Vale a pena ser engenheiro? Entenda os prós e contras da profissão

Vale a pena ser engenheiro Entenda os prós e contras da profissão
06 de junho de 2022
Última modificação: 27 de junho de 2022

Autor: Bruna Rezende
Categorias: Carreira

A profissão de engenharia, como toda área, tem seus prós e contras, e com o aumento do número de profissionais do mercado, resta a pergunta: vale a pena ser engenheiro? Para entender se é uma escolha que vale a pena para você, confira as vantagens e desvantagens da profissão e o que um engenheiro precisa saber para se destacar no mercado.

Ingresso no curso de engenharia

O curso de engenharia é um dos com maiores notas de corte no ENEM. Com altos salários e sendo os mais procurados para ocupar cargos de gestão, segundo pesquisa da Folha em 2020, a faculdade de engenharia é concorrida e difícil de ingresso.

Além de pedirem áreas normalmente defasadas no ensino brasileiro – como matemática e física – o mercado também exigirá outras habilidades.

Outro fator crucial para quem quer entrar em engenharia, é entender que os altos salários estão associados ao CREA – são o piso da profissão regulamentada, exigindo que, para isso, você tenha que concorrer ao curso de graduação.

CREA

O CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – é o conselho responsável por emitir as certificações de que um profissional é um engenheiro formado e apto a desenvolver as competências de engenheiro. De fato, para que um profissional possa se chamar de engenheiro, é necessário que ele possua esse documento.

O assunto ainda levanta algumas farpas nas redes sociais e entre engenheiros, pois só recentemente a função de engenheiro de software foi regulamentada.

Vantagens de se tornar engenheiro

Existem muitas vantagens em se tornar engenheiro, e essas costumam ser as que mais chamam a atenção de novos alunos ou aspirantes à carreira. Dentre elas se destacam os altos salários – regulamentados pelo piso salarial –, a possibilidade de ascensão na carreira, a versatilidade de atuação e um aumento recente na demanda por esse profissional.

Salários altos

Os altos salários de engenheiros – que podem começar a carreira recebendo R$ 6 mil – são um forte atrativo para começar a cursar essa faculdade. Além desse start acima da média nacional, o engenheiro também pode pleitear aumentos com cursos e capacitações, sobretudo se ele seguir essa tendência, que é se especializar em negócios e assumir cargos de gestão.

Maior número de CEOs como Engenheiros

A pesquisa que citamos reforça essa preferência das empresas por profissionais formados em engenharia ocupando cargos de gestão. Embora isso possa afastar o profissional do dia a dia do desenvolvimento de tecnologias e fórmulas inventivas, é um passo adiante na carreira.

Versatilidade

Além dos cargos de gestão, um engenheiro ainda pode se desenvolver em diferentes áreas com o relacionamento entre as diferentes engenharias. Se engana quem pensa que um engenheiro apenas constrói prédios: ele também se envolve em diversas atividades fabris, desde automóveis até armas, passando por navios, aviões, robôs e fábricas inteiras.

Aumento de demanda

O setor da engenharia civil foi o que mais cresceu em 2021. Com sinais de fim da recessão econômica e das barreiras sanitárias promovidas como combate à covid-19, a tendência é que o mercado volte a se aquecer – e consequentemente, a empregabilidade desse profissional.

Desvantagens de se tornar engenheiro

Como, porém, nem tudo são flores, há também algumas desvantagens que devem ser levadas em conta na hora de se decidir pela engenharia. Além de ser necessário se adequar a qual engenharia você quer cursar, no meio de tantas opções, também é importante ter em mente se a carreira como engenheiro te agrada.

Porque canais de YouTube e profissionais do campo serão unânimes em dizer: é necessário gostar do que se faz. O curso de engenharia, eles brincam, é difícil de entrar, e mais difícil ainda de sair.

Competitividade aumentando

Nós mencionamos o aumento da demanda entre os anos de 2022 e 2021. O profissional de engenharia tinha alta demanda até o boom de empregos em 2013, mas desde então, com a recessão econômica, muitos dos cargos diminuíram.

O que não diminuiu foi a quantidade de engenheiros formados: o Brasil formou mais de 50 mil engenheiros, nas diferentes engenharias, em 2020. O número crescente de profissionais do mercado não encontrou um aumento de vagas CLT correspondente. O resultado? Uma baixa recente nos salários.

O mercado vem se encontrando cada vez mais saturado com mais do mesmo, fazendo com que os profissionais que queiram se destacar precisem de cursos fora da grade das maiores universidades.

Necessidade de atualização constante

E é aqui que entra a necessidade de uma atualização constante. Para quem é apaixonado por estudar isso pode constar como uma vantagem, mas para quem tem um perfil mais mão na massa, pode se tornar um estorvo.

A necessidade por dominar novas tecnologias e saber o que no seu dia a dia pode ser automatizado e o que não dão o tom no mercado. A partir disso, se você não estiver disposto a esse aperfeiçoamento constante, talvez engenharia não seja a melhor carreira.

Capacitação em liderança

Justamente pelo aumento de contratações em modelo PJ e pelo aumento da competitividade pelas vagas CLT, os cargos de liderança tem brilhado os olhos dos engenheiros. Entretanto, para conseguir se candidatar a um é necessário mostrar seu valor, seja por meio de iniciativa no ambiente de trabalho, ou certificações.

O profissional que não almeje um cargo de gestão pode sentir que estagnou em determinado momento, pois este é um dos poucos caminhos, na área, passíveis de crescimento exponencial.

Vale a pena ou não fazer engenharia?

Agora que você entendeu um pouco mais dos prós e contras fica mais fácil decidir se vale a pena ou não para você fazer engenharia. Essa informação deve vir temperada pela ideia de que se desenvolve melhor fazendo aquilo que se gosta, e pesando na balança o velho ditado: a diferença entre um médico e um engenheiro é que quando

botao yellow belt

Leia mais:

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.