Tipos de Manutenção – Corretiva, Preventiva e Preditiva

Corretiva, Preditiva e Preventiva
05 de agosto de 2020
Última modificação: 05 de agosto de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Lean

Manutenção uma palavra intrínseca às empresas e negócios que trabalham com maquinários e dispositivos. Geralmente as máquinas exercem trabalho sobre materiais, transformando-os e agregando valor a eles até que sejam convertidos no produto final. Algumas empresas, devido ao grande número de máquinas, adotam estratégias e sistemas específicos para manutenção ou integram estas em um software ERP, responsável por gerir os recursos da empresa. Existem diversos tipos de manutenção que podem ser realizadas nas máquinas. Neste artigo vamos discorrer sobre os tipos mais clássicos de manutenção: corretiva, preventiva e preditiva.

De acordo com o orçamento de uma organização, quantidade de recursos, nível de experiência combinada e metas de manutenção, um ou mais tipos de manutenção são usados. É raro uma organização usar um único tipo de manutenção. Mesmo uma fábrica de última geração que possua tecnologia de manutenção preditiva utilizará tipos de manutenção menos avançados. Isso ocorre porque nem todos os ativos (máquinas) são utilizados de forma igual.

Para entender quais tipos dos tipos (corretiva, preventiva e preditiva) de manutenção implementar, você deve saber quais tipos você está usando no momento e quais são suas metas de manutenção. Você também deve ter uma noção do seu orçamento e recursos disponíveis. Mesmo que você esteja deixando de ter uma estratégia de manutenção para uma estratégia reativa, profissionais de manutenção e software de manutenção são necessários para uma implementação bem-sucedida.

Mas o que é Manutenção?

A manutenção, segundo a ABNT, é o conjunto de ações técnicas e administrativas que tange como um todo o ramo e área industrial como um sistema único que destina manter ou recolocar um equipamento, instalação ou maquinário de um determinado setor, ou seja, sua principal função é manter em ordem o funcionamento dos equipamentos através de intervenções corretas e oportunas.

Dentre as vantagens de se realizar a manutenção correta de um equipamento, as principais delas são maior durabilidade do equipamento, melhor funcionamento, menor incidência de falha, menores desperdícios de materiais, menores gastos com as máquinas, menor perda de produtividade do equipamento, entre outras.

As manutenções corretiva, preventiva e preditiva são as mais clássicas utilizadas hoje em dia e é sobre elas que vamos elencar agora as definições, conceitos, vantagens e curiosidades.

Confira também:

Manutenção Corretiva

Como o próprio nome diz, a manutenção corretiva tem a intenção de corrigir algum problema que esteja acontecendo na máquina. Assim, para que a manutenção seja classificada como corretiva, obrigatoriamente a falha ocorreu.

Em outras palavras, Manutenção Corretiva é uma atividade de manutenção realizada para superar as falhas ou danos encontrados durante o período de trabalho de uma máquina. Em geral, a manutenção corretiva não é uma atividade de manutenção programada, porque é feita depois que um componente é danificado e visa restaurar a confiabilidade de um componente ou sistema ao seu estado original.

Tipos de Manutenção Corretiva

Entre os tipos de manutenção corretiva temos:

  • Corretiva Planejada: Realizada quando se sabe, no início, quando o equipamento deve ser reparado, para que possa ser iniciado desde o início e possa ser controlado;
  • Corretiva Não Planejada: Feito se a máquina ou equipamento estiver completamente morto ou em uma emergência, sendo uma atividade sempre urgente e difícil de ser controlada, o que resulta em um alto custo;
  • Falha – Reparo: O item com falha é restaurado para seu estado operacional;
  • Salvar: Refere-se à eliminação de material não reparável e ao uso de material recuperado de equipamentos ou itens que não podem ser reparados nos programas de reparo, revisão ou reconstrução;
  • De reconstrução: é o processo de restaurar o equipamento ao estado original de desempenho, expectativa de vida e aparência;
  • De revisão: Restauração de um item para seu status de serviço total de acordo com os padrões de manutenção, usando a abordagem “inspecionar e reparar apenas conforme apropriado”.

