante.

Quão importante é o vídeo para sua estratégia de marketing de mídia social? Extremamente, pois aproximadamente 90% dos compradores online acreditam que os vídeos de produtos os ajudam a tomar uma decisão de compra. Além disso, o vídeo online é completamente assistido por 37% dos espectadores.

Esse tipo de estatística só deve impor seu raciocínio para investir em conteúdo de vídeo de mídia social. As marcas podem alcançar os usuários através do Instagram Stories, Facebook Live e outras mídias instantâneas.

Um dos maiores desafios para o conteúdo visual é criá-lo no dia-a-dia. Um infográfico da Venngage mostrou que 36,7% dos profissionais de marketing disseram que a luta número 1 pela criação de conteúdo visual foi fazê-lo consistentemente.

Isso realmente mostra o quão importante é o conteúdo altamente visual para os profissionais de marketing e as pessoas que eles desejam alcançar. É por isso que criar temas de conteúdo é uma excelente abordagem para a segmentação de seu conteúdo e o Instagram é um dos seus principais canais para trabalhar com temas visuais.

6. Esteja disponível pra interagir com seu público

Os canais de mídia social são redes de networking, isso significa que seu objetivo principal é promover um espaço para conversar, discutir tópicos e compartilhar conteúdo. Sua marca não pode esquecer esses elementos centrais da “rede” e é preciso esforço para garantir que conversas ou oportunidades de envolvimento não sejam ignoradas.

Através das mídias sociais você ganha respeito e visibilidade como marca apenas por estar presente e conversar com seu público. É por isso que o atendimento ao cliente é tão importante para as marcas que desejam aumentar o reconhecimento do público. É tudo sobre engajamento.

Publique nas melhores épocas para se envolver

Quando sua marca está disponível para envolver e interagir com os clientes? Você pode seguir os horários recomendados para postar no final da noite, mas se sua marca não está lá para se comunicar, qual é o objetivo de postar no horário preferido?

Tente garantir que sua mídia social esteja sempre disponível e pronta para responder quaisquer dúvidas ou preocupações sobre o produto quando você twittar ou postar. Se envolver depois da postagem é ainda mais importante que aprender os melhores horários para postar nas mídias sociais.

De acordo com o nosso índice, o tempo médio de resposta de uma marca é de cerca de 10 horas. Mas você sabia que a maioria dos usuários acredita que as marcas devem responder às mensagens de mídia social dentro de quatro horas?

7. Monitore seus resultados e aprenda com eles

Então, quão bem você fez em sua estratégia de marketing de mídia social? Sem analisar continuamente seus esforços, você nunca saberá como uma campanha funcionou em relação à outra. Ter uma visão panorâmica de sua atividade nas mídias sociais ajuda a colocar as coisas em perspectiva.

Você definiu seus objetivos mais importantes, preferências de rede e métricas. Agora é hora de garantir que você tome as decisões certas. Saber que você fez as escolhas certas ainda é uma tarefa difícil nas mídias sociais. É sempre bom monitorar quais campanhas tem bom engajamento e quais não tem, assim como o que funciona para cada mídia.

De fato, 46% dos profissionais de marketing B2B não têm certeza se sua estratégia social realmente gerou receita para sua marca. Mas os profissionais de marketing estão sempre procurando a conexão perfeita. É por isso que a métrica mais utilizada (80%) para os profissionais de marketing é o engajamento.

Se você trabalha na construção de relacionamentos duradouros, há muito menos espaço para falhas com sua estratégia de marketing de mídia social.

Use uma ferramenta para acompanhar o sucesso

O Sprout Social foi criado com o marketing de mídia social em mente, o Google Analytics também é uma boa opção.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *