Engenharia Mecânica: Curso, Carreira e Mercado

Engenharia Mecânica
23 de junho de 2020
Última modificação: 23 de junho de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Carreira

O que é a Engenharia Mecânica?

Engenharia mecânica é o estudo, projeto, desenvolvimento, construção e teste de sensores e dispositivos mecânicos e térmicos, incluindo ferramentas, motores e máquinas. As carreiras de engenharia mecânica se concentram na criação de tecnologias para atender a uma ampla gama de necessidades humanas.

Tecnicamente, a engenharia mecânica é a aplicação dos princípios e técnicas de resolução de problemas da engenharia, do design à fabricação e ao mercado de qualquer objeto. Os engenheiros mecânicos analisam seu trabalho usando os princípios de movimento, energia e força – garantindo que os projetos funcionem com segurança, eficiência e confiabilidade, tudo a um custo competitivo.

Os assuntos de engenharia mecânica incluem engenharia automotiva, engenharia de fabricação, engenharia de usina, engenharia térmica e engenharia mecatrônica, que é uma combinação de engenharia elétrica, de computador e mecânica.

Confira também:

O que os engenheiros mecânicos fazem?

A engenharia mecânica combina criatividade, conhecimento e ferramentas analíticas para concluir a difícil tarefa de transformar uma ideia em realidade.

Essa transformação acontece em escala pessoal, afetando a vida humana em um nível que podemos alcançar e tocar como próteses robóticas. Isso acontece em escala local, afetando pessoas em espaços no nível da comunidade, como nas micro redes interconectadas e ágeis. E isso acontece em escalas maiores, como nos sistemas avançados de energia, por meio de engenharia que opera em todo o país ou em todo o mundo.

Curso e Grade Acadêmica

O bacharelado em engenharia mecânica, dura em média 5 anos e a maior parte da carga horária do curso concentra-se nas disciplinas da área de exatas.

Os engenheiros mecânicos têm uma enorme variedade de oportunidades e sua formação reflete essa amplitude de assuntos. Os alunos se concentram em uma área, fortalecendo as habilidades analíticas e de resolução de problemas aplicáveis ​​a qualquer situação de engenharia.

As disciplinas da engenharia mecânica incluem, entre outras:

A própria tecnologia também moldou o funcionamento dos engenheiros mecânicos e o conjunto de ferramentas tornou-se bastante poderoso nas últimas décadas. Engenharia auxiliada por computador (CAE) é um termo abrangente que abrange tudo, desde técnicas típicas de CAD à fabricação assistida por computador até engenharia auxiliada por computador, envolvendo análise de elementos finitos (FEA) e dinâmica de fluidos computacional (CFD). Essas ferramentas e outras ampliaram ainda mais os horizontes da engenharia mecânica.

Carreira em Engenharia Mecânica

A sociedade depende da engenharia mecânica. A necessidade dessa experiência é grande em muitos campos e, como tal, não existe um limite real para o engenheiro mecânico recém-formado. Os empregos estão sempre em demanda, principalmente nas indústrias automotiva, aeroespacial, eletrônica, biotecnológica e energética.

A engenharia mecânica é um campo interdisciplinar em ritmo acelerado que oferece oportunidades para ajudar a projetar o futuro. Com o crescimento contínuo projetado da carreira, juntamente com a necessidade incessante do mundo globalizado de avanços tecnológicos e inovação em comunicação e viagens, uma carreira como engenheiro mecânico pode ser desafiadora, recompensadora e lucrativa.

Que habilidades os engenheiros mecânicos precisam?

A essência da engenharia é a solução de problemas. Com isso em sua essência, a engenharia mecânica também requer criatividade aplicada – uma compreensão prática do trabalho envolvido – juntamente com fortes habilidades interpessoais como rede, liderança e gerenciamento de conflitos. Criar um produto é apenas parte da equação. Além disso é necessário saber trabalhar com pessoas, ideias, dados e economia.

