O que é BSC – Balanced Scorecard? Como funciona?

BSC
18 de novembro de 2020
Última modificação: 18 de novembro de 2020

Autor: Guilherme Mendes
Categorias: Seis Sigma

BSC ou Balanced Scorecard é uma metodologia de gestão que consiste em balancear, todas as perspectivas de negócio (Financeira, Clientes, Processos Internos, Aprendizado) agrupadas em objetivos estratégicos através de uma relação de causa e efeito entre elas. Confira mais sobre BSC neste artigo.

O que é BSC (Balanced Scorecard)?

BSC ou Balanced Scorecard é um método direcionado para a gestão estratégica das empresas. Portanto, sua principal função é possibilitar que os gestores e equipes trabalhem pensando no futuro. Isto é, a longo prazo, atuando para conscientizar ações ou projetos que garantam crescimento à empresa. Robert Kaplan e David Norton idealizaram o Balanced Scorecard, na década de 90.

Assim, esse processo realiza-se a partir da medição do progresso de uma empresa a fim de atingir as metas de longo prazo partindo da transformação dessa estratégia em objetivos, metas e indicadores.

Em outras palavras, o método BSC serve para desmistificar a visão de que, para alcançar o sucesso, seja necessário focar apenas em indicadores financeiros. Ao mesmo tempo, ele define estratégias e desenha planos de maneira abrangente. Por exemplo se manter competitivo e inovador por longos períodos de tempo.

Algumas ferramentas, quando combinadas com o BSC, podem auxiliar a implementação do BSC, como a análise SWOT, os planos de ação 5W2H, entre muitos outros.

O êxito da aplicação do BSC é consequência de perseguir uma ordem que, de fato, dirija a empresa para a gestão estratégica planejada. Assim, forma-se uma espécie de cachoeira onde aos poucos, se esculpe um caminho a ser seguido.

No curso de Black Belt, disponível na Assinatura FM2S, falamos um pouco sobre a Análise SWOT. Também falamos sobre o BSC – Balanced Scorecard. Você confere essa vídeo aula abaixo:

As 4 Perspectivas do BSC (Balanced Scorecard)

O grande ponto para implementação com sucesso do Balance Scorecard (BSC) é a mudança de “Mindset“. Além disso, existem 4 perspectivas que, a grosso modo, nada mais são do que um agrupamento de conhecimento de competências que precisam ser gerenciadas:

  • Financeira: sob a ótica das perspectivas financeiras, se definem os objetivos e/ou indicadores financeiros para médio/longo prazo (3,5 a 10 anos), como por exemplo: “Objetivos financeiros de alcançar um retorno sobre o capital investido de 30%.
  • Clientes: essa é a única perspectiva que se concentra no alvo de todos esforços da empresa: o cliente. Portanto, o objetivo estratégico da perspectiva dos clientes busca garantir que ao final do período (3,5 a 10 anos) a empresa tenha mercado e uma boa quantidade de clientes. O fator de maior peso para angariar clientes é o produto resolver ou não o problema que inquieta o comprador, forçando a empresa a olhar para seu cliente;
  • Processos Internos: procura identificar os processos que mais impactam na organização e aprimorá-los em direção a excelência. Ao mesmo tempo, estabelece que os processos críticos se tornem cada vez melhores, cada vez mais focados nas necessidades dos clientes ;
  • Aprendizado e crescimento: essa perspectiva tem como objetivo trabalhar sobre o conhecimento da empresa, onde você irá definir objetivos estratégicos que visem aumentar a capacidade e competência em cada uma das ações. Por exemplo: Capacitar os colaboradores na operação de um software como o Google Data Studio.

É comum vermos empresas alterarem a perspectiva “Clientes” para “Mercado” ou a perspectiva de aprendizado e crescimento para “Pessoas”.

A palavra “Balanced” é oriunda do fato de que todas as perspectivas devem ser balanceadas, contendo uma grande quantidade e relevância de objetivos em cada uma delas. Além disso guardam entre si uma relação de causa e efeito, “de baixo para cima”.

Objetivos Estratégicos

Os objetivos estratégicos são aqueles que definem a direção que a companhia deve seguir demonstrando a resposta esperada para uma pergunta após determinado período. Por exemplo: como a situação financeira do negócio estará no final do ano? Estes objetivos se definem geralmente após o planejamento estratégico, a partir de uma análise de cenário, como por exemplo a análise SWOT.

Assim, a empresa deve definir quais são os objetivos estratégicos relacionados a cada uma das perspectivas do tópico anterior. Porém, é de extrema importância que os objetivos definidos previamente tenham uma forte relação de causa e efeito entre si.

Desdobrar os objetivos maiores em outros cada vez menores pode detalhar melhor a análise e, portanto, a torna mais fácil de atingir os resultados. Por exemplo, a conquista de novos mercados que pode-se dividir por região.

Indicadores Chave de Desempenho

A fim de medir o andamento de cada um dos objetivos estratégicos atrelados a cada perspectiva é necessário definir um Indicador Chave de Desempenho.

São fundamentais para garantir que uma equipe do projeto tenha os dados de desempenho necessários para sustentar as melhorias. Assim , através de KPIs, uma equipe pode avaliar o sucesso de um projeto em relação aos objetivos estabelecidos.

Confira também:

Metas

Indicadores por si só não são eficientes se não definirmos um valor planejado para eles. Dessa maneira, a definição de meta para cada um dos indicadores é fundamental para que a gestão do BSC seja feita com sucesso. Porém a definição de metas pode ser um “tiro que sai pela culatra”. Caso o alcance seja muito fácil significa que a empresa está com falta de ousadia. Porém se ela for muito alta, pode desmotivar a equipe. Ou seja, deve haver um equilíbrio entre as partes.

Uma boa dica para definir essas metas é utilizar a definição de metas SMART.

Mapas Estratégicos BSC

Os mapas estratégicos consistem em uma representação visual do BSC, a fim de tornar mais simples os processos de planejamento e acompanhamento.

Com ele você enxerga de forma clara e objetiva todos os objetivos estratégicos definidos pela empresa de acordo com cada perspectiva, bem como a relação de causa e efeito entre eles.

Mapa Estratégico do BSC

Figura I. Mapa Estratégico do BSC

O Balanced Scorecard (BSC) é um método claro e assim, fácil de compreender e colocá-lo em prática. Mas nem por isso é “raso”. O BSC implementa sua visão ao longo do prazo nas rotinas de trabalho do curto prazo. Isso quer dizer, portanto, que você não vai parar de executar os processos e as tarefas que trazem resultados para o seu negócio. No entanto, você precisa delinear uma estratégia de crescimento e, por consequência, garantir que sua estratégia seja bem executada. Assim, você fará a sua empresa crescer. Pense no amanhã e faça com que sua empresa tenha bons resultados e cresça.

Devemos buscar constantemente o aprendizado e crescimento para nos tornamos capazes de aprimorar a execução de nossos processos internos, aperfeiçoando o atendimento e a conquista de novos mercados a fim de garantir retorno financeiro para a empresa.

Quer aprender mais sobre BSC? Conheça o curso de Black Belt FM2S, disponível na Assinatura FM2S. Durante 1 ano você tem acesso a cursos da área de melhoria contínua e excelência operacional, e um acervo de materiais de apoio que irão enriquecer seu repertório profissional.

Além disso você também tem acesso aos seguintes benefícios: a grupos de networking para assinantes, conteúdo prático, mentoria online, professores com ampla bagagem teórica e prática, materiais e cursos exclusivos, webinars e outros eventos. Embarque já nessa transformação profissional!


Se preferir, confira os cursos gratuitos da FM2S!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *