O que é rapport? – Estabelecendo fortes conexões bidirecionais

rapport
11 de maio de 2019
Última modificação: 11 de maio de 2019

Autor: Paula Louzada
Categorias: Blog, Carreira, Liderança

O que é rapport ? – Estabelecendo fortes conexões bidirecionais

Você já conheceu pessoas que têm um jeito de se conectar com outras pessoas? Não importa quem eles encontrem, eles conseguem criar um senso de confiança e compreensão em questão de minutos. Não importa em que setor você está ou que posição você ocupa – saber como construir o rapport pode lhe trazer inúmeras oportunidades. Afinal, quando você tem um relacionamento com alguém, ele geralmente quer ajudá-lo a ter sucesso.

Algumas pessoas podem argumentar que tudo isso é um presente natural – ou você pode construir relacionamento com pessoas ou não. No entanto, esta não é a história toda. O rapport pode se desenvolver naturalmente, mas qualquer um pode também nutrir e melhorar o rapport, assim como qualquer outra habilidade.

Então, o que é rapport e como você pode se tornar habilidoso em desenvolvê-lo? Examinaremos isso e mais neste artigo.

O que é rapport?

O rapport forma a base de relacionamentos significativos, próximos e harmoniosos entre as pessoas. É a sensação de conexão que você obtém quando encontra alguém de quem gosta e em quem confia e cujo ponto de vista você entende. É o vínculo que se forma quando você descobre que compartilha os valores e prioridades um do outro na vida.

Segundo as pesquisadoras Linda Tickle-Degnen e Robert Rosenthal, quando você tem um relacionamento com alguém, compartilha:

  • Atenção mútua: você está focado e interessado no que a outra pessoa está dizendo ou fazendo.
  • Positividade: você é amigável e feliz e demonstra carinho e preocupação um pelo outro.
  • Coordenação: você se sente “em sincronia” um com o outro para que compartilhe um entendimento comum. Seus níveis de energia, tom e linguagem corporal também são semelhantes.

Essa conexão pode aparecer instantaneamente – quando você “clica” com alguém – ou se desenvolve lentamente, com o tempo. Ela pode crescer naturalmente, sem intenção, ou você pode deliberadamente tentar construí-la.

O rapport não é apenas uma ferramenta para construir relacionamentos; muitas vezes é a base do sucesso. Quando você tem um relacionamento com alguém, você está em melhor posição para influenciar, aprender e ensinar, particularmente porque a confiança que você construiu significa que outras pessoas estão mais propensas a aceitar suas ideias, compartilhar informações e criar oportunidades juntas.

Quer você esteja sendo entrevistado para um emprego, vendendo alguma coisa ou tentando melhorar um relacionamento, saber como construir o rapport pode ajudá-lo a ter sucesso.

Como construir rapport

O rapport deve ser uma conexão bidirecional entre as pessoas, então não é algo que você possa criar sozinho. Você pode, no entanto, aprender como estimulá-lo seguindo estes seis passos.

1. Verifique sua aparência

As primeiras impressões contam e sua aparência deve ajudá-lo a se conectar com as pessoas e não criar uma barreira. Uma boa regra é se vestir um pouco “melhor” do que as pessoas que você está prestes a conhecer. No entanto, se você chegar e ver que está em excesso, pode rapidamente se vestir para se adequar à situação.

2. Lembre-se do básico

Lembre-se sempre das noções básicas de boa comunicação:

  • Seja culturalmente apropriado.
  • Sorria.
  • Relaxe.
  • Lembre-se dos nomes das pessoas.
  • Mantenha a cabeça erguida e mantenha uma boa postura.
  • Ouça atentamente e com atenção.
  • Não fique fora das suas boas-vindas.

Esses princípios básicos formam a base da grande comunicação. Será difícil estabelecer um relacionamento sem eles, pois eles o ajudarão a estabelecer confiança, empatia e um sentimento nas pessoas de que você está ouvindo.

3. Encontre um Terreno Comum

Identificar um ponto em comum pode ajudar a estabelecer rapport, então use uma conversa informal para encontrar algo que você compartilhe.