Aproveite para conhecer a formação carreira e liderança FM2S. Lá você encontra o curso de liderança para novos gestores e muito mais. Não perca tempo e confira.

Especializações da Engenharia Mecânica

Aeronáutica

Isso prepara os alunos para trabalhar como engenheiros na indústria aeroespacial em vários campos: Aerodinâmica, estruturas, controle, motores, propulsão, materiais especiais e ciência da computação. Os graduados também podem trabalhar em pesquisa científica e aplicada em institutos de pesquisa e universidades no Brasil e no exterior. Uma das características dessa especialização é a preocupação com o lado prático do assunto. Portanto, é dada ênfase às aulas de laboratório, que ajudam a fornecer uma base prática para futuros engenheiros aeronáuticos.

Automotiva

Esta especialização abrange os conceitos básicos de engenharia de design automotivo. Os alunos aprendem a projetar subsistemas mecânicos e térmicos e a calcular e analisar fenômenos associados à dinâmica das estruturas e ao conforto térmico aplicado aos veículos. Essa especialização, que é altamente prática, oferece aos alunos uma compreensão do design e da análise de uma perspectiva aplicada.

Energia e meio ambiente

Visa fornecer aos futuros engenheiros mecânicos o conhecimento que lhes permita desenvolver e aplicar tecnologias energéticas compatíveis com o desenvolvimento sustentável no Brasil. Agora, os recursos energéticos adquiriram enorme importância internacional, tornando o papel do engenheiro mecânico ainda mais crucial.

Fabricação

Essa especialização reflete as necessidades de organizações que procuram profissionais com habilidades de liderança e gerenciamento altamente desenvolvidas. Abrange assuntos relacionados ao gerenciamento de sistemas de produção e produção assistidos por computador, com forte ênfase na engenharia da qualidade. Os engenheiros de manufatura ganham uma sólida formação técnica em processos de manufatura, juntamente com uma base em gerenciamento, particularmente em sistemas de produção e qualidade. Portanto, eles são capazes de resolver e liderar programas de qualidade, programas de administração, programas de produção e programas para processos de fabricação.

Materiais e processos

Esta especialização busca desenvolver e caracterizar metais, polímeros, cerâmicas e materiais compósitos. Atualmente, os engenheiros trabalham em áreas multidisciplinares e é de extrema importância que eles tenham conhecimento de materiais, pois estes formam a base das indústrias metalúrgica, automotiva, aeroespacial, elétrica e eletrônica, e são de crescente importância no setor biomédico. Existe uma forte correlação entre as indústrias primárias, como as indústrias petroquímica, metalúrgica e cerâmica, e o desenvolvimento de novos materiais na busca por melhores propriedades e desempenho para atender aos novos requisitos do mercado.

Mecânica Computacional

Esta especialização visa treinar engenheiros em projetos, análises e testes auxiliados por computador. Para isso, é necessária uma sólida base nos princípios físicos da mecânica, juntamente com um conhecimento profundo dos métodos analíticos e numéricos aplicados à mecânica e uma boa experiência em ferramentas para cálculos científicos e técnicas experimentais sofisticadas.

Armado com essas ferramentas, os engenheiros são capazes de projetar e analisar seus projetos, prevendo seu comportamento estático e dinâmico, realizando experimentos numéricos e dominando as técnicas usadas para validar os resultados experimentalmente. Os engenheiros treinados dessa maneira devem ser qualificados para entender e aprender rapidamente sobre novos métodos e ferramentas numéricos para simulação computacional e experimental que possam aparecer no futuro.

Onde estudar Engenharia Mecânica?

  • USP – Universidade de São Paulo;
  • UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC);
  • UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);
  • UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • UFRS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS);
  • ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA);
  • UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP);
  • UFSCAR – Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR);
  • IME – Instituto Militar de Engenharia (IME).

Dentre muitas especializações que as engenharias em geral podem obter, as certificações Lean e Seis Sigma são as mais requeridas do mercado. Aproveite e conheça gratuitamente os cursos de Introdução ao Lean e White Belt FM2S.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =