Triângulo Retórico – Fortaleça seus argumentos e passe a sua mensagem

Triângulo Retórico
27 de junho de 2019
Última modificação: 27 de junho de 2019

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Carreira, Liderança

Triângulo Retórico – Fortaleça seus argumentos e passe a sua mensagem

É por isso que você precisa escolher cuidadosamente suas palavras e apresentar seus pontos de maneira, estilo e sequência que melhor se adaptem à sua mensagem. O Triângulo Retórico é uma ferramenta que ajuda você a colocar seus pensamentos em ordem e apresentar uma posição clara.

Se o seu coração afunda com a ideia de apresentar informações para um público? Você não está sozinho! Muitas pessoas lutam para entregar sua mensagem. É uma habilidade que você precisa aprender e praticar. Ao tentar transmitir seu ponto de vista, seja na fala ou na escrita, muitas vezes você só tem uma chance – e, se perder seu público, talvez não consiga recuperá-lo.

Neste artigo, exploramos como você pode usá-lo para melhorar suas comunicações escritas e verbais.

Entendendo o Triângulo Retórico

A retórica é a antiga arte de usar a linguagem para persuadir. Se você usá-lo bem, seu público entenderá facilmente o que você está dizendo e provavelmente será influenciado por ele.

Os três pontos no Triângulo Retórico se relacionam diretamente com os três apelos clássicos que você deve considerar ao se comunicar:

Ethos: construindo confiança, estabelecendo sua credibilidade e autoridade (Writer).

Pathos: apelando para a emoção, conectando-se com o seu público através de seus valores e interesses (Audiência).

Logos: apelando para a inteligência do seu público com ideias bem construídas e claramente argumentadas (Contexto).

Esses três elementos são mostrados na figura abaixo.

triângulo retórico - figura

O Triângulo Retórico

Esses três elementos determinarão a capacidade de persuasão do seu argumento. Sua escrita, ou outra forma de comunicação, precisa considerar todos os três. Vamos olhá-los com mais detalhes.

Ethos (escritor)

A maneira como o escritor (ou orador) afeta o argumento é conhecida como ethos. Desde o início, você precisa esclarecer quem você é, por que é competente para falar sobre o assunto e de onde vem sua autoridade.

Seu público pode ficar desconfiado de que você está tentando mudar suas opiniões ou crenças. Se você não deixar claro por que você está se dirigindo a eles, algumas pessoas podem supor que você está escondendo alguma coisa.

Se você está apresentando ideias para solução de problemas, análise ou apenas para entreter, seu público tentará descobrir seus motivos, crenças, valores e suposições. Isso permite que eles avaliem sua credibilidade e decidam se você está sendo sincero.

Pathos (Audiência)

Quando você se comunica, precisa entender seu público e apelar para as emoções deles. Isso é conhecido como pathos.

Considere as expectativas do público – o que eles esperam tirar do que você diz? Seja claro sobre o motivo pelo qual você está se comunicando com esse público em primeiro lugar e planeje seu estilo de comunicação com antecedência, com o público firmemente em mente.

Conhecer o seu público ajuda você a evitar aliená-los usando termos técnicos ou jargões que eles podem não entender, ou “emburrecendo” o conteúdo, se sua mensagem for destinada a profissionais.

Pense na emoção que você quer evocar. Você está lidando com um ponto de dor, buscando sua confiança ou convidando sua lealdade?

Logotipos (Contexto)

Finalmente, seu público analisará sua mensagem colocando-a no contexto. Aqui a ênfase está na lógica e na razão, ou logos (pronuncia-se log-oss).

Seu público provavelmente considerará o contexto de sua comunicação e as circunstâncias ou eventos que o precederam. Eles analisarão os tipos de argumentos que você usou, sua relevância e se os entregou de maneira clara, coerente e apropriada.

Seu público deve ser capaz de seguir o que você está dizendo para que seja crível. Eles estarão procurando por um argumento lógico e bem construído, e evidências para quaisquer alegações que você faça. Eles também estarão pensando em possíveis contra-argumentos.

Como usar o Triângulo Retórico?

Quando você prepara um documento escrito, fala ou apresentação, considere os três elementos do triângulo. Se a sua comunicação estiver faltando em qualquer uma das três áreas, você diminuirá o impacto geral da sua mensagem.

Você pode usar as três etapas a seguir como um guia.

1. Estabeleça sua credibilidade (Ethos)

Para que sua mensagem seja convincente, você precisa demonstrar que é uma fonte confiável e confiável. Responda à pergunta não formulada do público: “A fonte é credível?”

Primeiro, estabeleça quem você é como pessoa.

  • Revele seus preconceitos, crenças, valores e suposições, conforme apropriado.
  • Explique de onde vem sua experiência.
  • Use testemunho de especialista.
  • Mostre por que você deve ser considerado uma autoridade.

Então, considere o propósito de sua comunicação. É isso:

  • Uma chamada à ação?
  • Para fornecer informações?
  • Educar?
  • Para persuadir ou mudar uma perspectiva?
  • Para apresentar idéias?
  • Para entreter?

2. Apelo às Emoções da Audiência (Pathos)

Entender o seu público permite que você se conecte com ele e dê mais impacto à sua mensagem.

Apele para suas emoções (onde isso é apropriado e honesto) e responda a sua pergunta: “Essa pessoa está tentando me manipular?”

Pergunte a si mesmo quem são os membros do seu público.

  • Quais são as expectativas deles?
  • Por que eles estão lendo (ou ouvindo) para mim?
  • Como eles vão usar essa informação?
  • O que eu quero que eles levem?

Considere como você pode se conectar com eles emocionalmente.

  • Que emoções eu quero evocar?
  • Eu uso anedotas ou histórias pessoais?

3. Considere o contexto (logotipos)

Pense no contexto de sua mensagem, no melhor canal de comunicação e em como apresentá-la com um sólido apelo à razão. Responda à pergunta do público: “A apresentação é lógica?”

Pense em como você apresentará as informações.

  • Que tipo de raciocínio eu usarei?
  • Como vou apoiar minha posição? Com estatísticas? Evidência? Observações
  • Qual tom eu vou usar? Formal ou informal?
  • Qual é a melhor maneira de comunicar a mensagem? Apresentação? O email  ? Blog?

Leve em consideração quais eventos envolvem a comunicação.

  • Quais informações básicas eu preciso fornecer?
  • Existem contra-argumentos importantes que devo abordar e lidar?
  • O método ou localização da minha comunicação se encaixa em sua mensagem?

Quando você leva em consideração os três cantos do Triângulo Retórico, é mais capaz de posicionar seus pontos de uma forma que seu leitor (ou ouvinte) possa entender e embarcar.

Ao tomar tempo para entender a arte da retórica, você dará a suas comunicações mais credibilidade, poder e impacto.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − seis =