A maioria das pessoas gosta de falar de si mesmas e do interesse mais genuíno que você demonstra nelas, o mais provável é que elas relaxem e “se abram”. Use perguntas abertas para descobrir informações pessoais: talvez você frequentasse a mesma faculdade, compartilhasse os mesmos hobbies, crescesse na mesma cidade ou apoiasse a mesma equipe esportiva. Mesmo expressar sua frustração compartilhada com o trânsito que atrasou suas jornadas para o trabalho pode ajudá-lo a se aproximar de alguém.

4. Crie experiências compartilhadas

O rapport não pode crescer sem interação humana e uma ótima maneira de interagir é criar experiências novas e compartilhadas. As experiências compartilhadas podem ser tão simples quanto comparecer à mesma sessão da conferência ou tão complexas quanto cooperar em um novo processo de gerenciamento. Trabalhar em colaboração para definir problemas, elaborar soluções e criar estratégias, por exemplo, pode ajudar a aproximar você e a outra pessoa.

5. Tenha empatia

Empatia é sobre a compreensão de outras pessoas, vendo as coisas de sua perspectiva e reconhecendo suas emoções. Então, para entender e compartilhar a perspectiva de outra pessoa, você precisa aprender o que a faz funcionar. Como já mencionamos, muitas pessoas gostam de falar sobre seus gostos e desgostos, necessidades e vontades, problemas e sucessos, por isso, faça perguntas abertas e dê-lhes espaço para conversar.

Você precisa realmente ouvir o que eles dizem, para que você possa responder de forma inteligente e com curiosidade. Portanto, é importante ser um bom ouvinte e ajustar sua inteligência emocional.

6. Espelhar e coincidir

Pesquisas mostram que preferimos pessoas que percebemos como nós mesmos. Espelhar e combinar são técnicas para construir o relacionamento tornando-se mais parecido com a outra pessoa.

O psicólogo Albert Mehrabian descobriu que as palavras que falamos respondem por apenas sete por cento de nossa comunicação sobre emoções ou atitudes. A natureza da nossa voz compõe uma porcentagem maior (38%) e nossa linguagem corporal chega a 55%. Então, você estará perdendo um truque se você não considerar a “imagem completa” da comunicação humana.

Então, tente estas técnicas para construir rapport:

  • Observe a linguagem corporal da outra pessoa, incluindo gestos, postura e expressão. Se, por exemplo, ele apoia o queixo na mão esquerda, considere espelhá-lo fazendo o mesmo com a mão direita. Para combiná-lo, você usaria sua mão esquerda.
  • Adote um temperamento similar. Se a outra pessoa for introvertida ou extrovertida, tímida ou exuberante, você deve se comportar da mesma maneira. Se ele é reservado, por exemplo, então você deveria estar também, ou você se arriscaria a ser visto como ousado ou invasivo.
  • Use linguagem semelhante. Se ele usa palavras simples e diretas, então você também deveria. Se ele fala em linguagem técnica, então combine esse estilo. Você também pode reiterar palavras ou frases importantes ou favoritas.
  • Combine os padrões de fala da outra pessoa, como tom, andamento e volume. Por exemplo, se ele fala suave e devagar, diminua o volume e o ritmo da sua voz. (Pesquisa do Departamento Federal de Investigações dos EUA sugere que essa é a maneira mais eficaz de estabelecer rapport. É sutil, mas faz com que a outra pessoa se sinta confortável e compreendida.)

Discrição e bom senso são essenciais ao espelhar e combinar. Não imite todas as palavras e gestos. Se você fizer isso, você corre o risco de ofender. Seja sutil e pretenda chegar a um ponto em que você esteja naturalmente sincronizando seu comportamento, para que a outra pessoa não tenha consciência do que está fazendo.

Espelhar e combinar pode ser uma habilidade difícil de dominar. No entanto, lembre-se de que todos inconscientemente espelham e combinam família, amigos e colegas todos os dias. Se você quiser praticar, tente usar RPG.

Reestabelecendo rapport

Leva tempo para reconstruir o rapport quando ele é perdido.

Primeiro, discuta por que você perdeu o relacionamento em primeiro lugar. Seja humilde e explique com honestidade e simplesmente o que aconteceu. Se você precisar se desculpar, faça isso.

Em seguida, concentre-se em maneiras de reparar qualquer confiança quebrada. Coloque em trabalho extra, se necessário, e mantenha sua palavra. A transparência e a preocupação genuína com as necessidades da outra pessoa irão percorrer um longo caminho para reconstruir a confiança e restabelecer o relacionamento.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 3 =