Vantagens da Manutenção Corretiva

  • Os requisitos de manutenção de emergência são reduzidos;
  • A disponibilidade da planta é aumentada;
  • Perdas de tempo em inatividade são reduzidas;
  • Melhor utilização das instalações da fábrica;
  • O nível de segurança é melhorado e, portanto, há menos chance de acidentes;
  • São fornecidas informações suficientes sobre substituição e manutenção.

Manutenção Preventiva

Da mesma forma que para a manutenção corretiva, o nome “preventiva” vem da palavra prevenção. É o tipo mais popular de manutenção e é realizada regularmente em um equipamento para diminuir a probabilidade de falha. Ela é executada enquanto o equipamento não apresenta falhas, para que não seja interrompido inesperadamente.

A manutenção preventiva é mais complexa de coordenar do que a manutenção entre falhas, porque a programação de manutenção deve ser planejada, para isso um CMMS (Computerized Maintenance Management System ou Sistema de Gerenciamento de Manutenção Computadorizado) é requerido a fim de programar e alertar sobre a manutenção de cada ativo.

Tipos de Manutenção Preventiva

Esse tipo de manutenção funciona parecido com a revisão de um carro que é feita a partir de um número específico de quilômetros rodados. Entre os tipos de manutenção preventiva, temos:

  • Baseada no Tempo (TBM): Refere-se à substituição ou renovação de um item para restaurar sua confiabilidade em um tempo, intervalo ou uso fixo, independentemente de sua condição;
  • Localização de Falhas (FFM): Detecta falhas ocultas normalmente associadas a funções de proteção;
  • Manutenção Baseada em Risco (RBM): Acontece quando você usa uma metodologia de avaliação de risco para atribuir seus recursos de manutenção aos ativos que apresentam maior risco em caso de falha;
  • Manutenção Baseada em Condição (CBM): A Manutenção Baseada em Condições como estratégia procura evidências físicas de que uma falha está ocorrendo ou está prestes a ocorrer.

Vantagens da Manutenção Preventiva

  • Menor tempo de inatividade do equipamento;
  • Maior vida útil dos ativos;
  • Menor interrupções para operações críticas;
  • Aumenta a segurança no local de trabalho;
  • Melhor a eficiência.

Manutenção Preditiva

A Manutenção Preditiva é uma extensão, uma abordagem mais avançada da CBM – Manutenção Baseada em Condição, onde usamos potencialmente muitos parâmetros de processo obtidos por sensores para determinar se nosso equipamento está se afastando de condições operacionais estáveis ​​e está caminhando para a falha.

Assim, a Manutenção Preditiva é definida como um método aplicado na área de manutenção que visa indicar as condições reais de funcionamento das máquinas com base em dados que informam o seu desgaste. Essa manutenção envolve também controlar o rendimento operacional de máquinas e indicadores como o OEE.

Na FM2S você confere o curso de OEE – Indicador de Efetividade Global. O indicador foi criado como métrica de avaliação de desempenho de um equipamento ou processo e o principal direcionador para oportunidades de melhoria contínua. Abaixo você pode conferir uma vídeo aula do curso.

Manutenção Preventiva Vs Manutenção corretiva

Quando fazemos manutenção preventiva, estamos executando uma tarefa antes que ocorra uma falha. Essa tarefa pode ter como objetivo evitar uma falha, minimizar as consequências da falha ou avaliar o risco da ocorrência da falha.

Quando estamos realizando manutenção corretiva, a falha ocorreu e estamos basicamente restabelecendo a funcionalidade do equipamento. Para ser claro, a manutenção corretiva pode ser o resultado de uma estratégia deliberada de falha na execução.

Você já conhece o TPM (Manutenção Produtiva Total)?

TPM significa Total Productive Maintenance ou, em português, Manutenção Produtiva Total. Ele é um sistema de gestão integrado para as organizações modernas. Nascido da filosofia do Lean Manufacturing, o TPM visa trabalhar diversos aspectos para deixar uma empresa sempre disponível para a produção. E ele também faz isso da maneira mais enxuta possível.

Na FM2S você pode conferir o curso Manutenção Lean (TPM) na Plataforma EAD FM2S. Acesse já e confira!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *